XRP é mais descentralizado que Bitcoin e Ethereum, diz diretor da Ripple

(Foto: Shutterstock)

David Schwartz, diretor de tecnologia da Ripple, disse que o XRP, o token da empresa, é tão descentralizado quanto o Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH), senão mais, segundo argumentou em seu artigo publicado na última quarta-feira (22) no próprio site da empresa.

Schwartz, que é dos arquitetos originais da rede de consenso da Ripple, acredita que hoje a Ripple Labs Inc. é grande na descentralização e mostra números que, segundo ele, comprovam que a crítica sempre esteve equivocada.

No artigo intitulado “A Natureza Intrinsecamente Descentralizada da Rede XRP”, Schwartz se mostra bastante ousado, mas nota-se que ele quer apenas desmistificar que a Ripple possui uma rede centralizada, conforme análise do News Bitcoin.

XRP é mais descentralizado que o BTC e ETH

Conforme foram surgindo mais e mais criptomoedas, a descentralização acabou se tornando um dos assuntos mais usados a título de ofensa pelos entusiastas, geralmente pelos mais puristas, como mostrou a rede de notícias, “o tema se transformou em um pedaço de pau para um provocar o outro”.

Desde que a SEC declarou que o Ethereum não é um ‘valor mobiliário’ devido à sua descentralização, outros projetos descobriram uma saída para tentar escapar da censura dos reguladores.

A Ripple chegou, então, se exaltando por ter a maioria dos XRP mantidos pela empresa e que os bilhões de tokens em seu cofre pode ser a chave para que ela receba o ‘título’ de valor mobiliário (lembrando que deter 60% dos tokens foi o motivo pelo qual a Coinbase rejeitou listá-la em sua plataforma).

Há de se considerar, também, que a Ripple tentou de todas as formas se distanciar do seu token o mais longe possível na intenção de não deixar dúvidas de que o XRP é um valor mobiliário. A empresa também foi acusada de manipulação de preço e o caso ainda segue na Justiça.

“Enquanto Bitcoin e Ethereum estão se tornando mais centralizados ao longo do tempo, o XRP Ledger está ficando mais descentralizado”, diz um trecho do artigo.

Schwartz usou dados da plataforma ‘Are We Decentralized Yet’ — criada pelo cofundador do Dogecoin, Jackson Palmer — como alguns dos argumentos sobre a descentralização da Ripple.

A ferramenta, que, segundo Palmer, é para destacar a distribuição de poder, rastreia métricas, como a porcentagem de dinheiro detida pelas 100 principais contas (19% para BTC versus 81% para XRP) e o número de nodes públicos.

“O Ledger [a rede] do XRP é e sempre foi descentralizado inerentemente porque os usuários sempre mantêm a liberdade de mudar seus UNLs [servidores] e os validadores correspondentes nos quais eles confiam”, argumenta Schwartz.

O diretor também alega que “os validadores da Ripple não exercem um poder significativo sobre o XRP Ledger”. Isso, de acordo com o News Bitcoin, vai contra a pesquisa independente realizada pela Bitmex Research que descobriu:

“Como todas as chaves foram baixadas do servidor Ripple.com, a Ripple está essencialmente no controle total de mover o ledger adiante, portanto, pode-se dizer que o sistema está centralizado.”

A Ripple, mesmo que seus críticos mais impetuosos admitam que a empresa e sua moeda homônima têm muitos atributos positivos (rapidez, sem taxas etc), a descentralização provavelmente não faz parte deles, afirma o News.Bitcoin.

No início do ano, David Schwartz afirmou no Twitter que a descentralização era sua prioridade para 2018, mas suas palavras não foram muito bem recebida pelas comunidades, principalmente do Bitcoin e Ethereum.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br