Walmart começa a vender moedas de chocolate de Bitcoin por 1 dólar

“Um montão de chocolate ao leite + bitcoin é = pura felicidade”. Foi assim que a fabricante americana de doces, Frankford Candy & Chocolate Company anunciou seu novo produto no Twitter, uma moeda de chocolate na forma de bitcoin.

Apresentada como ‘Frankford bitcoins’, o kit de 40 gramas (6 unidades) da ‘criptomoeda comestível’ já é vendido na rede de varejo Wallmart ao preço de 1 dólar, cerca de 4 reais, de acordo com uma imagem postada por um usuário do Reddit.

No espaço onde o kit estava sendo vendido, acima da prateleira, o slogan habitual do Wallmart chamava a atenção: “Preço baixo todo dia”, que acabou fazendo uma referência à volatilidade no preço do bitcoin e de outras criptomoedas.

De acordo com News Bitcoin, os doces já estão sendo vendidos em várias lojas dos Estados Unidos. As novas moedas de chocolate lembram muito aquelas que já vimos — e comemos — ao longo do tempos, pois elas têm as mesmas características.

No entanto, o novo produto chama bastante a atenção pelo fato do bitcoin ser um tema global emergente e também ser visto por muitos investidores e instituições como o dinheiro do futuro, podendo, segundo especialistas, a custar futuramente centenas de milhares de dólares cada unidade.

Aproveitando a onda

A Frankford doces não é a primeira empresa a associar um produto ao mercado crescente das criptomoedas.

Um dos exemplos é a ‘Long Blockchain’, uma pequena marca de refrigerantes dos Estados Unidos que ao mudar de nome e aderir o termo ‘blockchain’ teve um aumento de mais de 400% em sua ações. Seu nome anterior era ‘‘Long Island Iced Tea’.

Outra empresa que também se aproveitou da popularidade das criptomoedas foi uma subsidiária da Kraft Heinz, famosa na fabricação de lanches prontos.

Ela lançou uma criptomoeda chamada ‘Bacoin’, mas que nada tinha a ver com o sistema blockchain, eram pontos (‘BACN’) que o consumidor acumulava no site da empresa para depois trocar por fatias de bacon.

Na China, empresas têm adicionado o termo ‘blockchain’ em seus nomes. O crescimento deste ano em relação ao ano passado foi de 454%.

Medalha comemorativa de bitcoin

O brasiliense Felipe Paraguassu também criou em junho deste ano uma moeda física de bitcoin. Ele a nomeou de ‘Medalha Comemorativa’.

Seu diferencial é o tamanho, pois foi cunhada com um diâmetro de 8 centímetros, espessura de 6 milímetros e peso de 163 gramas, do tamanho de uma medalha.

“É para os verdadeiros aficionados por criptomoedas e colecionadores”, disse o idealizador do produto, que ressaltou que ela não foi criada para ser carregada no bolso, mas sim exposta numa mesa de escritório ou em um quadro na parede.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br