Venezuelanos Continuam Usando Criptomoedas para Fugir da Crise

0

Não é segredo que a Venezuela está em uma forte crise econômica.

O pânico generalizado vivido pelos venezuelas, com a sua moeda já quase sem valor, levou a diversos protestos de cidadãos que queriam manter seus ativos seguros.

Naquela época, muitos venezuelanos começaram a procurar refúgio contra a turbulência econômica ao investir em criptomoedas. O mercado respondeu e a primeira exchange de Bitcoin da Venezuela foi aberta.

No entanto, de acordo com um relatório recente da Bloomberg nesta semana, a demanda por criptomoedas na Venezuela continuou a aumentar. O volume de negócios desta semana subiu novamente para mais de US $ 1,3 milhão, quase duplicando os níveis de dois meses atrás.

Leia Também: Polônia Está de Braços Abertos para o Bitcoin e a Blockchain

A volatilidade das criptomoedas é mínima, em comparação com a desvalorização maciça da moeda local do país (6000 bolívares para US $ 1).

Mas as criptomoedas não são apenas usadas para investimentos seguros. Os consumidores também estão usando Bitcoin e outras altcoins como um meio de liquidar contas e continuar os negócios na economia incerta e volátil.

Como as criptomoedas são descentralizadas, elas são vistas como uma solução simples e segura para a necessidade de uma moeda estável em países onde as práticas governamentais destruíram os valores cambiais.