Unick muda de nome para afastar relação com prática de Forex

Unick muda de nome para se afastar das acusações de prática de Forex
(Danter Silva, diretor da Unick. Imagem: Reprodução/Youtube)

A Unick, empresa que diz vender “conteúdo sobre o mercado financeiro”, veio a público na sexta-feira (28) anunciar sua migração de domínio — de Unick.Forex para Unick.Academy.

A mudança do endereço do site, nas palavras do diretor da empresa, Danter Silva, é para deixar clara a área de atuação do negócio, que segundo ele é oferecer serviços de educação financeira.

“A partir do dia 30 deste mês, o nosso domínio, o nosso site, ele passará a ser Unick.Academy”, disse o diretor no vídeo publicado no canal ‘Unick Oficial’ no Youtube.

A empresa é suspeita de atuar como pirâmide financeira, conforme a CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Logo, essa mudança de domínio sugere que a Unick quer se afastar das acusações de prática de Forex, um mercado de risco muito elevado e proibido no Brasil.

Em meados de maio, a empresa foi intimada pela CVM para se defender das acusações de irregularidade — a Unick chegou a pedir retratação de sites, inclusive do Portal do Bitcoin. Ela acusou a imprensa de espalhar notícias falsas.

Além de instaurar o processo sancionador, a CVM emitiu alerta aos investidores sobre a atuação irregular da empresa. Até mesmo o Ministério Público chegou a comparar a Unick com o famoso esquema de pirâmide da Telexfree, que no passado lesou milhares de brasileiros.

Atuação da Unick

No vídeo, Danter esclarece a principal atuação da empresa, cuja sede fica em Novo Hamburgo (RS).

De acordo com ele, a mudança é “obviamente com o objetivo de em todos os sentidos em todos os segmentos estar claro a nossa atuação principal, que é proporcionar, que é divulgar conhecimentos e informações, principalmente sobre este momento que estamos vivendo sobre essa revolução digital que estamos passando e com o propósito de integrar as pessoas a esse momento digital”.

Danter é réu num dos processos movidos pelo Ministério Público Estado do Rio Grande do Sul por captar clientes para a pirâmide financeira D9. Entretanto, não há ligação entre Unick e D9.

Prática é proibida

Desde o ano passado, a Comissão de Valores Mobiliários vem fazendo sucessivos alertas sobre a atuação irregular Unick Forex.

O último foi no final de abril. Conforme o órgão que regula o mercado de valores mobiliários no Brasil, a empresa não pode ofertar produtos de investimento sem autorização.

Depois de uma análise da área técnica, as irregularidades foram encaminhadas ao Ministério Público Federal, que vai investigar o caso.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!