Unick Forex quer que clientes reconheçam fim da dívida antes mesmo do pagamento

Danter Silva, diretor de marketing e Fernando Lusvarghi, diretor jurídico da Unick (Foto: Reprodução/Youtube)

Com saques atrasados há mais de um mês, a Unick Forex retornou de uma manutenção que durou mais de duas semanas. Os clientes, contudo, continuam sem conseguir sacar e alguns estão com suas contas zeradas.

Enquanto estava fora do ar, os diretores da Unick anunciaram um procedimento a ser cumprido pelos investidores que quisessem cancelar seus planos e ter o estorno do dinheiro investido.

O procedimento, que até o dia 30/08 não seria cobrado nenhuma taxa, consistia em enviar vários documentos comprovando a autenticidade da conta, como identidade, endereço, login na plataforma e tirar uma selfie segurando a identidade.

O problema, porém, é que alguns usuários que já foram contactados para o próximo passo, estão recebendo um “Termo de encerramento de contrato e quitação de valores”, onde consta todos os planos adquiridos pelo cliente e os respectivos valores a receber.

O termo, que o Portal do Bitcoin teve acesso, onde o investidor irá declarar ter recebido o valor correspondente a dívida da Unick, deve ser assinado e reconhecido em cartório.

Na prática, o que acontece é que o cliente irá assinar o termo de quitação de dívida sem ter recebido o pagamento devido pela empresa.

Insatisfação dos investidores

Uma chuva de reclamações assola a Unick nas últimas semanas. Sem conseguirem sacar, clientes da empresa acumulam centenas de reclamações no Reclame Aqui e nas redes sociais.

O principal pedido dos investidores é para o cancelamento de suas contas e reembolso do valor investido. Apesar da Unick sempre ter informado que reembolsaria qualquer cliente insatisfeito, ela não cumpre a sua promessa.

Em vídeo recente, o diretor de marketing Danter Silva afirmou para uma investidora que solicitava o dinheiro de volta que ela não havia feito investimento nenhum.

No vídeo, Danter responde algumas reclamações de pessoas. Em um dado momento surge o comentário que está sendo feito por milhares de pessoas: “gostaria que me fosse devolvido todo o investimento”.

Apesar do diretor ter dito que essa é “a mais básica” das questões, ele não diz que ela terá o dinheiro de volta:

“Eu lamento, mas te explicaram o nosso projeto de maneira completamente errada. Você não tem um investimento conosco. Você adquiriu um produto sobre mercado financeiro”.

Danter nega todas as promessas iniciais da Unick Forex: “Nós nunca fomos e provavelmente nunca seremos uma plataforma voltada para investimento”.

Garantia da SA Capital

Desde o início do projeto, a Unick Forex divulgada que os investimentos dos clientes eram garantidos pela SA Capital.

A empresa, que já foi anunciada como uma Sociedade Anônima brasileira de capital fechado atuante em diversas partes do mundo, não passa de uma empresa limitada com dois sócios: um deles sendo Fernando Lusvarghi, diretor do departamento jurídico da Unick Forex. O outro é Isabel Cristina Martinho do Prado.

A garantia, por outro lado, é um terreno do “Loteamento Eldorado de Brasília” de mais de 2 mil hectares, que fica no pequeno município de Cristalina, em Goiás, o qual teria anuência de empresa chamada Pacífico Sul empreendimentos imobiliários. Isso ao menos era o que constava no contrato que a Unick faz com seus investidores.

Porém, na certidão de registro que foi veiculada pela própria Unick, consta que esse terreno pertenceria a uma empresa chamada Imobiliária Goiás, a qual teria como dono Didino de Melo e esposa.

Além dessa contradição, há um comprovante de pagamento de IPTU veiculado pela própria Unick em que se mostra que o suposto terreno pertencente à Pacífico Sul empreendimentos imobiliários era de apenas 360 m², o que não chega a nem 1 hectare de terra.

Nenhuma dessas duas empresas, entretanto, compõe o grupo econômico representado pela SA Capital, na qual a única companhia do setor imobiliário é a Quadra empreendimentos imobiliários.

A empresa Pacífico Sul empreendimentos imobiliários que seria a anuente do contrato de fiança entre a SA Capital e os investidores da Unick possui como único sócio José Alexandre Noronha. Noronha é também o detentor do domínio do site da SA Capital.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!