Tudo sobre Nano: A Criptomoeda Instantânea e Sem Taxas

Nano

Irei separar a matéria por tópicos, para facilitar a leitura de quem estiver interessado apenas em alguns dos pontos, tratarei aqui desde o conceito da moeda ate como comprar e transaciona-la.

1.1 O que é Nano?

1.2 Criador

1.3 Não há mineradores?

1.4 Então quem valida as transações?

2.0 Como Funciona?

2.1 Componentes da rede

2.2 Tipos de nodes

3.0 Como comprar e usar?

3.1 Onde comprar?

3.1.1 Exchanges

3.1.2 P2P

3.2 Como e qual carteira usar?

3.2.1 Web

3.2.2 Desktop

4.0 Previsões e anúncios

1.1 O que é Nano?

Nano é uma criptomoeda que lançou o beta em dezembro de 2014. Possui uma arquitetura original denominada Block-lattice, onde cada conta possui sua própria Blockchain. Isso possibilita transações quase instantâneas e escalabilidade ilimitada. Possibilitando-os atualizá-la de forma dessincronizada do restante da rede, resultando em rápidas transações com mínima sobrecarga.

É um simples protocolo com o único propósito de ser uma criptomoeda de alta performance. O protocolo da Nano pode rodar em hardwares de baixa potência, permitindo-a ser uma prática e decentralizada criptomoeda para o uso cotidiano, sem pagamento de taxas para transações e nem demoras como acontece com o Bitcoin, já que não há mineradores na Nano.

Rebranding

Rebranding é uma estratégia de marketing que visa mudar o visual de uma marca, podendo alterar logo, nome e outras coisas. Isso aconteceu com a Nano, que antes de fevereiro de 2018 chamava-se Raiblocks. Devido a esse fato, algumas informações desse guia e em outros pela internet podem apresentar informações ainda com o nome “Raiblocks“. 

1.2 Criador

Colin LeMahieu, criador da criptomoeda Raiblock.Colin LeMahieu, nascido em WoodBury/Minessota e atualmente morando em Austin/Texas. É um desenvolvedor de software que já trabalhou para a Dell, AMD e outras empresas. Formado em ciência da computação pela St. Cloud State University.

Ao conhecer o bitcoin em 2010 começou a estudar a moeda e pensar nos problemas que iriam acontecer no futuro. Em 2014 começou seu projeto de uma moeda que pudesse contornar esses problemas, abaixo uma citação de Colin.

“Nos últimos três anos, enfrentamos muitas dúvidas e escolhas difíceis, mas mantivemos fé, continuando a avançar. Ao longo do desenvolvimento de RaiBlocks, eu sempre disse a mim mesmo que, se eu encontrar outra cryptocurrency que funcionasse melhor do que RaiBlocks, eu abandonaria o projeto. Alguns chegaram perto, mas, no final, nada que vi tinha os benefícios que a RaiBlocks oferece ao mundo.”

1.3 Não há mineradores?

Servidores de mineração de Raiblock.

Todas as moedas da Nano já foram “pré-mineradas” e já estão em circulação (133,248,290 XRB). Foram distribuídas por meio de Faucets, que recompensavam com XRB quem resolvia Captchas. Muitos venezuelanos e outros países que estavam em situação ruim participaram. Uma maneira muito boa de distribuir a renda, com um trabalho onde todos tem as mesmas chances.

1.4 Então quem valida as transações?

Transações de Raiblocks. Quem as valida?

Os participantes competem com um peso equivalente a quantidade da criptomoeda que possuem. Os vencedores escrevem as transações na rede, os que tem maiores investimentos acabam validando mais transações. Eles são inerentemente incentivados a manter a honestidade do sistema, ou terão o risco de perder seu investimento. PoS (Proof of Stake) elimina as economias de computação desperdiçais, exigindo somente um software leve para funcionar. Um algoritmo e criptografia continuam sendo rodados por trás, e o sistema contínua seguro. Nano usa PoS e por isso elimina a serventia de mineradores e das taxas. Tem poder de escalabilidade quase ilimitado já que todos podem validar as transações.

O PoW (Proof of Work) continua sendo usado para gerar as transações, verificar e movimentar a rede. O PoW é mínimo, já que não é usado como competição e nem para ganhar recursos. O PoS seleciona os validadores que usam um PoW para verificar. Consequentemente o PoW vai mantendo a rede livre de ataques de Spams e semelhantes.

Para explicar melhor, PoS e PoW são dois sistemas diferentes para validar se as transações são verdadeiras. O Bitcoin utiliza PoW, e isso é o que faz as transações serem lentas e que paguemos taxas. Isso porque precisamos de pessoas com super computadores para manter o sistema.

Veja também: O que é bitcoin?

2.0 Como funciona?

Raiblocks, entenda como funciona a criptomoeda que vem crescendo nos últimos meses.

A estrutura do Block-lattice é semelhante a Blockchain, mas com algumas diferenças. Cada usuário mantém sua própria blockchain e somente o próprio usuário pode modifica-la. Isso permite que cada blockchain seja atualizada de maneira assíncrona, garantindo uma maior velocidade a rede.

A Nano mantem um registro de saldo de cada conta ao invés de um histórico completo de todas as transações. Diferente de como acontece na Blockchain original. Qualquer fundo enviado na rede Nano exige duas transações, uma do destinatário e uma do remetente. O bloco de recebimento adiciona o valor ao bloco anterior da cadeia da conta. O resultado final é um novo bloco que registra o saldo atualizado de cada usuário. Para a rede funcionar não seria necessária toda a história da criptomoeda, apenas as últimas transações de cada usuário. Garantindo leveza e velocidade.

2.1 Componentes da rede

Conta: É um endereço de participação na rede, composto por chave pública, chave privada e etc.

Bloco/Transação: Bloco é o rastro, o histórico é a parte física da transação, enquanto a transação é somente a ação.

Componentes das Redes - Raiblocks

Ledger/razão: É o conjunto global de contas em que cada conta tem sua própria cadeia de transações e todos concordam via verificação de assinatura de que apenas o proprietário da conta pode modificar sua própria blockchain. Isso converte uma estrutura de dados compartilhado de um livro de contas distribuído, em um conjunto não compartilhado,
o ledger mede atualmente 1,7 GB e já realizou 4.2 Milhões de transações.

Node/Nó: É um software que funciona em um computador que
está em conformidade com o protocolo Nano e participa da
rede. O software gerencia o ledger e qualquer
contas que se configure. Um nó pode armazenar
o livro inteiro ou uma história podada contendo apenas o último
bloco da cadeia de blocos de cada conta. O nó é basicamente uma carteira que faz todo o serviço da rede, confirma transações e etc.

2.2 Tipos de nodes/Carteiras

Os nodes podem ser divididos em vários tipos. Baseados em diferentes aspectos a serem analisados. Isso é uma visão geral de separações possíveis, e a Nano está examinando ideias a respeito. O intuito é reduzir o uso de recursos para casos específicos, onde surgirão diferentes tipos de nodes. Listarei abaixo os aspectos que dividem os tipos de nodes.

Rede/Internet:

Representativo: Um node representativo requer o máximo recurso de rede, pois observa o trafego de votos de outros representantes e publica seus votos (os votos para decidir se as transações são validas).

Sem confiança: Um node sem confiança é semelhante a um representativo,
mas é apenas um observador, não contém um representante e.
não publica seus próprios votos.

Confiando: Ele observa o tráfego de votos de seu representante para realizar corretamente o consenso isso reduz o volume de tráfego de votação que entra nesse nó.

Light/Leve: Também é um node “confiando” que apenas observa o tráfego para contas em que está interessado permitindo uso mínimo da rede.

Bootstrap/Ponto de partida: É um node responsável a passar o conteúdo do Ledger para os novos usuários.

Reforçando, isso não são estilos de nodes diferentes. São divisões feitas, baseadas apenas em quesito de rede, para entendermos melhor. Não significa que existira um node somente Bootstrap. Bootstrap, é uma função de rede que poderá conter em um tipo de node/carteira, que também tem outras funções. Essa divisão ainda não foi feita.

Capacidade de disco

Histórico: Um node interessado em manter um histórico completo do registro de todas as transações, exigirá o valor máximo de armazenamento.

Atual: Devido ao design de manter acumulado apenas os valores de adição e retirada nos blocos, os nodes só precisam manter os últimos blocos de cada conta para participar do consenso, se um nó estiver desinteressado em manter um histórico completo ele pode optar por isso.

Light: não possui dados do Ledger maior e apenas participa da rede para observar atividades em contas que o interessa ou, opcionalmente, crie novas transações com chaves privadas que detém.

Processamento de dados(CPU/GPU)

Gerador de transações: um nó interessado em criar novas transações deve produzir uma PoW.

Representativo: um representante deve verificar as transações, votos e também produz suas próprias transações para participar do consenso. A quantidade de recursos da CPU para um o nó representativo, é menor do que a de geração de transações. Essa função deve ser suportada em qualquer CPU de 1 núcleo.

Observador: Um node de observador não gera os seus próprios votos. Uma vez que a sobrecarga de geração de assinatura é mínima. Os requisitos da CPU são quase idênticos ao de executar um node representante.

3.0 Como comprar e utilizar? 

Nano ainda apresenta poucos locais de compra e troca, e poucas opções de carteiras, mas todas já funcionam muito bem e com pouquíssima dificuldade, em breve mais alternativas serão lançadas no mercado da criptomoeda. 

Veja também: Criptomoedas que mais valorizaram em 2017

3.1 Onde comprar?

3.1.1 Exchanges

Atualmente a melhor exchange para negociar Nano é a Binance. Abaixo poderão acessar um tutorial de compra feito por mim.

Guia Binance – Aprenda Como Operar na Exchange

 


3.1.2 P2P

P2P é a compra e venda direta entre os usuários, sem a necessidade de um sistema. Você pode depositar o dinheiro na conta de alguém que esteja vendendo. E a pessoa lhe envia diretamente os XRB da carteira dela para a sua. Costuma ser bem mais rápido já que não tem nenhuma burocracia. O maior problema é encontrar vendedores confiáveis. Pois não há uma garantia de que a pessoa não vá lhe enganar e sumir com seu dinheiro. Também costuma ser mais caro.

Há muitos vendedores já confiáveis que muitas pessoas compraram e tudo ocorreu corretamente. Basta pesquisar, deixarei o link da comunidade da Nano Brasil onde há muitos vendedores qualificados. Vocês poderão verificar manualmente pelos posts e recomendações no grupo. Também deixarei o link do Telegram, procurem vendedores com recomendações.

https://www.facebook.com/groups/RaiBlocksBrasil/

https://t.me/RaiBlocksBr

3.2 Como e qual carteira usar?

3.2.1 Web

Atualmente a única carteira web é a Raiwallet. Funciona muito bem e as transações são realmente instantâneas. É recomendada para quem quer facilidade ou não possui um computador.

Obs: Após o Rebranding da Nano, o endereço da carteira e o design do site mudaram, mas o processo continua sendo o mesmo, não estranhem as diferenças de cores e a troca do nome Rai por Nano.

https://nanowallet.io

 

Ao entrar no site, cliquem em Sign Up no canto superior direito.

BitGrail - Excenge para Raiblock. Tutorial de registro para conta na plataforma Raiwallet.

Insira suas informações e clique em Sign up.

Raiwallet - Tutorial para criar conta na plataforma.

Salve em algum local seguro esses dois números, o Identifier é o que você vai usar para logar na sua conta, junto com a senha criada no passo anterior, o Seed é uma espécie de identidade única, se alguém possuir seu seed ele pode roubar seus valores sem senha nem nada, é como se fosse um backup, salve seu Seed em um local seguro.  

Raiwallet - Tutorial para criar conta na plataforma.

Essa é a tela inicial da carteira. No canto superior direito é o valor que você possui. O endereço que você irá usar para receber fundos, é esse que se encontra na caixa abaixo de Your accounts.

Raiwallet, a carteira digital de Raiblock. Aba de contagem de Raiblocks que você possui.

Você pode adicionar uma proteção adicional (2FA) com o Google Authenticator. Basta ir na aba a esquerda “Security” e descer até “Fathor authentication”, e realizar o processo.

Raiwallet, a carteira digital de Raiblock. Proteção adicional com Google Authenticator.

Se precisar verificar seu Seed novamente basta ir na mesma aba “Security” que a primeira opção é sua Seed, insira sua senha e clique em “Show Seed”, lembre-se de manter em um local seguro e em hipótese nenhuma dar para alguém.  

Raiwallet, a carteira digital de Raiblock.

Para enviar valores para alguém, basta clicar em “Send”, que se encontra na aba “Home”.

Raiwallet, a carteira digital de Raiblock. Como enviar valores de Raiblock para alguém.

Agora é só colocar o valor e o endereço de quem vai receber e clicar em “Send“.

Raiwallet, a carteira digital de Raiblock. Envio de Raiblock para outra pessoa.


3.2.2 Desktop

A carteira para computadores é um pouco mais trabalhosa. Precisa instalar e sincronizar para funcionar, mas não é nenhum bicho de 7 cabeças, e é bem mais segura. Ensinarei com prints no Linux, porém não tem diferença, a carteira é igual no Windows.

https://raiblocks.net/#getwallets

Entre no site e escolha seu sistema operacional e baixe a carteira, após isso é só extrair o arquivo.

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Após a extração, abra a pasta e encontrar arquivos parecidos com esse, é  executar o Rai_Wallet, se for no Windows é a mesma coisa, abram o Arquivo.exe provavelmente com o mesmo nome.

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Essa é a tela inicial da carteira. O status da carteira está laranja porque eu não inseri minha senha ainda. Para isso basta ir na opção Settings.

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Se for sua primeira vez abrindo a carteira, basta deixar o campo em branco e clicar em Unlock” após isso crie sua senha nos dois campos abaixo e clique em “Set/change password” que sua senha será definida. Toda vez que a carteira for aberta é preciso ir nessa opção para inserir a senha. 

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

A carteira precisa sincronizar e baixar todos os blocos, é uma ação automáticaporém muito demorada, podem levar dias, é mais aconselhável baixar a data-base e colocar na pasta correta, que será imensamente mais rápido, basta entrar nesse link e baixar o ultimo data-base baseado no seu sistema. 

https://yadi.sk/d/fcZgyES73Jzj5T

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Após baixar extraia na pasta Home/Raiblocks no Linux. No Windows digite %LOCALAPPDATA% na barra de endereço das pastas e depois procure pela pasta Raiblocks e extraia  dentro, após isso abra o rai_wallet novamente e espere baixar os últimos blocos, vai ser bem mais rápido.  

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Na página inicial da carteira, acima da opção “Settings” que  usamos, está a opção Send“, funciona como na carteira WEB, basta digitar o endereço e o valor a ser enviado e clicar em Send“. 

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Voltando a página inicial temos abaixo de “Settings” a opção “Account” podemos importar uma carteira para lá com o Seed, ou copiar nosso Seed na opção “Backup/clipboard wallet seed“, onde o seed vai para o seu Ctrl + C. Podemos também criar um novo endereço para recebimento e etc… 

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Indo em “Import wallet” Podemos importar outra carteira Desktop, Web ou outras futuras carteiras. Basta copiar o seed, colar na caixa especificada e digitar “Clear Keys” na segunda caixa. E então clicar em ” Import Seed ”

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Voltando a tela inicial temos ainda a última opção Advanced com muitas opções que usuários comuns não precisarão mexer, a única que preciso ressaltar é a últimaScale onde há as 3 caixas de seleção, dependendo do marcado, pode ser que seu valor em “Balance” apareça um pouco diferente, basta alterar para XRB para mostrar o valor exato com decimais. 

Tutorial para Configuração da Carteira Digital - Raiblock para Desktop

Essa carteira pode demorar um pouco mais para cair os valores que a carteira Web. Apesar disso, continua sendo rápida, mais segura, com mais funções e vai continuar melhorando.

4.0 Roubo e anúncios

Roubo

Em 8 de fevereiro de 2018, foi anunciado que 15 milhões de XRB foram roubadas da Bitgrail, valor totalizado na época em 150 milhões de dólares. A Bitgrail era administrada por Francesco The Bomber, que apresentava diversas informações inconstantes sobre o ocorrido. 

A falha não era no protocolo da Nano e sim na segurança da Exchange e da falta de profissionalismo do Bomber, estima-se que os roubos estavam acontecendo desde outubro de 2017 e que podiam estar sendo escondidos por Bomber.

Anúncios

Em 2018 Nano teve grandes anúncios, apesar do ano está apenas começando, a criptomoeda foi listada em Exchanges grandes como BinanceKucoin e OKEx. A carteira mobile já foi anunciada e se encontra em fase de testes em dispositivos ios, existem inúmeros usuários que já estão testando e está funcionando muito bem. A versão Android deve estar sendo trabalhada, também há uma nova versão Beta da carteira Desktop, que sincroniza muito mais rápido e com um design mais amigável. A poda da rede e outras melhorias ainda se esperam para esse ano. 

Veja também: O futuro das novas criptomoedas

Raiblock - Presente, passado e o futuro da criptomoeda.

 

Endereço para doação em XRB: xrb_3pprdotxxbquqg35zm7bf1js4rwihr56k3dfdntjpofpcznctkrpd4ucwj85