Tribunal ordena criador da Plexcoin a transferir 420 Bitcoins para Justiça canadense

Dominic Lacroix com a namorada (Foto: Arquivo pessoal)

Dominic Lacroix, acusado de aplicar golpe financeiro através da venda de uma criptomoeda chamada ‘PlexCoin” (por meio de uma ICO), foi obrigado a transferir US$ 3,724 milhões em bitcoins (cerca de R$ 12 milhões), em pleno tribunal no Canadá. Caso contrário ele seria mandado para a prisão.

“Você é passível de desrespeito ao tribunal”, advertiu o juiz Raymond W. Pronovost, acrescentando que ele não hesitaria em mandá-lo para a prisão caso não cumprisse a ordem. A audiência aconteceu no dia 06 de julho, de acordo com a rede de notícias Radio-Canada.

O magistrado havia comunicado Lacroix no dia anterior e disse que o tribunal havia nomeado Hugo Babos-Marchandum, administrador temporário dos bens da família do acusado, para intermediar a transferência dos bitcoins.

Lacroix foi acusado de esquema fraudulento envolvendo bitcoin e supostamente lesou investidores em aproximadamente US$ 15 milhões, após relatórios da Autoridade de Mercados Financeiros do Canadá (AMF) e da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

Depois de confirmado pelas autoridades reguladoras, a justiça mandou, à pedido da SEC, congelar todos os ativos de Lacroix e de Sabrina Paradis-Royer, sua esposa. Isso aconteceu no dia 20 do mês passado, conforme relatado pela CCN.

Lacroix havia dito ao juiz que a transferência estaria prejudicada devido a apreensão de seus computadores pela polícia. Porém a administração do tribunal preparou tudo o que precisava para serem transferidos os 420 bitcoins. O acusado, então, realizou a transferência.

Velho conhecido da polícia

Em 2013, Lacroix se declarou culpado à justiça de propagar informações falsas, o que resultou em uma pagamento de multa de US$ 25.000.

Em outubro de 2017, o Tribunal Superior de Quebec o indiciou por desobedecer uma decisão anterior que o proibia de disponibilizar Ofertas Iniciais de Moedas (ICO) a investidores na jurisdição.

Logo em seguida, em dezembro, a SEC, então, o acusou de violar os regulamentos após ele ter prometido mais de 1.000% de lucro em seus materiais de marketing


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br