Trader aposta 10 BTC com CEO da Binance que preço do Bitcoin cairá para US$ 8.000

Foto: Shutterstock

“Não aposte contra o Bitcoin”, publicou CZ, CEO da Binance, no twitter, revivendo um publicação da semana passada e dando início a um novo debate.

No início do mês, CZ comentou, também no twitter, que quem vendeu Bitcoin abaixo dos US$ 10.000 deveria se envergonhar.

Citando esse mesmo tweet cinco dias depois, ao ver a disparada recente no preço do Bitcoin, ele tweetou: “Isso não é um conselho financeiro, mas você agora pode se envergonhar mais. Não aposte contra o Bitcoin”. Para CZ, o Bitcoin está no meio de uma alta e ainda não atingiu seu ponto mais alto.

Em resposta aos tweets, o usuário Krabby, analista técnico e autodenominado uma baleia de Bitcoin, contrariou o CEO da Binance e disse que enviaria 10 BTC caso o Bitcoin não caia abaixo de US$ 8.000 até o final do mês.

Para Krabby, o BTC irá falhar em romper a próxima resistência, dando início a um movimento de baixa até os US$ 7.500 – US$ 8.000, seguido de uma recuperação para os US$ 9.000 e volta a cair até uma linha de tendência de alta com suporte perto dos US$ 6.900.

Gráfico publicado no twitter de Krabby para ilustrar a análise

CZ não respondeu o analista, mas diversos usuários tentaram entrar na onda e pediram uma fatia dos 10 BTCs, caso a análise esteja errada, alegando que o CEO da Binance já é rico demais e não precisará dos bitcoins.

Na manhã de terça-feira (06), o Bitcoin foi negociado acima de US$ 12.000. Às 17:53, a criptomoeda é negociada a US$ 11.650, após queda de 0,88% nas últimas 24 horas. No Brasil, o BTC é negociado a R$ 45.835.

Em paralelo, as principais criptomoedas do mercado também operam em queda. Ethereum (ETH) cai 2,9% e é cotada a US$ 226 enquanto Ripple (XRP) e Litecoin (LTTC) desvalorizam 4,2% e 5,1% respectivamente.


Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!