Todas as Grandes Exchanges Sul-Coreanas de Criptomoedas Falharam no Teste de Privacidade

A Comissão de Comunicações da Coreia do Sul conduziu um levantamento com as principais exchanges de criptomoedas do país e percebeu que elas tinham proteção insuficiente para os dados do cliente. Oito delas foram sancionadas, com 30 dias para resolver seus problemas e proteger seus sistemas.

Todas as grandes exchanges falharam

A Comissão de Comunicações da Coreia do Sul (KCC) anunciou na quarta-feira que multou 8 exchanges de criptomoedas em um total equivalente a R$ 480 mil por violação da Lei de Proteção de Informações Pessoais.

Dez corretoras foram inspecionadas e apenas duas, que não oferecem mais serviços relacionados a criptomoedas, não tiveram problemas.

As 10 empresas pesquisadas foram Upbit, Ripple4y, Coinpia, Youbit, Korbit, Coinone, Coinplug, Eyalabs, Bizcoin e Bizstore, de acordo com Chosun. Bizcoin e Bizstore pararam seus serviços relacionados com criptomoedas durante a pesquisa e foram excluídos da lista. A maior empresa de criptomoedas do país por volume, a Bithumb, foi previamente investigada separadamente.

A multa

O KCC multou a Upbit em 20 milhões de won coreanos (~ R$ 60.000), Ripple4y 15 milhões de won, 15 mil milhões da Coinpia, Eyalabs 10 milhões, 25 milhões de won da Youbit, Korbit 21 milhões, Coinone 25 milhões de won e Coinplug 10 milhões de won.

Bithumb foi sancionada pelo KCC em dezembro. A agência multou a empresa em 60 milhões de won coreanos (R$ 180 mil) por vazamento de dados dos clientes.

A Comissão ordenou que todas as exchanges interrompessem imediatamente todas as violações. Elas devem fazer correções dentro de 30 dias e reportar os resultados ao KCC, anunciou a agência. A Comissão também planeja fornecer diretrizes e educação regular para todos funcionários encarregados da proteção de informações pessoais.

Para evitar o acesso não autorizado a dados pessoais, o KCC exige que as exchanges “instalem e operem um dispositivo de controle de acesso, como um sistema de prevenção de intrusão”, escreveu a agência.

As empresas também devem “estabelecer e implementar planos de gerenciamento internos”, incluindo aqueles “relacionados à gestão de carteiras eletrônicas de moeda virtual e chaves criptográficas e à transmissão de transações de moeda virtual”, detalhou o KCC.

Leia Também: Bitcoin Cai US$ 1.000 e Volta a se Aproximar dos US$ 10.000

 

Participe do #1 Congresso Online do Mundo Sobre Bitcoin (GRATUITO), acesse: https://goo.gl/qynvXN

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br