Senadores Australianos Pressionam Banco Central para Tornar Bitcoin a Moeda Oficial

Dois senadores australianos pressionaram o Banco Central da Austrália a abraçar o bitcoin e torná-lo uma moeda oficial. Sem isso, o país arriscaria a sua competitividade financeira e seria deixado para trás, disseram eles.

O senador Sam Dastyari e a senadora Jane Hume, pressionaram o Banco Central da Austrália (RBA) para “abraçar os bitcoins como uma forma oficial de moeda”, informou o Sydney Morning Herald na terça-feira. Dastyari representa o maior Estado da Austrália, New South Wales. Hume representa Victoria, o estado mais densamente povoado e o segundo mais populoso.

Leia Também: 24 Milhões de Australianos já podem pagar suas contas com Bitcoin

Sem adotar o bitcoin, a Austrália arrisca a competitividade futura em seu setor de serviços financeiros no valor de US $ 145 bilhões ao ano, a publicação detalhou e citou Dastyari dizendo:

Este será um salto revolucionário para o Banco Central e para as instituições financeiras australianas. O que queremos fazer aqui no Parlamento é criar o ambiente político para permitir que esse salto ocorra.

O senador Matt Canavan também apoiou publicamente o bitcoin. Em setembro de 2015, ele pediu à Comissão Australiana de Concorrência e Consumidores (ACCC) que investigasse se as empresas de bitcoin foram tratadas injustamente depois que grandes bancos fecharam as contas de 30 dessas empresas. No entanto, em 2016, o ACCC liberou bancos de qualquer irregularidade.

Leia Também: Agora é Possivel Comprar Bitcoin em 1800 Agências de Correios na Áustria

Em 2014, ele e Dastyari co-autor de um artigo destacando a atratividade das criptomoedas. “O surgimento do bitcoin e outras formas de moeda digital poderia revolucionar os mercados monetários”, escreveram.

Se a concorrência é tão boa nos mercados de produtos, por que não devemos permitir a concorrência nos mercados de moeda também – por que os governos devem ter um monopólio?

O medo de ficar para trás

Dastyari tem sido um importante defensor do bitcoin como uma moeda desde que o governo retirou a dupla tributação. Ele propôs, em 2015, que a Austrália poderia “se estabelecer como um líder global em relação às moedas digitais e que o país não deveria arriscar-se por deixar de investigar todas as oportunidades”. Ele reiterou esta crença na terça-feira, acrescentando que:

A questão para a Austrália é que vamos  ser seguidores ou vamos liderar. Precisamos encontrar uma maneira bipartidária de fazer isso.

“Não podemos competir com nossos vizinhos asiáticos quando se trata de produzir bens e serviços baratos”, admitiu, mas acrescentou que “podemos competir quando se trata de serviços financeiros, mas isso vai significar decisões grandes e audaciosas”.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!