“Rendimentos diários de 1,5% a 5% é golpe”, diz Polícia Civil do Amazonas em alerta sobre pirâmides

Foto: Shutterstock

A Polícia Civil do Amazonas publicou na última quinta-feira (07) um alerta sobre como proceder em caso de golpes de pirâmide financeira, crime que tem sido praticado em todo o Brasil e onde muitos deles usam o bitcoin como atrativo.

De acordo com o aviso, que partiu da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), o objetivo do alerta é levar à população informações relevantes que ajudam o investidor a não cair em armadilhas.

Uma delas, que inclusive fez várias vítimas em Manaus, capital amazonense, foi a Unick Forex.

Assim sendo, o delegado Eduardo Paixão, titular da Decon que redigiu o texto, deixa claro como agem os piramideiros. Para ele, é preciso ter calma ao investir no mercado de criptomoedas.

Por isso, ele destacou como identificar um golpe desde a primeira abordagem.

Esquemas de pirâmide

Dentre os destaques, o delegado descreveu que ofertar bônus a investidores que levarem mais gente para o negócio já pode ser um indício de golpe.

Essas ofertas geralmente são feitas principalmente por quem já possui status de líder na empresa e promove reuniões.

A coisa fica mais séria ainda se há promessas de bônus diários que não condizem com a realidade do mercado brasileiro.

“Se existe a promessa de rendimentos diários de 1,5% a 5%, é golpe”, escreveu Paixão, acrescentando:

“Esses valores altos só servem para seduzir pessoas ingênuas e gananciosas. A verdadeira criptomoeda não paga isso, e nada no mercado oferece esses juros”.

O delegado tachou também como possível golpe qualquer retorno garantido. Para explicar, ele lembra a oferta de planos de rentabilidade com produtos que envolvem a compra fixa de pacotes.

Ele também lembrou de duas táticas usadas por piramideiros em seus esquemas — uma logo no começo e a outra quando a pirâmide começa a ruir:

Início de pirâmide — “Líderes ostentação ou blogueiros publicitários mentindo lucros — em carros, festas? É golpe”, escreveu.

Fim da pirâmide: — Oferecer uma criptomoeda própria, sem valor de mercado, para pagar aqueles que confiaram seus bitcoins (ou dinheiro ou outra criptomoeda com valor de mercado) na plataforma.

Denunciar pirâmide à CVM e às polícias

Eduardo Paixão finaliza o alerta com a seguinte frase:

“Oferece planos de investimento? Consulte a CVM; se não tiver autorização, é ilegal, possível pirâmide”.

No alerta, que possivelmente vai ecoar em outros departamentos de polícia de Manaus, a Decon pede que a população denuncie qualquer sinal de prática criminosa.

Em Manaus, as denúncias podem ser realizadas por meio dos (92) 3214-2264 e 99962-2731 ou formalizadas pessoalmente na Decon. O endereço é rua Felismino Soares, bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul da capital.

Além disso, diz o texto, é importante que a delação seja, também, formalizada na CVM, por meio do número 0800 025 9666, e ao Ministério Público Federal (MPF), pelo (92) 2129-4700.

Pirâmide em Manaus

A Unick Forex se tornou uma empresa bem popular no estado do Amazonas e lá hoje correm vários processos contra a empresa.

Em agosto, Marcelo Prata, um líder da Unick em Manaus implorou para a empresa resolver a situação que já estava agoniante para a maioria dos investidores. “Pelo amor de Deus, devolvam o dinheiro das pessoas”, disse.

Prata, que divulgava a empresa na região, chegou a promover uma palestra dentro de uma corporação militar e junto ao chefe do corpo de bombeiros.

Mais recentemente, o empresário Mário Augusto, presidente do diretório municipal do Democratas (DEM) de Manaquiri, se lançou como pré-candidato a prefeito da cidade.

No entanto, ele é acusado pela população de ter praticado o esquema da Unick na região.

Leia também


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!