Preço do ouro sobe com investidores buscando segurança em meio a crise entre EUA e China

(Foto: Shutterstock)

O preço do ouro atingiu seu ponto mais alto em mais de três meses, com os investidores buscando comprar ativos seguros enquanto há uma turbulência política e econômica entre EUA e China.

O mais recente movimento que desencadeou a compra do metal precioso foi a ação de retaliação da China para aumentar as tarifas dos produtos norte-americanos que entram em seu país. Esta foi uma resposta contra as últimas taxas impostas por Trump em mais de US$ 300 milhões em mercadorias chinesas.

Os preços a mercado do ouro aumentaram em 1,1%, para US$ 1.299,30 por onça. A alta marcou o maior aumento percentual do ouro em um dia desde fevereiro. Os futuros do ouro nos EUA também subiram 1,1%, para US$ 1.301,80 por onça, uma vez que reagem ao atual clima econômico.

De acordo com especialistas ouvidos pelo Bussines Times, a compra de ativos considerados “portos-seguros” está em alta, com os investidores prevendo um aumento no risco geopolítico. As tensões comerciais alinhadas colocam as ações sob muita pressão, deixando os investidores sem outra opção a não ser buscar investimentos mais seguros.

Apesar do alerta de Trump para não retaliar, a China avançou com sua promessa de aumentar as tarifas em uma ampla gama de produtos dos EUA. O movimento afetou negativamente os mercados acionários globais, chegando a pressionar os rendimentos do Tesouro dos EUA para níveis recordes de baixa.

No Brasil, o Ibovespa também segue o mercado internacional e vem em uma sequencia de quedas, tendo perdido mais de 3.000 pontos desde o início do mês.

O Bitcoin, que assim como o ouro é considerado um ativo “porto seguro”, também opera em alta e foi negociado na sua máxima anual de US$ 8.200 nesta semana.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!