Por que a tecnologia blockchain é considerada mais valiosa do que as criptomoedas

Por que a tecnologia blockchain é considerada mais valiosa do que as criptomoedas
Imagem: Shutterstock

Parte da confusão entre o que é blockchain e o que é criptomoeda deve-se ao fato de como os termos têm sido utilizados.

Em vez de ser introduzido por uma definição formal, o termo blockchain se desenvolveu a partir de “cadeia de blocos” (chain of blocks).

Criptomoeda é uma descrição de “moeda criptográfica”. Mas a diferença fundamental entre esses conceitos tem a ver com o uso da tecnologia de contabilidade distribuída.

Este artigo descreve o que a blockchain e as criptomoedas envolvem e fornece uma explicação sobre por que a rede é considerada mais valiosa do que as criptomoedas.

O que é a tecnologia Blockchain?

Blockchain é uma tecnologia de contabilidade distribuída que forma uma “cadeia de blocos”. Cada bloco inclui informações e dados agrupados e verificados.

Esses blocos são então validados e inseridos na cadeia de transações e informações dos blocos anteriores. Esses blocos de transações são permanentemente registrados no livro razão distribuído que é a blockchain.

O que é uma Criptomoeda?

Ao contrário da blockchain, a criptomoeda tem a ver com o uso de tokens baseados na tecnologia de contabilidade distribuída. Ela pode ser vista como uma ferramenta ou recurso em uma rede blockchain.

Qualquer coisa relacionada a compra, venda, investimento, negociação, microtipagem ou outros aspectos monetários lida com um token ou ‘subtoken’ nativo na rede.

Como tal, a criptomoeda é uma moeda digital formada com base na criptografia.

Por que Blockchain é considerada mais valiosa do que as criptomoedas?

Dependendo de com quem você fala, a blockchain é uma inovação para transformar o mundo como o conhecemos ou é a última moda em TI.

Objetivamente, a blockchain tem atributos específicos que validam a crença de que ela tem potencial transformador.

Normalmente, a blockchain é simplesmente um banco de dados, especificamente eficaz no processamento de transações. Isso envolve ativos, independentemente de serem financeiros, físicos ou abstratos, como informações do consumidor.

No entanto, essa tecnologia possui quatro atributos que a tornam única e são cruciais para seus casos de uso potencialmente transformadores em vários setores, além do setor financeiro.

  • Descentralização;
  • Contratos Inteligentes;
  • Algoritmos de consenso;
  • Imutabilidade

Descentralizada e sincronizada

Em primeiro lugar, a tecnologia blockchain é projetada para ser descentralizada e sincronizada entre sistemas, tornando-a ideal para redes de várias empresas, como cadeias de suprimentos ou instituições financeiras.

Ela também promove o compartilhamento de dados entre as entidades envolvidas, o que não é comum nos atuais sistemas centralizados.

Em segundo lugar, essa tecnologia limita a capacidade dos participantes de fazer o que quiserem com os dados contidos nela.

Essencialmente, os tipos de transações que se pode executar são facilitados por consenso, que é alcançado com antecedência e mantido na blockchain, como contratos inteligentes.

Este aspecto fornece confiança de que todos os participantes estão jogando de acordo com as regras.

Em terceiro lugar, antes de realizar uma transação, é necessário um consenso entre todos os participantes da rede de que ela é autêntica.

Por exemplo, se você estiver registrando a venda de um carro, deverá provar sua propriedade, caso contrário, não haverá consenso.

Esse processo é central para a eliminação de imprecisões ou transações fraudulentas dos sistemas blockchain.

Depois que uma transação é validada e capturada na blockchain, ela nunca pode ser alterada.

Os usuários podem registrar transações subsequentes para alterar o estado do ativo em questão, mas você nunca pode ocultar a transação original.

Esse aspecto gera a noção de proveniência de ativos quando eles são capturados na blockchain.

Essencialmente, é possível rastrear a localização atual de um ativo, onde ele estava anteriormente e o que aconteceu ao longo de seu ciclo de vida. Este é o atributo de imutabilidade dos dados mantidos em uma blockchain.

Criptomoeda depende de blockchain

Por outro lado, a criptomoeda é um meio de troca digital que depende da tecnologia blockchain para descentralização, transparência e imutabilidade.

O aspecto único das criptomoedas é a ausência de uma autoridade central para supervisionar sua regulamentação, como é o caso das moedas fiduciárias.

Como tal, os casos de uso de criptomoedas são restritos a facilitar transações financeiras.

Em conclusão, as blockchains servem como tecnologia de base, na qual as criptomoedas fazem parte do ecossistema. Elas andam de mãos dadas.

A criptomoeda, portanto, é frequentemente necessária para realizar transações em uma blockchain, mas sem a blockchain não teríamos meios para essas transações serem registradas e transferidas.

Sobre o autor

Fares Alkudmani é formado em Administração pela Universidade Tishreen, na Síria, com MBA pela Edinburgh Business School, da Escócia. Desde janeiro de 2019, atua na empresa de criptomoedas Changelly como gerente geral para a América Latina.

Acompanhe o Portal do Bitcoin no LinkedIn

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!