Pesquisa Revela Suposto Grupo que Controla o Bitcoin

(Foto: Shutterstock)

Uma pesquisa revelou que há um suposto grupo de holders de bitcoins que controla a criptomoeda, após uma análise do blockchain no período entre 2009 e 2013 pelos pesquisadores Leonardo Ermann, Klaus Frahm e Dima Shepelyansky que publicaram um artigo em 2 de julho.

Os cientistas chegaram à conclusão de que existe uma facção muito influente segurando grandes quantidades de Bitcoin e que ela também é responsável pela maioria das confirmações da rede, ou seja, a distribuição de riqueza está concentrada entre algumas pessoas, anotou o BTC Manager.

“Os bitcoins podem ser analisados porque todas as transações são rastreáveis. Isso significa que eles são um sistema atraente para que físicos estudem”, diz a justificativa no relatório dos cientistas.

Eles se referem à tecnologia Blockchain que é uma rede aberta, como um livro para consulta pública, diferentemente de bancos e instituições financeiras que gerenciam o pagamento e a liquidação da moeda fiduciária e não revelam muitos detalhes.

A pesquisa foi concentrada no período de 11 de janeiro de 2009 e 10 de abril de 2013 onde foram analisadas todas as transações passadas na blockchain do bitcoin. Estudos anteriores também já sugeriram uma participação majoritária no montante existente do Bitcoin.

“Descobrimos que o espectro tem uma estrutura de tipo circular incomum que atribuímos a comunidades ocultas existentes de nodes ligados entre seus membros. O coeficiente de Gini (um indicador de desigualdade econômica) das transações para todo o período está próximo da unidade, mostrando que a parte principal da ‘riqueza’ da rede é capturada por uma pequena fração de usuários”, apontou a pesquisa.

Em resumo, o estudo revelou uma anomalia onde círculos se formam próximo a um círculo unitário, o que até hoje, estatisticamente, nunca havia sido notado. Esta estrutura destaca uma comunidade fechada sendo envolvida em uma longa cadeia de transações.

As características importantes da rede que influenciaram os resultados das análises se deram por conta da criação de uma matriz de transações com a ferramenta do Google desenvolvida pelos pesquisadores.

SEC x Manipulações

Caso este estudo venha a ser reconhecido pela Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), o mercado de criptomoedas poderá ser profundamente abalado, visto que a agência tem investigado casos de supostas manipulações de preços em criptoativos.

A agência de mobilizou após analisar dados minuciosos de quatro especialistas – que pediram para não serem identificados.

Essas práticas ilegais podem influenciar os preços de qualquer produto, seja ele físico ou digital.

No mercado de criptomoedas um simples spoofing (o que mascara, esconde) pode inundar uma plataforma com ordens falsas e, assim, induzir investidores.

Nesta semana o governo dos EUA acusou a Ripple Labs Inc. (startup da XRP) de manipulação de preços. A empresa é alvo de processo na SEC por manipulação do valor do token.

O órgão considera que houve retirada de unidades da moeda de circulação e autofinanciamento com informações privilegiadas, práticas contrárias à legislação local.

 

BitcoinTrade

A BitcoinTrade é a melhor solução para compra e venda de criptomoedas.
Negocie Bitcoin, Ethereum e Litecoin com total segurança e liquidez.
Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android:
https://www.bitcointrade.com.br/