OLX e Mercado Livre removem milhares de anúncios de álcool gel por preços abusivos

Outros produtos como máscaras de proteção também foram retirados

OLX e Mercado Livre removem milhares de anúncios de álcool gel por preços abusivos
Foto: Shutterstock

As plataformas de comércio eletrônico OLX e Mercado Livre têm removido milhares anúncios que apresentam valores abusivos no álcool gel e máscaras utilizados na prevenção do coronavírus.

De acordo com a OLX, somente entre 19 e 29 de março foram excluídas 16 mil publicações do tipo. Por isso, conforme explicou em nota, a empresa aumentou a vigilância para que os usuários respeitem os consumidores.

“Neste momento desafiador, a OLX entende a importância de permitir anúncios deste tipo de produto na plataforma e, para isso, intensificou esforços para que os usuários respeitem as tabelas de preços oficiais de mercado”, disse a empresa em comunicado nesta quarta-feira (08).

A empresa também criou um canal exclusivo para denúncia de ofertas abusivas de produtos relacionados à prevenção do Covid-19 e alertou os usuários:

“Estamos em um momento em que precisamos cuidar uns dos outros para se prevenir e conter o avanço da doença. Não pratique preços acima do valor de mercado para itens como máscaras e álcool gel, que são itens  tão importantes para ajudar na prevenção do vírus”. 

Segundo o Valor Investe, o Mercado Livre também passou pelo mesmo problema e já intensificou a vigilância contra preços abusivos. A plataforma providenciou então a retirada de anúncios de produtos que prometem inlcusive a cura do coronavírus.

Pelo menos até o dia 03 de abril, foram derrubados quase 17 mil anúncios desses itens com preços considerados irregulares, diz o site.

Conforme a reportagem, o Mercado Livre afirmou que está monitorando e moderando anúncios de álcool gel, máscaras e outros produtos de higiene e segurança sanitária.

Além de disseminar informação falsas, as publicações são contrárias aos termos e condições do site, reportou o Valor.

Coronavírus: aumento de denúncias no Procon

Ainda segundo o Valor Investe, o Procon (Órgão de Proteção e Defesa do Consumidor), registrou um aumento de 618% no número de denúncias relacionadas ao coronavírus.

Segundo o órgão, até o dia 6 de abril, foram registradas 2.831 denúncias, sendo 1.706 relacionadas a produtos usados no combate ao vírus.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br