O uso de criptomoedas decola em novos setores

Esta é uma publicação paga. O Portal do Bitcoin não endossa e não é responsável por nenhum conteúdo, precisão, qualidade, publicidade, produtos ou outros materiais nessa publicação.

(Foto: Pixabay)

Desde seu surgimento em 2009, as moedas virtuais têm sido frequentemente relacionadas a compras online e ao anonimato que elas oferecem, mas, ao longo dos anos, já mostraram que seu uso vai além disso.

As criptomoedas e a segurança

Um dos principais fatores das criptomoedas é o nível avançado de segurança que elas oferecem, o qual já foi adotado por alguns bancos para garantir a integridade das transações financeiras e dos contratos feitos em torno delas.

No entanto, este não foi o único campo em que as moedas virtuais ganharam um papel de liderança, uma vez que, como mostra o jornal Folha de S. Paulo, a moeda digital ganha força no setor imobiliário brasileiro. Isso se deve ao fato de que o uso de criptomoedas está se tornando cada vez mais importante para a compra de imóveis no país, uma vez que empreiteiros como o Valor Real, ou Tecnisa, já aceitam Bitcoins como forma de pagamento desde 2014.

Note-se que este método de pagamento se destaca porque oferece uma forma de liquidez às pessoas que já aproveitaram dos ganhos obtidos pela valorização do seu investimento em moedas digitais como o Bitcoin.

Outro uso que está ganhando popularidade para dar liquidez às criptomoedas, é usá-las para apostar em sites, já que na atualidade, muitas plataformas fazem uso delas para garantir a segurança das negociações, e dos usuários que participam dentro delas, enquanto se divertem.

As moedas digitais e os mercados do futuro

O uso atual de criptomoedas como o Bitcoin, em plataformas novas e diferentes, popularizou seu uso em diferentes contextos, ampliando as opções de aprendizado nesse mercado.

Termos como Bitcoin, Blockchain ou Carteira Digital, estão se tornando mais comuns e são frequentemente usados em sítios web de notícias e educacionais.

É nesse campo educacional que as moedas virtuais e a tecnologia ao seu redor, têm uma perspectiva mais favorável. Devido a isso, e como mostra o site da Universidade Federal de Juiz de Fora, a Faculdade de Economia fez um curso gratuito sobre criptomoedas, a fim de apresentar a um maior número de pessoas, e dentro de um contexto econômico e acadêmico, o que são as criptomoedas, qual é a terminologia usada ao seu redor, e discutir as questões fundamentais atuais para o conhecimento desse universo da economia digital.

Esse tipo de informação transcende em relevância, devido à importância do conhecimento sobre o uso das moedas digitais no momento, para entender a direção que esse mercado vai tomar nos próximos anos.

(Foto: Pexels)

As criptomoedas chegaram para resolver vários problemas econômicos, como garantir a velocidade e a segurança das transações, assim como os contratos feitos em torno delas. Além disso, seu uso é projetado para que possa ser facilmente adotado por pessoas sem conhecimento prévio ou especializado em ciências da computação ou economia digital, pois, existem múltiplas plataformas para quem quer aprender mais sobre elas, usá-las para fazer compras pela internet, comprar imóveis, e até mesmo pagar por entretenimento fazendo uso das mesmas.