O que é uma Paper Wallet, Como Criar e Utilizar da Maneira Correta

O que é uma Paper wallet?

Paper wallet (carteira de papel) é um dos métodos mais seguros para guardar moedas a longo prazo, ela é gerada offline e não precisa guardar em nenhum software, mas a sua segurança depende do método que o usuário usa para gerar a paper wallet, ou seja, se quiser ter certeza de estar criando uma paper wallet segura, você deve realizar esses procedimentos:

  • Deve rodar o seu micro em um Sistema operacional livre, como o linux em modo live, pois assim que realizar os procedimentos posteriores pode desligar o micro que nada será gravado na memória.
  • Você deve baixar o zip do bitaddress clicando aqui e desligar a internet do micro. Após isso abra a página offline ou se tiver baixado o zip extraia os arquivos e abra a página offline.
  • Quando for gastar, você deve importar em uma carteira que transfira o endereço de troco da sua carteira, para inutilizar a paper wallet.

Vou deixar a minha recomendação da Youtuber Birgirl de como gerar a sua paper wallet de maneira segura:

Como funcionam as transações de Bitcoin

Para entender sobre endereço de troco você deve saber como funciona uma transação de bitcoin, ss transações de Bitcoin são formadas por entradas e saídas (Inputs e Outputs) que juntos formam dados em Bytes da transação, normalmente uma transação normal de Bitcoin pesa ~225 Bytes sendo formadas por 1 endereço de entrada e 2 endereços de saída, as entradas são os endereços usados para enviar bitcoin a partir do endereço recebido anteriormente para enviar para o recebedor, As saídas referem-se a endereços que são usados para enviar bitcoins para o recebedor, cada transação de bitcoin transfere moedas da quantidade de entradas para uma ou várias saídas (normalmente 2 saídas), ou seja, quanto mais vezes você receber, digamos 4 vezes, se você for gastar esse saldo de uma vez, você enviará a partir dessas 4 últimas entradas aumentando ainda mais o tamanho em bytes da transação, ou seja, quanto mais entradas e saídas uma transação tiver, maior será o seu tamanho em bytes, consequentemente, maior será a taxa para processar essa transação, não importa a quantidade de moedas. Tudo isso é configurado de maneira automática na sua carteira.

Transferir/sacar de uma paper wallet

Para gastar de uma paper walelt será necessário importar a chave privada em alguma carteira online para que ela crie a transação e transmita para a rede bitcoin, mas outra regra de segurança que muitas carteiras ignoram é que uma paper wallet deve ser usada somente uma vez, quando você importa a chave privada de uma paper wallet em uma carteira online, como a mycelium por exemplo, que importa a chave privada pronta para ser gasta, mas o endereço não é incluído na lista de endereços na carteira, qualquer chave que importamos fica em um compartimento separado, quando gastamos da chave importada a carteira cria a transação para o endereço de destino e o restante do saldo retorna para o endereço da paper wallet em vez de retornar para um endereço de troco da carteira, sendo necessário reutilizar a paper wallet por mais de uma vez para gastar o saldo, violando a segurança da paper wallet que é melhor ser usada apenas uma vez, pois o intuíto da paper wallet é ofecer segurança offline a prova de hackers e programas maliciosos de roubar a chave privada da paper wallet, assim que você importa a chave em uma carteira online, a paper wallet já está vulnerável a roubo, pois se tornou conhecida na internet pela carteira online, é claro que isso não é regra, mas nunca se sabe se em seu dispositivo está comprometido ou pode se tornar comprometido a sua segurança.

A maioria das carteiras onlines fazem uma varredura (swap), ou seja, transfere as moedas direto da paper wallet para a sua carteira online assim que o usuário escaneia o QR code do papel, criando assim uma transação e assim você já pode inutilizar a paper wallet, mas como as taxas de processamento do bitcoin estão caras atualmente, isso vai fazer você gastar duas vezes o mesmo saldo, pois você faz uma varredura da paper wallet para a sua carteira digital, e depois que for gastar você vai pagar outra taxa de transação se não quiser que a sua transação demore, não seria mais fácil utilizar uma carteira que faz a importação direta da chave privada da paper wallet e inutilize a paper wallet passando o saldo restante para um endereço de troco? é exatamente isso que vou ensinar aqui.

Importando chave privada no Bitcoin Core

Uma das carteiras que fazem a importação direta da chave privada é o Bitcoin Core, que é o cliente de referência do Bitcoin. Bitcon Core é uma carteira de desktop full node que baixa e sincroniza toda a blockchain, para baixar o bitcoin core baixe aqui (https://bitcoin.org/pt_BR/download) e selecione o seu sistema operacional. Depois de instalar e abrir o programa, a carteira começara a baixar todo o histórico das transações de bitcoin no seu computador, configure uma senha e faça o backup da carteira salvando o arquivo em um armazenamento externo, crie várias cópias desse backup, o backup da carteira é criptografado com a senha que você usou para criptografar a carteira, espere ele sincronizar, que pode levar dias ou semanas. Vou usar o bitcoin core testnet, pois como o próprio nome diz, é uma parte da rede de testes da rede bitcoin para não precisar mexer com valores reais em bitcoin, pois será usado somente como demonstração, o que você deve executar é o “Bitcoin core”. Pronto, depois que sincronizou vamos fazer a importação da paperwalelt seguindo os seguintes passos:

Quando for usar a paperwalelt, desconecte o micro da internet, crie um novo documento de texto, pode usar o bloco de notas se estiver usando o windows, quando o bloco de notas abrir, digite a chave privada e uma data e um horário qualquer, exemplo: cTknX95Gay222ENmebea46ypvX2JCPuKyad5gMkui5KvyXp6HCbU 2017-11-07T13:48:56Z, feito isso salve e nomeie um nome qualquer, exemplo: privatekey e salve o documento em um lugar qualquer, exemplo: C:\Users\Seu-Usuário\AppData\Roaming\Bitcoin quando for importar você deverá especificar o diretório que o arquivo foi salvo no computador.

digite a chave privada e a data e um horário qualquer (pode ser do jeito que está na imagem, mas a chave precisa ser a sua. Após ter feito isso aperte CTRL + S ou vá em arquivo, nas opções que aparecer, clique em salvar e escolha um local de sua preferência para salvar o arquivo
Abra o Bitcoin Core, Vá em ajuda, clique em “janela de depuração”, na janela que se abrirá, clique em console.
Na caixa de texto você deve digitar a sua senha digitando o seguinte comando: walletpassphrase “Digite-sua-senha-aqui” 500 e aperte a tecla enter (o número 500 indica quantos segundos a wallet ficará desbloqueada, você pode colocar quantos segundos quiser)
Você deverá especificar o diretório em que você salvou o documento contendo a chave e digitar o nome do arquivo por último, exemplo: digite o comando importprivkey “C:\Users\Seu-Usuário\AppData\Roaming\Bitcoin\privatekey.txt” e pressione a tecla enter

Após isso o bitcoin core vai fazer a importação da chave privada que pode demorar ~2 minutos em média e ele vai enxergar o saldo contido em seu endereço caso você depositou no endereço e aparecerá em transações recentes na guia visão geral da carteira, não precisa conectar a internet ainda, pois como você terá a blockchain no seu HD, a wallet vai enxergar o saldo na sua carteira, apenas conecte o micro na internet quando for fazer algum envio. Você pode importar quantas chaves quiser, basta digitar a chave privada no documento e a data, por exemplo, se eu quiser importar mais de três chaves privadas:

cTuH1tH9basuhrVVZzMqY2iimnB2W5fS6hKcYt1UtCijV9mzjzX6 2017-11-07T13:48:55Z
cRJ98TNH3jM8N9gcLpKv9c5ttGnnWra9g8DZd3HMQBkf777E9nBD 2017-11-07T13:48:55Z
cQrCMyfoXEMQhKM2rkuaBYND1izLDUKPqx1eUR2wn1Yd9xenwEtc 2017-11-07T13:48:55Z

Feito a importação, digite o comando: walletlock e aperte a tecla enter para bloquear a sua carteira.

No canto superior direito do bitcoin core, clique em arquivo, e depois em endereços de envio, verá que o seu endereço da paper wallet estará listado entre os endereços da carteira, agora você pode gastar o saldo, se você não gastar todo o saldo, o restante voltará para um endereço de troco da sua carteira bitcoin core, o que significa que você não deve excluir a carteira do bitcoin core, pois se fazer isso vai perder o restante das suas moedas a menos que tenha salvo o backup! podendo assim descartar a paper wallet (ou guardar de enfeite rs).

Note que esses endereços são da rede bitcoin testnet, pois está sendo usado para fins de demonstração

Você pode fazer esse processo com qualquer moeda como litecoin, dash, dogecoin que seguem o modelo de referência do Bitcoin Core, você também pode fazer o processo de importação de chaves privadas na carteira Electrum também, embora seja mais fácil ainda, mas é necessário definir o endereço de troco manualmente (pode até ser um endereço de outra paperwallet), no próximo artigo vamos falar de como importar e gastar uma paperwallet da carteira Electrum da forma correta.