Morre ícone criptoanarquista e um dos fundadores da lista de emails de onde surgiu o Bitcoin

Morre îcone criptoanarquista e um dos fundadores da lista de emails de onde surgiu o Bitcoin
Timothy May durante videoconferência (Foto: Reprodução/Youtube)

Conhecido como um dos “pais” do movimento criptoanarquista e visionário em relação à tecnologia blockchain, Timothy C. May faleceu nesta semana, aos 67 anos.  Segundo a revista Breaker, a informação foi divulgada no sábado (15) em uma rede social. May estava em sua casa, em Corralitos, na California e sua morte foi em decorrência de causas naturais.

Após se aposentar da Intel, em 1986, May foi influenciado pelos trabalhos iniciais de David Chaum sobre criptomoedas, o que o levou a escrever o “Manifesto Criptoanarquista”, em 1988. Segundo o site Breaker, as observações de May foram “premonitórias sobre o futuro da tecnologia digital”.

Com apenas 500 palavras, o manifesto de May apontou que os avanços na tecnologia iriam “alterar completamente a natureza da vigilância estatal, a capacidade de cobrar impostos e controlar interações econômicas e a habilidade de manter em segredo certas informações, e, mais além, alterar a noção de confiança e reputação.”

Quatro anos mais tarde, em 1992, surgia a organização “Cypherpunks” – uma alusão ao gênero cyberpunk. Criada com Erich Hughes, John Gilmore e Hugh Daniel, a lista de e-mails encabeçada por May foi responsável pela criação de um movimento que desenvolveu a maior parte da tecnologia criptográfica utilizada hoje em dia no sistema blockchain.

A lista de e-mails acabou sendo encerrada após os ataques de 11 de setembro em 2001. No entanto, os protocolos e softwares de criptografia que May ajudou a desenvolver se tornaram fundamentais para garantir uma interação digital privada, autenticação e verificação nas primeiras versões de redes protegidas.

Os criptoanarquistas trouxeram ao mundo a ideia de que o poder da criptografia, aliado a um sistema descentralizado de computadores, protegeria a privacidade do usuário e impulsionaria as liberdades individuais. “As noções de May foram um presságio e provavelmente influenciaram a invenção do Bitcoin”, apontou o Breaker.

O especialista em criptografia e community manager da Huobi, Avelino Morganti, também comentou sobre a importância de May: “Ele lutou contra a proibição da exportação de criptografia, previu o surgimento do Wikileaks, SilkRoad, BitNation e teve grande influência na discussão sobre moedas digitais. Uma perda inestimável para o ecossistema”.

Morganti também lembrou que o ex-cientista sênior da Intel apareceu na capa da revista americana de tecnologia Wired em uma reportagem especial sobre a guerra contra a criptografia imposta nos anos 90 pelo governo americano.

Eric Hughes, Tim May e John Gilmore

BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!