MICRO: Primeira mining exchange no Brasil

Esta é uma publicação paga. O Portal do Bitcoin não endossa e não é responsável por nenhum conteúdo, precisão, qualidade, publicidade, produtos ou outros materiais nessa publicação.

A MICRO, a mais avançada exchange no mercado global de criptomoedas equipada com sistema de Trade Mining (mineração dirigida às negociações), está lançando seu plataforma aqui no Brasil com suporte a moeda legal do país, Reais, com atendimento por 24 horas.

A exchange tem sua sede legalmente estabelecida em Singapura, Coreia do Sul e Brasil. O lançamento oficial da plataforma é no dia 15 de Dezembro de 2018. Até então, terá Pré-Venda de tokens MIC, que são emitidos e usados dentro da plataforma como token próprio que é pago quando usuário realizar negociações. No primeiro trimestre de 2019, terá abertura de mercado KRW(won, moeda legal da Coreia) que ampliará seu volume de negociações na plataforma com a participação de mercado gigantesco da Coreia. O maior público-alvo da MICRO também é público coreano, visto que eles estão mais vinculados com a forma de exchange que adota trade mining.

O ecossistema da MICRO contém muita diversidade que garante um valor inovador para usuários. Todos voltados para garantir que o token MIC seja valorizado. Os investidores terão prazer em participar da plataforma.

Porque MICRO é diferente?

Primeiramente, a MICRO é primeira plataforma no Brasil que garante retribuição total de seus lucros com usuários. Uma verdadeira forma de descentralização de lucro inspirado no espírito de blockchain implantado pelo Satoshi.

Sistema de Dividendos e Queima de Token(Buy-Back)

Todo lucro gerado pelas negociações na plataforma é retribuído na forma de recompensa. 50% é retribuído dentro do sistema de dividendos, que é para detentores de MIC no modo Stake em BTC ou ETH. Outros 50% é usado para queima de tokens de método buyback, que é uma forma de queima comprando todos tokens que estão distribuídos no mercado no preço cheio de Market. Assim, reduzindo quantidade absoluta em circulação e garantindo valorização da token MIC.

Trade Mining

A trade mining foi introduzida no mercado pela primeira vez através de FCoin, que pagava comissão gerado por token FT de volta. Esta forma de mineração fazia com que tivesse muita quantidade solta no mercado sem juízo, que acabava com o mercado por ter uma deflação (dumping) em massa. O sistema em si era revolucionário, porém, definitivamente não tinha sustentabilidade. A MICRO então por sua vez, adotou um sistema totalmente diferente com melhorias implantadas. No sistema da MICRO tem sua quantidade de mineração diária já definida e que os usuários mineram os tokens de acordo com sua contribuição feita em volume total de negociações geradas na plataforma. Assim garante igualdade de todos e um controle melhor sobre a quantidade em distribuição.

Sistema de Listagem BETA

Para estimular desenvolvimento do mercado de criptomoedas, a MICRO adotou sistema de listagem BETA de curto período. A MICRO seleciona projetos de criptomoedas que estão entre as 150 a 300 maiores em termo de capitalização baseado em dados da CoinMarketCap, e listará no mercado BETA após análises criteriosas de objetivo, motivo, possibilidades, potenciais e etc.

Pré-Venda de token MIC

A MICRO estará realizando sua pré-venda de tokens MIC a partir de dia 15 de Novembro até dia 15 de Dezembro por 1 mês. Neste período, os investidores podem usufruir de bônus de 10% em cima da quantidade comprada. Os investidores iniciais vão ter chance de obter lucratividade bem maior do que na mineração após lançamento de plataforma.

O preço é de $ 0,02 e criptomoedas aceitas na pré-venda serão BTC, BCH, ETH e cartão de crédito.

Abaixo são os dados de pré-venda:

Para maiores informações: