Mesmo com bancos digitais, 81% dos brasileiros consideram importante as agências físicas

Nubank, Original e Inter forçam Banco do Brasil, Bradesco e Itaú a fechar agências e mudar estratégia
Foto: Shutterstock

Um estudo realizado pela da equipe do Instituto QualiBest e publicado no início de julho, revela que mesmo com o surgimento de vários bancos digitais, pelo menos 81% dos brasileiros ainda consideram muito importante as agências bancárias físicas.

De acordo com a empresa, a população de internautas bancarizados no Brasil já chega a 77% e bancos 100% digitais, como Nubank por exemplo, têm ganhado mais espaço e com isso atraem mais clientes.

Intitulado ‘Banking & Fintech Insights’, o estudo deu-se mediante provocação online de 1.631 homens e mulheres acima de 18 anos em todo o país entre novembro de 2018 e janeiro deste ano.

Relação com bancos digitais

Segundo a QualiBest, “a pesquisa apurou uma série de dados para entender a relação da população internauta com o sistema bancário, o uso e conhecimento de bancos digitais e tradicionais, principais produtos e serviços consumidos e quais os motivos que ainda levam 23% dos entrevistados a fazer parte da população desbancarizada”.

Em média, diz o artigo, cada pessoa foi respondeu ao questionário possui relação com pelo menos duas instituições financeiras. Dentre elas, a Caixa Econômica Federal (CEF) foi a mais citada entre os bancarizados (51%).

Já o Bradesco, Banco do Brasil e Itaú têm relacionamento com 25% dos entrevistados. Atrás, vem Santander, com 18%, e Nubank com 8% dentre os bancos mencionados.

O que conta mais para que uma pessoa escolha seu banco é facilidade de acesso, tanto presencial como virtual. 65% prefere o canal digital, como internet banking e app do banco, na hora de ser atendido pelos bancos, diz o texto.

Contudo, 81% dos entrevistados ainda considera importante a existência de agências físicas. No entanto, eles revelaram que mesmo achando necessárias as agências físicas, só 30% disse que vai ao local mais de uma vez ao mês.

Outra questão foi sobre a preocupação em encontrar uma agência física. O medo foi mais evidente naqueles que não sabem muito bem o como funciona um banco digital (50%). Já dentre aqueles que conhecem a categoria, o percentual cai para 24%.

Daniela Malouf, diretora-geral da QualiBest, explicou:

“A insegurança com os bancos digitais diminui quando aumenta o conhecimento sobre eles. A ausência de tarifas, praticidade no gerenciamento de contas e a inovação de ser 100% digital são os principais fatores que motivam a abertura de contas em bancos digitais”.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!