O Mercado de Bitcoin é Manipulado? E daí? Lucre com Ele

(Foto: Shutterstock)

Em 11 anos de mercado financeiro, já investi em ações, opções, índice, tesouro direto, Forex e Bitcoin. Hoje me concentro apenas em Forex e em Bitcoin para trading e algumas poucas ações para o longo prazo (mais de 20 anos).

Nos serviços que presto até aceito outras criptomoedas como pagamento, mas investimento, faço em BTC. Ainda lembro muito bem de mim mesmo alguns anos atrás tentando imaginar se, como e quando o mercado era manipulado, o quanto aquilo prejudicava os pequenos investidores (as sardinhas) e o quanto os tubarões e baleias sacaneavam todo mundo para auferir grandes lucros.

Até mesmo quando o mercado subia ou caia o suficiente para pegar a minha ordem de stop loss eu pensava: “Olha aí, eu sabia. O banco X sabe onde estão os stops e forçaram o preço só para pegar o stop de todo mundo para depois voltar a subir”. Curioso é que quando o preço andava ao meu favor eu não pensava a mesma coisa – eu me achava o Lobo de Wall Street.

As baleias e tubarões não estão nem aí para as sardinhas

Esta afirmação fere o senso comum. A fantasia de que as sardinhas – o traders pequenos – são perseguidas permeia o universo do trading. O ponto aqui é o seguinte: o banco X não está nem aí para os seus R$100 que você vai eventualmente perder na ordem de stop. Ele não vai arriscar mover milhões para pegar os R$100 de algumas centenas de sardinhas…até porque não existe apenas o banco X. Ele teria que se arriscar contra todo o mercado – de alguns bilhões de dólares – para fazer isso.

Simplesmente não vale a pena. Ok, no mercado está todo mundo brigando contra todo mundo. Alguém só vende se outro compra e esse preço as vezes pode não ser o melhor para ambas as partes. Mas este jogo de peixe grande está muito além do nosso alcance.

Entretanto, não significa que o mercado não é manipulado. Basta ir no Google e encontrar inúmeras evidências, processos e execuções legais sobre manipulação de mercado. Sim, eventualmente os mercados são manipulados e nem sempre os manipuladores são responsabilizados.

E você com isso?

Você não deveria se importar em nada enquanto trader. Primeiro que você não deve gastar energia com algo que não é possível controlar. Ser um trader já é um trabalho difícil o suficiente para ficar pensando em coisas que não serão relevantes. O seu stop loss será acionado ou porque foi mal posicionado ou porque o mercado foi na direção contrária mesmo: e o stop loss serve para isso.

A vida segue e existem oportunidades todos os dias, ainda mais em mercados 24×7 como o das criptomoedas. Alguém também pode argumentar que é possível acompanhar a manipulação (como nos dumps e pumps programados) e lucrar com isso. Uma vez ou outra até pode ser lucrativo, mas definitivamente não é algo consistente. Lembre-se que você não é trader de alguns dias. Você esta neste negocio para ser lucrativo por anos, décadas. Do contrário, saia agora e economize tempo e dinheiro.

O segundo raciocínio é o seguinte: por que não tomar vantagem do fato de ser um investidor pequeno? As baleias – e vou passar a usar agora o termo correto de investidores institucionais – são compostos pelos grandes fundos de hedge, fundos de pensão e mesas de trading.

Lembra que o mercado é movido pela variação de oferta e demanda? Toda vez que investidor institucional precisa fazer um trade ele tem que mover alguns milhões dado o volume de sua ordem. Ele afeta diretamente o mercado – para cima ou para baixo – e isso para ele é um problema.

Ele precisa comprar um ativo a um certo volume em uma determinada faixa de preço. Se a ordem inteira for lançada, ele atrapalha a sua própria estratégia.

Além disso, não existe apenas um investidor institucional. Existem vários. E quando eles estão em jogo, consegue alterar o equilíbrio entre a oferta e a demanda causando o movimento de preços – a famosa tendência. É aqui que o trader pequeno leva vantagem seguindo a tendência e lucrando com isso. Essa é a grande vantagem do pequeno que não pode ser desperdiçada.

Um exemplo prático

O cruzamento de médias móveis é uma das estratégias mais difundas de trading. Dentre diversas combinações, as mais comuns são poder operar o cruzamento de duas médias ou o cruzamento do preço em relação à uma média.

Já adiando aqui que estes métodos não são lucrativos, não perca o seu tempo. Basta fazer uma simulação histórica para constatar. Entretanto, você pode fazer uma analise mais quantitativa da média móvel e conhecer o indicador RSL – Relative Strength by Levy (não confunda com o RSI, Relative Strength Index). Este indicador nada mais é do que a razão entre o preço atual e o ultimo preço de uma média móvel. No exemplo abaixo uso a média simples de 34 períodos.

E qual a relação disso tudo com o que foi escrito?

Eu disse que não importa para nós se o mercado é manipulado ou não. O que importa é que devemos concentrar nossa energia em ganhar dinheiro com trading, certo?

Um modo eficaz de se fazer isso é seguir a tendência e uma analise quantitativa do indicador RSL te ajuda a definir os pontos de entrada ou saída de uma tendência. Neste exemplo, usei os dados de 1 hora do Bitcoin desde 7 de maio de 2017 à 11 de maio de 2018. Compro Bitcoin toda vez que o valor do RSL de 34 períodos for maior do que 5,9% e menor do que 7,4% e vendo sempre que ele estiver entre -2.1% e -1.6%. Estes valores foram definidos por otimização e é aqui que entra a análise quantitativa. O resultado é o do gráfico abaixo: operando 0.1 BTCs teria sido possível fazer cerca de 2000 euros em 1 ano – resultado teórico sem descontar taxas e corretagens.

Este é só um exemplo e pode ser melhorado, sem dúvidas. O que eu quis chamar a atenção neste artigo é que não devemos nos importar com o que não pode ser controlado por nós. A nossa energia tem que ficar focada em ser um trader melhor. O mercado é soberano e lutar contra ele é pedir para perder dinheiro. Logo, seguimos o que ele sinalizada e surfamos a onda. Até o próximo artigo!