Mercado Bitcoin abre negociação de tokens de cotas de consórcio

Mercado Bitcoin abre negociação de tokens de cotas de consórcio
Foto: Shutterstock

O Mercado Bitcoin anunciou nesta quarta-feira (25) que está já está disponível na plataforma e no aplicativo da corretora a negociação de tokens de cotas de consórcio. De acordo com a empresa, o novo produto, lançado em parceria com a empresa de consórcios Concash, requer um investimento mínimo de R$ 100.

Segundo comunicado de imprensa, a corretora acredita que a negociação de ativos alternativos pode ser uma opção para o cliente que busca diversificação no atual volátil mercado tradicional.

O token de cotas de consórcio está em linha com o objetivo da empresa de ajudar o investidor a diversificar a sua carteira.

“São ativos que nunca haviam chegado aos pequenos investidores, mas que oferecem retorno de longo prazo superiores às aplicações tradicionais”, diz na nota Reinaldo Rabelo, CEO do Mercado Bitcoin.

Tokens do Mercado Bitcoin

Conforme detalhou o diretor, a empresa pretende levar o novo produto ao mesmo patamar dos tokens de precatórios. Este, foi lançado no ano passado, já possui R$ 25 milhões tokenizados, segundo Rabelo.

“É um bom negócio para o cliente inadimplente receber rapidamente parte do valor das parcelas pagas porque, caso contrário, teria que esperar, em alguns casos, anos para receber o dinheiro de volta”, comentou Lucas Hipólito, Head de Negócios da Concash.

Hipólito afirmou que a empresa compra a cota, regulariza dos pagamentos e oferece o lance necessário para contemplar a cota. Depois, o Mercado Bitcoin tokeniza e oferece na plataforma.

Ainda de acordo com a nota, com as cotas de consórcio tokenizadas contempladas, o prazo esperado para receber o pagamento em espécie é de 180 dias. Este feito pela administradora do grupo.

A diferença entre os valores já pagos ao consórcio e o valor pago pela cota é um dos componentes mais relevantes para a composição do retorno. O pagamento da cota contemplada, contudo, é de responsabilidade Caixa Consórcios.

A Concash é uma startup do Grupo DNR e da Gear Ventures, por sua vez, é um veículo de investimentos ligado ao Mercado Bitcoin.

Conta digital

No início do mês, o Mercado Bitcoin anunciou sua conta digital, lançada em parceria com a fintech ‘Meubank’. A emrpesa tem a exchange e o fundo de investimento Gear Ventures como sócios.

Segundo a empresa, o objetivo é oferecer uma alternativa ao sistema bancário para movimentar dinheiro e realizar investimentos em criptoativos. Ou seja, simplificar o ato de investir.

“O Meubank sai com essa proposta de poder simplificar e ser uma plataforma de investimento em ativos alternativos”, comenta Gustavo Chamati, sócio-fundador do Mercado Bitcoin.

“O DNA do Meubank é ser uma instituição de pagamentos voltada para ativos alternativos, que vai possibilitar aos clientes acessá-los em carteira pré-paga e usar esse dinheiro no varejo”, completou Gleisson Cabral, CEO do Meubank.