Litecoin despenca 35% um mês após halvening

Foto: Shutterstock

O Litecoin segue numa sequência negativa após a forte alta causada pelo hype em cima do halvening na rede. Apesar do momento, a criptomoeda segue com forte valorização em 2019.

Desde o halving, que aconteceu no dia 4 de agosto, o LTC caiu 35%, saindo de US$ 102 para US$ 65,43 às 12:10 (horário de brasília) nesta quinta (04). O LTC chegou a ser negociado a US$ 63,20 no dia 31 de agosto. Desde a máxima anual de US$ 141,02 registrada em 21 de junho, a criptomoeda amarga queda de 53%.

Mesmo operando em queda nas últimas semanas, o Litecoin é um dos ativos digitais de maior valorização no ano. Em 2019 a moeda digital acumula valorização de 103%.

O grande movimento de alta neste ano foi causado pela forte expectativa do halvening, evento que acontece de quatro em quatro anos onde a recompensa pela mineração é cortada pela metade, diminuindo assim a taxa de emissão. O mesmo evento é programado para acontecer no Bitcoin em meados de 2020.

Em paralelo com o aumento de preço antes do halving, o hashrate na rede e a dificuldade de mineração aumentaram em 200% desde o final de dezembro de 2018.

Após o halving, o poder de mineração da rede também teve uma queda de 30%. Esse movimento já é esperado. Como a recompensa pela mineração caiu pela metade, é esperado, como consequência, uma redução na dificuldade de mineração nas semanas seguintes, já que muitas máquinas são desligadas por deixarem de ser lucrativas.

No último halvening, em 2015, o preço do litecoin se comportou da mesma forma. No início do ano, nos meses antes do evento, a criptomoeda chegou a valorizar mais de 600%, saindo de US$ 1,20 para mais de US$ 8,00. Da segunda metade de 2015 até 2017 o mercado entrou num período de baixa que levou o preço até US$ 3,20.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!