Lightning Network Explicada por um Desenvolvedor

Atualmente, na mainnet do Bitcoin, já existem mais de 1.000 nodes e mais de 1.800 canais abertos.

Segregated Witness (SegWit) e a Lightning Network são frequentemente associadas uma vez que o SegWit permitiria que uma versão aprimorada da Lightning Network existisse no Bitcoin. No entanto, os aprimoramentos que o SegWit traz para a Lightning Network não são inteiramente claros para muitos usuários do Bitcoin. Durante a parte de perguntas e respostas de uma apresentação recente no Meetup Bitcoin Milano, o co-fundador da Lightning Labs, Olaoluwa Osuntokun, foi questionado sobre a relação entre a SegWit e a Lightning Network.

Osuntokun pôde explicar como o SegWit melhora a Lightning Network e o que aconteceria se a melhoria nunca fosse adicionada ao Bitcoin.

Canais de pagamento indefinido

A Lightning Network passou por algumas iterações, e suas origens remontam ao conceito original de canais de pagamento. Os canais de pagamento são uma forma de fazer pagamentos Bitcoin criptograficamente seguros sem transmitir cada transação para a blockchain, e a Lightning Network melhora efetivamente essa idéia criando uma rede generalizada desses tipos de pagamentos no topo do Bitcoin.

“Anteriormente, havia canais de pagamento, mas eles tinham uma vida útil limitada – o que significa basicamente que você abre um canal e depois cinco dias depois ou alguns dias você basicamente precisa fechá-lo”, disse Osuntokun. “Isso é um pouco limitante porque você como usuário ou o próprio software (idealmente) precisa decidir qual duração [os canais] devem estar abertos. E isso depende de muitos parâmetros. ”

De acordo com o Osuntokun, o fato de que os usuários precisariam reabrir os canais em uma base regular compensaria alguns dos benefícios de escalabilidade que deveriam vir com esses tipos de soluções de duas camadas.

Uma coisa que o SegWit nos permite fazer de uma forma muito limpa é que podemos ter canais que podem ser abertos para sempre”, explicou Osuntokun. “Você pode ter canais abertos por meses, por anos”

Osuntokun acrescentou que ele teve um canal Testnet Lightning Network aberto em seu laptop por cerca de quatro meses.

Maleabilidade da Transação

De acordo com Osuntokun, outro benefício da SegWit quando se trata da Lightning Network é que ela resolve a maleabilidade das transações “de forma limpa”.

“A forma como estas operações funcionam, é como uma estrutura em árvore, então você tem uma transação dependente de outra transação”, explicou Osuntokun. “Se essa outra transação for invalidada, então essa outra também será. Logo, você poderia ter um cenário estranho onde, mesmo que você tenha um – idealmente, você sempre poderia recuperar seu dinheiro – se a transação desse errado, basicamente, você não teria uma assinatura válida para desbloquear seu dinheiro “.

No white paper da Lightning Network, este cenário é descrito como uma “situação de reféns” (hostage situation) em relação aos fundos de um usuário a mercê de um usuário ruim.

Outsourcing

Outro benefício do SegWit para a rede Lightning tem a ver com a necessidade de assistir a blockchain para alguém tentando trapacear. Enquanto o sistema é seguro em teoria, os usuários ainda devem olhar a blockchain para transmitir uma transação de revogação se sua contraparte tentar te enganar. De acordo com Osuntokun, esta atividade pode ser terceirizada para outra parte se o SegWit estiver ativado na rede.

“Com o SegWit, podemos terceirizar, onde basicamente podemos dar ao servidor uma quantidade muito mínima de informações, o que nem revela qual canal você é, e esse tipo de ação pode agir em seu nome”, disse Osuntokun.

E se o Bitcoin não ativar o SegWit?

Finalmente, Osuntokun também comentou o que aconteceria em um cenário hipotético caso o SegWit não seja ativado no Bitcoin. No início, ele apontou para Litecoin, que já ativou o SegWit, como uma opção para novos testes.

“Nós podemos basicamente usar Litecoin como um tipo de provador”, disse Osuntokun. “Nós basicamente podemos testar nosso software em algo que é de uma escala um pouco menor para garantir que ele realmente esteja pronto e funcione bem”.

Dito isto, o Osuntokun acrescentou que a Lightning Network ainda pode chegar ao Bitcoin em um cenário onde o SegWit não seja ativado.

“Ainda podemos fazê-lo, mas será mais limitado em termos de capacidade, e será um pouco complicado”, disse Osuntokun. “Então, idealmente, nós conseguimos uma solução de maleabilidade, e o principal que está [disponível] agora é o SegWit. Tem um monte de testes; Eu implementei isso, e eu acho que é muito bom. ”

Leia a nossa série explicando a Lightning Network:

Entendendo a Lightning Network, Parte 1: Construindo um Canal de Pagamento Bidirecional

Entendendo a Lightning Network, Parte 2: Criando a Rede

Entendendo a Lightning Network, Parte 3: Fechando o Canal

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!