Justiça do Canadá confisca R$ 5,5 milhões em bitcoins de traficante que agia na deep web

(Foto: Shutterstock)

O Tribunal de Justiça de Toronto, no Canadá, determinou o confisco de 281 bitcoins (avaliados em R$ 5,5 milhões) que pertence a Matthew Phan, um traficante de armas e drogas que foi preso em uma ação da polícia em 2015.

De acordo com o site canadense The Star, a Justiça tomou a decisão depois de descobrir que as criptomoedas encontradas no computador de Phan se tratava de um produto de crime.

Os bitcoins, irão, agora, para os cofres da província de Toronto por meio da Procuradoria Geral do Canadá. É a maior apreensão desse tipo na história canadense.

Justiça obteve provas contundentes

O traficante de 30 anos agia na deep web. Em dezembro do ano passado ele confessou ter importado armas, cocaína e outras drogas ilícitas através da plataforma, segundo a promotoria.

“A conclusão é justa porque os pagamentos realizados nessas atividades ilegais foi feito com bitcoins da carteira digital de Pahn”, diz um trecho do relatório assinado pela juíza Jane Kelly.

O início do ano, Pahn se defendeu dizendo que nem todo os seus bitcoins foram usados para as atividades ilegais e que alguns foram usados como investimentos, para comprar e vender ouro e também para fazer trading em exchanges de criptomoedas.

A juíza, no entanto, disse que ela não duvida que Phan tenha negociado Bitcoin desta forma e rejeitou as provas que ele forneceu para explicar o porquê de possuir uma quantia tão grande da criptomoeda.

Ela explicou:

“Há provas contundentes que sugerem que Phan estava usando os bitcoins nos mercados da dark web para comprar itens ilegais, como armas de fogo e silenciadores”.

Ela acrescentou que as provas encontradas durante as buscas em sua residência, em Mississauga, justificaram a condução de uma grande operação de vendas de drogas ilegais.

Traficante ficou com apenas 7 BTC

Phan, que ainda não foi condenado, vai ficar com apenas 7.23 BTC, que equivalem atualmente a R$ 140 mil.

Segundo Kelly, essa era a única quantia guardada em uma de suas carteiras que não estava envolvida em seus crimes. Ele, então, poderá mantê-los sob sua propriedade.

História lembra o caso Silk Road

A história de Phan contrasta com a de Ross Ulbricht, criador do site Silk Road. Ele está preso e condenado à prisão perpétua, mas não por vender armas e drogas na deep web, e sim por ter criado um sistema para atividades ilegais.

Ross já tentou, sem sucesso, uma revisão de pena. Por isso, no início deste ano, ele resolveu pedir ajuda a uma das pessoas mais importantes da criptoeconomia, Roger Ver, investidor e criador do Bitcoin Cash.

O notícia do pedido de ajuda veio a público quando Ver gravou um vídeo quando lia uma carta recebida de Ross.

O investidor prometeu, então, ajudá-lo e vai subir o vídeo na plataforma freeross.org para que ação chegue até os ouvidos do presidente Donald Trump na esperança de que o líder americano dê-lhe o perdão, conforme o pedido de Ross.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse:https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!