Investir em Real ainda pode valer a pena mesmo com alta do dólar, diz Financial Times

Investir em Real ainda pode valer a pena mesmo com alta do dólar, diz Financial Times
Foto: Shutterstock

Os números recentes da economia brasileira deixaram investidores estrangeiros desanimados. No entanto, um texto no jornal britânico Financial Times nada contra a corrente e considera o momento atual uma oportunidade para investidores “mais ousados”.

A lógica não parece muito clara em princípio. Afinal, o dólar fechou na terça-feira (11) cotado a R$ 4,326, o maior patamar desde a criação do real — em um já longínquo 1º de julho de 1994.

A moeda americana também já acumula uma valorização de 7,81% somente neste ano, impulsionada ainda por números positivos quanto à geração de empregos na economia dos Estados Unidos. Esse tipo de dado costuma ajudar a drenar dólares que estão alocados em mercados emergentes, como o Brasil.

Real e a Selic

No entanto, o texto do Financial Times parte da nova redução da taxa básica de juros da economia brasileira para justificar sua aposta otimista. O Copom (Comitê de Polícia Monetária) do Banco Central a reduziu para 4,25%, o menor patamar da história.

Chamada de taxa Selic, ela é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial. 

Segundo o texto no jornal britânico, os seguidos cortes na Selic tornaram os investimentos em renda fixa pouco atrativos. Dessa forma, em busca de melhores rendimentos, os brasileiros têm se arriscado em aplicações mais voláteis, como a própria Bolsa de Valores.

Um exemplo citado é que no final de 2019 o valor das ações detidas por brasileiros na Bovespa ultrapassou o detido por estrangeiros pela primeira vez desde o início de 2014.

“Essa foi uma ótima notícia para as empresas, a maioria das quais falta crédito há décadas, a menos que sejam grandes o suficiente para contrair empréstimos no exterior ou, até recentemente, tenham tido a sorte de serem escolhidas para empréstimos subsidiados pelos contribuintes”, diz o texto.

Oportunidade de negócio

O artigo no Financial Times prossegue, afirmando que esse impulso interno fez com que empresas trocassem suas dívidas externas por financiamentos obtidos dentro do próprio pais. Essa possibilidade, antes considerada “impensável”, é vista como uma oportunidade para investidores.

“Nos últimos quatro anos, as ações brasileiras quase triplicaram em valor na moeda local. Os estrangeiros cautelosos correm o risco de perder”, diz o texto.

Outra aposta do texto publicado no Financial Times é a respeito da Reforma Tributária, que é vista como prioritária para desburocratizar processos e alavancar a economia.

Embora esteja atrasada, a proposta que simplifica a cobrança de tributos no país é uma das prioridades do Congresso Nacional e do governo federal para este ano. É um forte indicativo de que, pelo menos, haverá grande esforço para que seja feita de fato.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!