ICOs que arrecadaram Ethereum lucraram com venda da criptomoeda, indica estudo

(Foto: Shutterstock)

O preço do Ethereum caiu mais de 80% desde o seu máximo histórico perto de US$ 1.400. Apesar disto, projetos que angariaram ETH com ofertas de moedas iniciais (ICOs) têm ainda o equivalente a US$ 830 milhões nas suas carteiras, após lucrarem ao vender a maior parte do que tinham.

De acordo com um estudo feito pela BitMEX Research, projetos que venderam os seus próprios tokens angariaram um total de 15.18 milhões de ETH até setembro deste ano, o equivalente a cerca de US$ 5.46 bilhões.

Estes mesmos projetos, pelo estudo, venderam um total de 11.3 milhões de ETH, por aproximadamente US$ 5.45 bilhões. Isto significa que a maior parte dos projetos vendeu o seu ETH a um preço superior àquele a que o obtiveram.

Isto foi possível porque grande parte dos projetos angariaram os seus fundos antes do preço do Ethereum disparar no final do ano passado. Deste modo, conseguiram não só lucrar, mas também manter um total de 3.8 milhões de ETH nos seus cofres.

De acordo com o estudo, startups que venderam tokens na rede do Ethereum arrecadaram US$ 727 milhões em lucros. Elas ainda têm ainda o equivalente a US$ 830 milhões que podem ser vendidos, e que aparentam atualmente ser lucro puro.

Estes dados respondem a teorias que sugeriam que o preço do ETH tinha recentemente caído a pique por causa de ICOs que começaram a vender as suas reservas em “pânico,” com o objetivo de manter alguns fundos.

Como é possível ver-se no Índice de Preços do Ethereum do Portal do Bitcoin, o Ethereum perdeu cerca de 50% do seu valor desde o inicio de Julho, tendo descido de mais de R$ 1,800 (US$ 450) para cerca de R$ 937 (US$ 208). A causa, em princípio, não seria apenas vendas dos ICOs.

Estes, pelo estudo, têm agora pouca influência sobre o mercado:

“Os 3,8 milhões de Ethereum ainda nos balanços desses projetos pode não ter muito impacto no preço do Ethereum, já que representa uma proporção razoavelmente pequena dos 102 milhões de da Ethereum em circulação.”

A um nível macro, acrescenta, pode não haver motivos para vender ETH, visto este parecer ter estabilizado. É de notar que os resultados podem estar ligeiramente enviesados, visto o projeto EOS ter angariado cerca de 70% do ETH de todas as 222 startups estudadas.

Atualmente, estas têm ainda cerca de 25% do Ethereum que angariaram nas suas vendas de tokens. Os dados do estudo indicam que é possível que o ETH vendido por projetos iniciais possa ter sido reinvestido em ICOs posteriormente.

Leia também: Investidores de Wall Street estão comprando Bitcoin e criptomoedas às escondidas: Bloomberg


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/