Hublot lança relógio de R$ 90 mil que só pode ser comprado com bitcoin

(Foto: Divulgação)

A Hublot, famosa relojoaria suíça e reconhecida mundialmente, lançou um novo produto da sua linha Big Bang em comemoração aos 10º aniversário, o relógio Meca-10 P2P, que só poderá ser adquirido online e por meio de pagamento em bitcoin.

De acordo com o anúncio, publicado na terça-feira (06) no site da empresa, o comprador do Meca-10 P2P receberá seu produto com a gravação do número da transação de bitcoin na borda do seu Hublot, o que vai torná-lo peça única, diz a nota.

“Este é o tipo de dinamismo e inovação que nossos parceiros da Ásia se encantaram. É uma abordagem visionária que corresponde totalmente à visão da Hublot. Este primeiro relógio P2P vai nos permitir continuar explorando caminhos futuros”, disse Ricardo Guadalupe, CEO da Hublot.

Hublot por cripto

O novo Hublot pode se reservado por US$ 25 mil em bitcoins, cerca de 3,8 BTC (R$ 93 mil) considerando o preço da criptomoeda na data desta publicação. A empresa, segundo o comunicado, planeja estender o método de pagamento para todos os modelos do produtos.

Uma curiosidade é que a arte na pulseira do produto lembra os traços que representam uma rede descentralizada blockchain e o numeral ‘10’, usado no nome do modelo, pode ser referência aos 10 anos de vida do bitcoin, comemorados recentemente por toda a comunidade de criptomoedas.

Parece que tudo foi cuidadosamente bem pensado, pois, em um outro ponto singular, é que o Big Bang Meca-10 P2P é uma edição limitada de 210 relógios, uma referência ao limite global de bitcoins, fixado em 21 milhões de unidades.

A Hublot pertence ao grupo LVMH (Moet Hennessy A Louis Vuitton), com sede em Paris, na França. A Companhia é focada em uma série de produtos de luxo, como produção de vinhos, perfumes, bolsas e joias.

Exodus 1

No mês passado, a fabricante taiwanesa de smartphones HTC anunciou o lançamento do seu primeiro dispositivo blockchain, o smartphone Exodus 1, que também só pode ser comprado com criptomoedas, neste caso bitcoin e ethereum

O valor do smartphone é de 0,16 bitcoins ou 4,78 ethereum (cerca de R$ 3.900,00). Na ocasião, a empresa já estava realizando o cadastro de pré-encomendas do novo aparelho que deve começar a ser entregue em dezembro.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br