Tudo Sobre Tron: A Criptomoeda que Quer Criar a Nova Internet

Tron

Este guia sobre Tron é o terceiro da série, podem acompanhar os anteriores aqui no site, nos outros, falo sobre Raiblocks e Ripple. Se tiverem interesse de entender alguma criptomoeda, podem recomendar nos comentários. Também se sintam à vontade para sugerir possíveis tópicos que gostariam que eu comentasse em outras criptomoedas.

Para os que não irão acompanhar o texto completo e estão interessados em investir na moeda, recomendo fortemente a leitura do tópico ” Confiança na Tron e repercussão negativa ” para se aterem aos riscos antes de qualquer investimento.

Tento criar uma estrutura parecida para todos os guias, mas nem sempre é possível reproduzir igualmente. Algumas explicações podem parecer repetitivas para quem leu os outros guias, mas preciso explicar tudo, pois também há novos leitores. Como de costume, organizei em tópicos, para facilitar a leitura de interesses específicos. Boa leitura!

1.1 O que é Tron?

1.2 Criador

1.3 Apoiadores e recepção do projeto

1.4 Distribuição da moeda

1.5 Como ocorre o consenso da rede

2.0 Como funciona

2.1 Plataforma de mídia social

2.2 Plataforma Blockchain

2.3 Plataforma de armazenamento P2P

3.0 Previsões e datas

4.0 Confiança na Tron e repercussão negativa

5.0 Como comprar e armazenar

5.1 Como comprar

5.2 Como armazenar

6.0 Conclusão

 

1.1 O que é Tron

 

Tron é um protocolo descentralizado criado pelo chinês Justin Sun, que pretende criar uma plataforma de entretenimento baseada em Blockchain. Promete oferecer segurança, escalabilidade e privacidade. Assim como Ethereum, pretende disponibilizar a criação de outras moedas/tokens dentro de sua plataforma, para que outros serviços utilizem.

A moeda da Tron é a TRX (Tronix), atualmente é um token ERC-20 da Ethereum. A moeda pode e provavelmente irá migrar para uma plataforma própria em um futuro onde a tecnologia da mesma esteja mais madura, não há nenhuma informação ainda a respeito.

A disputa não é diretamente contra o Bitcoin ou outras criptomoedas simplesmente monetárias, mas contra o próprio Ethereum. As duas tecnologias têm basicamente os mesmos propósitos, porem a Ethereum abarca maiores possibilidades, inclusive as que a Tron propõe.

Tron quer que o conteúdo criado pelo usuário seja verdadeiramente dele. Nenhuma empresa poderia controlar ou tirar lucro em cima. A rede permite que cada usuário publique, armazene e receba seu próprio pagamento da forma que bem entender, inclusive gratuitamente.

O protocolo retira o poder das mãos de pequenos grupos e o coloca nas mãos de usuários. Sistemas como Spotify, Youtube e Neflix se tornariam defasados. Essas empresas que organizam o conteúdo para o usuário seriam substituídas por um código inteligente.

Tron costuma se referir muitas vezes como a Web 4.0. Uma nova internet, agora, nas mãos dos usuários, sem censura e sem corporações desnecessárias em um mundo descentralizado.

Imaginar esse cenário, implica totalmente na forma que utilizamos a internet, pois ela é atualmente o principal veículo de entretenimento. Esse próprio site ou o “Facebook” estariam provavelmente hospedados no protocolo Tron. Se eu quisesse, poderia receber pagamentos diretamente do anunciante sem precisar passar pelo Adsense ou qualquer outro mecanismo. O usuário comum poderia ganhar alguns trocados no “Facebook” por clicar no anuncio ou compartilha-lo, as possibilidades são infinitas.

Todo esse protocolo é baseado na Blockchain. Os próprios arquivos estariam hospedados no computador dos usuários de forma P2P como acontece nos torrents. Basicamente pelo fator Blockchain no meio, não haveria como censurar ou parar a rede. A não ser que todos os usuários do mundo simplesmente a abandonassem. As pessoas eventualmente aprenderão que criamos e consumimos conteúdo gratuitamente, quando deveríamos estar compartilhando todos os lucros. Internet descentralizada é o futuro.

1.2 Criador

Justin Sun

Justin Sun é um chinês de 27 anos formado na universidade chinesa de Hong Kong, também com uma graduação na universidade de Pequim e um mestrado na universidade da Pensilvânia.

Um dos únicos convidados pessoalmente por Jack Ma (dono da Alibaba/AliExpress) para participar da sua faculdade de Hupan, focada em empreendedorismo.

Justin Sun com apenas essa idade já é um dos grandes empreendedores da china. Está colocado entre os 30 empresários até os 30 anos mais bem-sucedidos da Ásia.

É o criador do aplicativo Peiwo, uma espécie de Snapchat de voz muito utilizado na china, com mais de 50 milhões de usuários, também já trabalhou para Ripple como chefe representante da China. Sun já foi diretor de operações internacionais do WeChat, um dos aplicativos mais bebem-sucedidos da história na China. WeChat possui mais de 1 bilhão de cadastros e 700 milhões de usuários ativos, maioria localizada na China.

Linkedin

Twiter

 1.3 Apoiadores e Recepção do projeto

Apoiadores

 

Tron já possui um grande número de apoiadores. Justin possui muitos contatos. É apoiado pessoalmente pelo homem mais rico da china (Jack Ma). Também possui um grande conhecimento em negócios.

China anda a passos largos na caminhada de se tornar a maior potência mundial, ultrapassando EUA. Isso devido a suas políticas de livre mercado e o entusiasmo que sua população e seu governo tem em usar produtos nacionais. Tanto a China quando o resto da Ásia, recebem pouca influência do mundo ocidental, preferindo sua cultura e negócios do que se curvar ao imperialismo americano.

É importante focar nesse ponto, porque Tron compete diretamente com outras plataformas já citadas, como Ethereum, Cardano e NEO. Mesmo com a ascensão de uma dessas plataformas, é quase que certo que se Tron obter sucesso. A China e outros países irão usa-la ao invés dos outros projetos citados. Acreditem, esse mercado é poderoso e está se dando conta disso, a Ásia possui 4,436 bilhões de pessoas, três quintos da população mundial.

Abaixo estarão alguns dos investidores da Tron atualmente.

Investidores

Há muitas empresas investindo na Tron. Há empresas do ramo como a BITMAIN, a maior empresa do ramo de mineração e principal fabricante de hardwares mineradores. Empresas de outras áreas também estão investindo. Obike é um sistema de compartilhamento de bicicletas sem estações. O usuário pode deixar a bicicleta em qualquer lugar que outros a acharão pelo aplicativo, e só pelo mesmo poderão desbloqueá-la. O sistema pretende atuar dentro da rede Tron, utilizando seu próprio token/moeda.

Tron está registrada dentro da lei em Singapura e parece obter grande apoio também dos governos. Justin Sun anunciou em seu Twitter em janeiro de 2018 que estavam fechando uma parceria com alguma empresa espacial. Talvez estejam planejando lançar algum satélite com um servidor da Tron ou algo relacionado.

1.4 Distribuição da moeda

TRX

Foi criada uma quantidade de 100.000.000.000 TRX (Tronix) mas apenas 65,748,192,475 estão em circulação. As outras 34 bilhões estão nas mãos da Tron fundation. Há uma espécie de contrato inteligente onde essas moedas estão bloqueadas até 1 de janeiro de 2020.

Tron é uma organização sem fins lucrativos legalmente registrada em Singapura. Os membros da fundação Tron não poderão participar de nenhuma possível distribuição dos lucros da fundação. Todas essas moedas retidas pela fundação deverão ser usadas no projeto e implementação de outras atividades ou eventos.

Justin Sun já comentou sobre uma queima de moedas que irá ocorrer em algum momento de 2018. Provavelmente algum mecanismo parecido com o que a Ripple usa. Ripple queima uma quantidade mínima de XRP em cada transação. Isso diminui a quantidade em circulação, fazendo as moedas atuais valerem mais e também impede o spam na rede. Outros acreditam que irá ocorrer uma queima em massa, como por exemplo, dos 34 bilhões que a fundação possui, mas não deve ser o que irá acontecer. Nada foi confirmado e especificado a respeito até o momento.

1.5 Como ocorre o consenso da rede

 

O que é consenso?

Este é o terceiro guia, em todos eles, falo sobre esse “consenso/validação”, alguns leitores iniciantes talvez se sintam confusos e fiquem se perguntando o que é isso e qual a utilidade. Talvez eu adicione essa breve explicação aos outros guias já criados. Consenso é o aspecto mais importante de um sistema descentralizado e distribuído. Como não há uma entidade central e global que defina o que é certo ou errado, é necessária alguma coisa que garanta que todos os participantes da rede sejam honestos. Isso é o que o consenso faz, tem a finalidade de resolver erros comuns em sistemas descentralizados, como gasto duplo e problema dos generais bizantinos.

 

Esclarecimentos

A Tron ainda está em estágio inicial de desenvolvimento, esse consenso nem foi totalmente construído ainda e pode ser modificado. Eles só dão um breve caminho para entendermos como mais ou menos funcionará. A documentação (White Paper) em inglês, está atrasada e não condiz com o projeto atual, pelo menos é o que disse Justin Sun recentemente. Quando a tradução recente para inglês for postada, eu farei a alteração aqui, caso os parágrafos sobre o consenso, se esses forem atualizados.

Os 3 sistemas explicados aqui (Kafka, Raft e PoS/PoW) servem apenas de base, pois como na própria documentação do Tron diz, o consenso deles será apenas baseado nesses.

 

Consenso

O consenso da Tron adota uma estratégia de três passos. O primeiro passo é adotar um sistema de tecnologia baseado em Kafka para implementar um algoritmo de consenso.

O segundo passo é usar o mecanismo de consenso distribuído baseado em Raft. Este passo melhora gradualmente as funções de rede e distribuição, estabelecendo as bases para a eventual realização de uma ampla distribuição sem centro lógico.

O terceiro passo é realizar o mecanismo de Consenso entre PoS e PoW.

Atualmente a segunda fase do algoritmo de consenso distribuído está sendo desenvolvida e testada.

 

Apache Kafka

Kafka é uma plataforma de transmissão distribuída, tem a mesma funcionalidade de uma Blockchain, mas não é uma, é uma tecnologia diferente (assim como a block-lattice do Raiblocks) que visa os mesmos objetivos.

O Primeiro passo do consenso da rede Tron se baseia no Apache Kafka, mas não necessariamente funciona exatamente da mesma forma, darei uma breve explicação de como funciona. Provavelmente foi escolhido o Kafka porque ele garante uma escalabilidade muito maior que uma Blockchain.

Krafka NodesCada arquivo, mensagem ou qualquer outra coisa pode ser dividida em tópicos pelo Kafka, cada tópico com seu endereço/ID e todos podem operar de forma assíncrona e paralela, um não depende do outro. Cada usuário possuirá também um ID e ao fazer alguma alteração, a alteração será direcionada ao endereço especifico do tópico que se encontra. 

Partições Krafka

Os tópicos possuem partições, cada partição é destinada a um usuário que decida alterar algo. Cada partição também mantem um histórico de edição, possibilitando que o arquivo seja manuseado de diferentes locais sem bagunçar sua estrutura ou edição.

O Kafka roda em vários computadores, cada computador é um nó da rede e todos eles juntos formam o Cluster Kafka que seria como o Ledger de uma Blockchain. O software Kafka é o que garante a honestidade da rede, cada tópico possui um nó líder único que é para onde os usuários são direcionados para fazer alterações nos dados, ao realizar uma alteração o nó Kafka é responsável por informar os outros nós, e os mesmos apenas o imitam. Se alguma irregularidade for notada em um tópico o nó responsável deixa de ser líder e a função é automaticamente repassada a outro nó honesto.

Cluster Krafka
Os producers são os que emitem as alterações e os consumers são as informações em si

Essa divisão de tópicos garante uma escalabilidade enorme pois o trabalho é organizadamente distribuído por toda a rede. A Tron em sua documentação não explica exatamente como pretende usar esse consenso, só informam o texto que citei no começo do tópico, mas pela natureza do Kafka, imagino que deva ser usado um sistema parecido para o manuseio dos arquivos hospedados e banco de dados de todo o sistema. 

 

Raft

A principal característica do Raft é como ele escolhe o “Líder“, entidade da rede responsável pela validação dos processos. Os outros membros apenas repetem os valores emitidos pelo líder.  

Raft Consenso

Se o líder sofrer algum problema ou os repetidores não receberem sinal do líder por um determinado tempo, os seguidores capacitados se candidataram e os outros seguidores votarão para escolher o próximo líder.

Não vejo como isso poderia ser implementado no consenso da Tron. Talvez seja usado apenas esse mecanismo de escolha, para por exemplo, substituir algum nó responsável por um tópico especifico no Krafka, se esse nó estiver muito lento ou com problemas. Isso é apenas especulação minha, mais detalhes de como funcionará serão revelados no futuro.

 

PoS e PoW

Proof-of-Work é o sistema que o Bitcoin usa para validar suas transações, os computadores precisam competir com poder computacional para validar as transações. Isso gasta muito poder de processamento e consequentemente energia. Proof of Stake utiliza a validação por meio de votos, baseados na quantidade de moedas que as “carteiras” possuem. Isso transfere o gasto desnecessário de energia para o valor intrínseco do dinheiro mesmo, não precisando necessariamente ser gasto. Os que possuem mais fundos não teriam interesse em fraudar a rede, pois perderiam todo seu investimento.

No futuro saberemos onde esse PoS será implementado, provavelmente no consenso da troca dos tokens em si.

2.0 Como funciona

 

A plataforma que a Tron criará é muito bem ilustrada na imagem abaixo. A rede será constituída por três camadas. Social media plantform será a camada visível aos usuários. 

Estrutura TronOs projetos e aplicativos estarão rodando  com sua interface, onde os usuários se registrarão e entre outras coisas. Blockchain Platform é onde os contratos inteligentes e algoritmos de consenso irão rodar. É onde as regras que ditam as funções dos aplicativos ficará, sem que os usuários se deem conta. P2P-based distribuited storage system, será o armazenamento, como se fosse a hospedagem dos sites e aplicativos atuais. No entanto não haverá servidores físicos e centralizados, os arquivos serão mantidos de forma P2P, assim como acontece nos torrents, os usuários que manterão a rede online. 

 

2.1 Plataforma de mídia social

Plataforma de mídia social
P

A plataforma externa da rede terá diversas funcionalidades para serem implementadas nos aplicativos, todas elas com tecnologia de ponta e intrinsicamente baseadas no algoritmo de consenso e na Blockchain. Com funcionalidades como Hashtag, pesquisa, mensagem direta, menção e outros recursos que redes sociais atuais possuem. Também haverá outros tipos de funções para infinitos tipos de aplicativos de entretenimento

Medidas de segurança também estarão implementadas, para que não haja maneira de rastrear de onde os conteúdos estão vindo nem quem são os usuários.

 

2.2 Plataforma Blockchain

Contratos inteligentes

Aqui será o ambiente onde os contratos inteligentes dos aplicativos estarão rodando. Fazendo trocas inteligentes e rodando algoritmos programados para realizar ações automáticas mediante fechamento de acordos ou ações.

Como por exemplo, o pagamento automático direto ao musico, após ouvir suas músicas determinada quantidade de vezes. As possibilidades de contratos inteligentes são inúmeras, a rede Tron aceitara inúmeras tecnologias diferentes de contratos inteligentes, inclusive as fornecidas pela Ethereum, Qtum e EOS.

 

2.3 Plataforma de armazenamento P2P

Sistema p2p

Toda estrutura da rede estará hospedada aqui. O protocolo será todo estruturado e funcionara para os usuários da mesma forma que a internet atual parece. Os sites e afins serão hospedados por toda a rede ou por nós dedicados ao armazenamento, ou por nós que cobram tokens para garantir algum tipo de serviço premium de armazenamento, as possibilidades aqui também são vastas. É a base de toda a Web 4.0 que Tron pretende criar. 

3.0 Previsões e datas

 

No próprio site há uma espécie de Roadmap, onde são citados os próximos passos da Tron. A Tron está focada na WEB 4.0 como  citado aqui, mas seu foco a longo prazo é o mercado bilionário de jogos eletrônicos. 

 

Exodus

Um mecanismo de upload, armazenamento e distribuição baseado em conteúdo P2P e distribuído será disponibilizado. A Tron fornecerá aos usuários uma plataforma completamente gratuita e confiável para publicação, armazenamento e disseminação de dados.

 

Data prevista: agosto a dezembro de 2018.

 

 

Odyssey

O sistema criará um mecanismo econômico totalmente competitivo com retornos justos para criação, distribuição e disseminação de conteúdo. Permitindo aos usuários a opção de ganharem diretamente com o conteúdo produzido.

 

 

Data prevista: janeiro de 2019 a junho de 2020.

 

Great Voyage

Os usuários poderão abrir suas próprias ICO, emitindo seus próprios tokens, com o financiamento de seus fãs ou interessados no conteúdo.

 

 

 

Data prevista: julho de 2020 a julho de 2021

 

Apollo

Livre troca de tokens. Com o objetivo de que cada produtor de conteúdo no sistema TRON possa emitir seus próprios tokens, o sistema deve ter uma solução completa para negociações descentralizadas. Através do estabelecimento de uma exchange descentralizada, os tokens poderão ser negociados e trocados gratuitamente.

 

Data prevista: agosto de 2021 a março de 2023

 

Star Trek

Os desenvolvedores poderão construir livremente plataformas de jogos on-line através da TRON, oferecendo jogos totalmente autônomos.

 

 

 

Data prevista: abril de 2023 a setembro de 2025

 

Eternity

A TRON oferecerá a possibilidade de estabelecer uma plataforma de jogo on-line. Os desenvolvedores podem configurar livremente plataformas de jogos através da TRON, conseguir financiamento de multidões para desenvolvimento de jogos e possibilitar que investidores comuns invistam em jogos. O dinheiro interno de cada jogo poderá ser trocado entre diferentes jogos.

Data prevista: setembro de 2025 a setembro de 2027

 

4.0 Confiança na Tron e repercussão negativa

 

No começo de janeiro, foi soltada na internet uma informação que a documentação da Tron estava plagiando a documentação de outras criptomoedas. Justin Sun logo se pronunciou no twitter. Disse que a tradução inglesa da documentação foi feita pela comunidade e por isso algumas referências e fontes foram perdidas nesse processo. Também contou que a documentação antiga não está mais atualizada com o projeto atual, e que sua equipe faria uma tradução adequada.

Esse não é o único problema da Tron, a criptomoeda é um dos projetos menos prontos do top 20. Eles não possuem absolutamente nada, a não ser alguns códigos no github que se quer tem alguma utilidade se compilados atualmente, e uma carteira muito básica em seu site. Se quer possuem sua propria moeda ainda, ja que o TRX é atualmente um token da Ethereum.

Muitos também suspeitam do comportamento de Justin Sun no twitter. Com o twitter recheado com anuncios de futuras parcerias, faz parecer que Justin está desesperado e fazendo de tudo para o valor da moeda subir, sendo que o projeto só tem previsão para ser totalmente terminado em 2027.

Tron é uma moeda chinesa, é muito complicado fazer pesquisas e confirmar se as parcerias são realmente reais, e como está o desenvolvimento e a equipe da Tron. O Conteúdo é duvidoso até para os americanos, pois o material em inglês é o disponibilizado e traduzido pela comunidade.

Depois desse enorme texto, não quero desencoraja-los a fugir da moeda, só estou sendo honesto, pode ser que realmente a moeda cumpra o prometido, e mesmo que não cumpra vocês ainda podem lucrar muito dinheiro ou perder, não saberemos. Se as parcerias forem reais a moeda tem um potencial enorme de crescimento a longo prazo e como já citei muitas vezes nesse artigo, mesmo com a ascensão de outros sistemas, Tron provavelmente será o usado pelos 4,436 bilhões de pessoas do continente asiático. Talvez o risco valha a pena, tire suas próprias conclusões. Quem não arrisca não petisca.

5.0 Como comprar e armazenar

 

Tron ainda não pode ser adquirido diretamente com o Real, pelo menos não na data deste artigo. Como muitas das moedas, é necessário a compra de Bitcoins ou Ethereum para depois ser trocada pela altcoin desejada. Farei um breve tutorial de como adquirir TRX com bitcoins por meio da Binance. Se não sabe como comprar bitcoins com real, dê uma breve pesquisa no Google que encontrará com facilidade. Não se esqueçam que como qualquer outra criptomoeda Tron ainda pode ser comprada diretamente com outras pessoas, com real ou qualquer outra moeda combinada. Colocarei mais à frente o Link do grupo da moeda no Facebook para que procurem vendedores. 

5.1 Como comprar

 

Binance

Acesse a página de registro por meio desse link e preencha corretamente as informações pedidas e clique em register.

Você receberá um e-mail para confirmar seu cadastro, se não encontrar procure na pasta de spams. Após clicar no link do e-mail para confirmar sua conta você será direcionado para a página de login, preencha com os dados usados anteriormente e cliquem em login.  

Ao efetuar o primeiro login, você será direcionado a uma página lhe pedindo para adicionar a função 2FA a sua conta, o que garantirá maior segurança. Para isso baixe o aplicativo Authy no seu smartphone ou computador, ou o aplicativo google authenticator no smartphone. Escanei o QR code e prossiga com os 3 passos que aparecerão, os mesmos serão autoexplicativos. Não esqueçam de guardar o seu backup key (código de 16 dígitos que manchei no print)  

Após o termino da adição do 2FA, você será redirecionado para essa página. Clique em founds no topo e vá para Deposits Withdrawals. 

Supondo que você vá usar Bitcoin, procure por ele, clique em deposit e envie o seus Bitcoins para o endereço mostrado.

Após os fundos serem reconhecidos na conta, procure por Tron na mesma página de antes e agora em vez de deposit, clique em trade e depois em TRX/BTC

Os valores que importam são os da esquerda. Os verdes são pessoas comprando Tron, e os vermelhos pessoas vendendo, que é o que nos interessa, quanto mais próximo do meio, menor é o valor e consequentemente melhor para você comprar. Avalie e veja o melhor momento para comprar, basta clicar em um dos valores, ir em Buy TRX, colocar o valor de compra desejada em Amount e então clicar em Buy TRX (botão verde).

Após a compra de seus TRX, volte a página de Deposits/Withdrawals clique em Withdrawal e coloque a quantidade que deseja enviar e o endereço de sua carteira TRX. Após isso basta clicar em SubmitSerá pedido o código 2FA que está no seu Authy ou Google authenticator, após inserir o código você recebera um e-mail para confirmar a retirada. Se não encontrar o e-mail na caixa de entrada, procure nos spams. Após clicar no botão de confirmar é esperar o valor cair em sua carteira. Para isso você precisará de uma carteira, ensinarei no tópico abaixo como criar uma. 

 

P2P

Procure sempre vendedores com boa reputação, deixarei o link do grupo do Facebook da moeda. Pesquise o nome do vendedor no grupo e verifique se outras pessoas já compraram e se tudo ocorreu bem.

Facebook

Telegram

Whatsapp 1

Whatsapp 2

 

5.2 Como armazenar

Citarei aqui duas formas de armazenamento, no site oficial e na Myetherwallet, o site oficial não parece muito seguro ainda, mas Justin Sun já falou que os primeiros 1 milhão de usuários receberão uma consideravel quantia de TRX, então colocarei mesmo assim para que aprendam como registrar.

Tron wallet

Acesse a pagina de registro e preencha suas informações, após isso clique em register, e complete o captcha.  Após o termino, você recebera um e-mail em chinês, provavelmente ele irá parar na pasta de Spams, clique no primeiro link do e-mail para ativar sua conta.

Após você criar no link de confirmação provavelmente você ja entrará no site logado, se isso não acontecer, logue por aqui. Se vir parar nessa página, clique na foto de perfil no canto superior direito.
(Você pode alterar o idioma do site clicando na caixa branca no canto superior direito e alterando o idioma para English)

Após clicar na foto de perfil, você irá parar na sua página inicial, desça um pouco a barra de rolagem e você se deparará com as 3 criptomoedas que a carteira aceita. O que nos interessa no momento é a TRX, clique no botão azul para exibir endereço. 

Use esse endereço selecionado em azul (Se for utilizar essa carteira) no Withdrawal da Binance para receber seus TRX.

Mesmo se não for utilizar a carteira, lembre-se de guardar as informações de acesso, para resgatar os TRX que Justin disse que daria aos primeiros 1 milhão de usuários. No dia de escrita desse artigo o número de usuários é 428.090. 

MyEtherWallet

Essa carteira possui mais recursos e é mais segura. Recomendo que armazene seus TRX nela, ou que dívida os valores entre as duas carteiras.

Acesse a página de registro aqui. Clique em qualquer canto da tela fora desse banner branco para que ele suma. Haverá apenas uma caixa para que você insira sua senha. Digite a senha que você irá usar na sua conta e clique em Create New Wallet

Nessa janela será solicitado que você salve um arquivo, é com esse arquivo que você irá logar. Salve com cuidado e não o perca. O botão vermelho understand. Continue. Só será acionado depois que você salvar o arquivo.  

Na próxima janela será mostrada sua Chave privada, essa chave funciona como as seeds das carteiras, você poderá logar com ela sem senha nem nada, então guarde com bastante cuidado essa chave, pois com ela qualquer um terá acesso a sua carteira. Você tem a opção de imprimir esse código e outras informações da carteira clicando em Print Paper Wallet, mas isso não é necessário. Clique em Save your adress para prosseguir.

Após isso você será direcionado a janela de login. Você tem a opção de logar com o arquivo (Keystore / JSON file) e com sua chave privada (Private key). O arquivo ira pedir sua senha também, a chave privada não. no print estou logando com o arquivo. Clique em Select Wallet File, vá no local onde você salvou seu arquivo e o selecione, insira sua senha e clique em Unlock. Após isso sua carteira será carregada abaixo, bastando descer a barra de rolagem.

Essa carteira armazena muitos outros tokens fora o TRX, então ensinarei aqui uma forma mais fácil para que você visualize sua quantidade de TRX. Clique em Add custom tokeno botão cinza localizado ao lado do laranja no canto inferior direito. Abaixo do botão serão carregadas 3 caixas que devem ser preenchidas com as seguintes informações 

Token Contract Adress: 0xf230b790E05390FC8295F4d3F60332c93BEd42e2

Token Symbol: Tron

Decimals: 6

Após isso clique em Save

Agora basta clicar no botão Show All Tokens que o Tron será o primeiro da lista. Também perceberá que agora ele aparece nas opções de envio, onde antes só existia a opção ETH. O local circulado de vermelho é onde estará o endereço para qual você deverá enviar seus TRX da Binance, esse é o meu endereço, na sua carteira será outro.

Endereço

6.0 Conclusão

 

Repito o que disse no ponto onde falo sobre o que é Tron (Perdi as contas de quantas vezes já disse isso). Mesmo com a possível adoção de outras moedas com o mesmo intuito, a Tron provavelmente será a usada na Ásia, o continente mais habitado do planeta. Isso agregará um valor altíssimo ainda a moeda, considerem investir na mesma.

Tron é um projeto de longuíssimo prazo, só estará em pleno funcionamento daqui a 5 anos talvez. Tenha isso em mente e não espere lucros absurdos a curto prazo. Tron ainda está engatinhando, assim como o mercado das criptomoedas.

loading...