Globo faz especial sobre blockchain e mostra fazendas de mineração de bitcoin na Islândia

Globo faz especial sobre blockchain e mostra fazendas de mineração de bitcoin na Islândia
Apresentadora Sandra Annenberg ao lado de Dony de Nuccio, abrindo a reportagem.(Foto: Reprodução)

O Jornal Hoje, telejornal do horário do almoço da Rede Globo, exibiu na tarde de segunda-feira (17) uma reportagem sobre a tecnologia blockchain.

A matéria é parte de uma série especial do telejornal que vai abordar as inovações tecnológicas que estão transformando o dia a dia da pessoas.

“Dados e algoritmos fazem cada vez mais parte da vida real. Nossas informações viraram moeda e valem muito”, disse a apresentadora Sandra Annenberg ao lado de Dony de Nuccio, abrindo a reportagem.

No entanto, o primeiro capítulo da série foi conduzido pela correspondente da emissora em Londres, na Inglaterra, Cecília Malan.

“Quando a gente para pra pensar chega até ser desconcertante”, diz Malan abrindo a série.

Ela se referiu à quantidade de dados que hoje são armazenados em computadores de megas corporações como Google, Facebook e Amazon. Mas, o ponto é outro. Ela começa a abordar pessoas nas ruas de Londres.

“Você já ouviu a palavra ‘blockchain’?, pergunta Malan a uma transeunte que logo responde que não. A repórter reforça: “Você consegue deduzir o que significa?”. E novamente a resposta é “block?”… não.

Várias pessoas, entre ingleses, turistas colombianos, espanhóis, que transitavam não souberam o significado do termo ‘blockchain’, nome dado à tecnologia que surgiu com o bitcoin.

Um espanhol, acompanhado de duas amigas responde: “Eu só conheço ‘black friday’”, dando humor à reportagem.

A série então explica que “blockchain é a tecnologia por trás das moedas virtuais” e explica seus fundamentos de forma bem didática — o cenário destaca centenas de computadores em fazendas de mineração de criptomoedas na Islândia.

“Como cada transação é arquivada em milhares de máquinas, os especialistas dizem que as chances de fraudar o sistema são muito pequenas, mas, como a tecnologia ainda é tão jovem, a ameaça pode sempre existir”, diz a repórter.

A reportagem do Globo mostra imagens de uma palestra conduzida por Bettina Warburg, uma Pesquisadora Blockchain cujo vídeo de sua palestra na conferência de Tecnologia, Entretenimento e Design (TED) já obteve mais de 3 milhões de visualizações, segundo o telejornal.

Betina explica que o segredo da tecnologia é a descentralização. “Sem uma única entidade reguladora, os dados passam longe das mãos de um governo autoritário”, narra.

Procurado pela reportagem para comentar sobre a tecnologia blockchain, o professor universitário Andrei Kirilenko, da Imperial College Business School, descreveu blockchain como “um cordão digital para várias coisas”.

A narrativa continua dando exemplos de como um blockchain é importante para armazenar um banco dados seguro e transparente, como, por exemplo, acessar todo o histórico de uma obra de arte antes ou depois de adquiri-la.

Desta forma tem como saber seus donos anteriores, onde ela já foi exposta ou se passou por alguma restauração.

O mesmo vale para alimentos, roupas… “O fio digital é capaz de rastrear produtos desde a origem ao destino. O resultado é mais transparência”, diz a reportagem.

Série especial da Globo

O setor de saúde também foi mostrado como uma área a ser transformada pela nova tecnologia.

A repórter falou com Mohammed Tayeb, cofundador da Medicalchain, uma plataforma baseada em blockchain criada para armazenar com segurança registros de saúde e manter uma única versão, “a versão da verdade”, segundo o especialista.

O projeto de Tayeb visa carregar históricos médicos no celular como já fazemos com fotos, emails e transações bancárias.

O arquivo eletrônico é atualizado a cada consulta. Somente o paciente pode autorizar o acesso, seja para farmácias, seguradoras, hospitais ou médicos em outras cidades.

O primeiro capítulo da ‘Série Tecnologia’ também abordou outras novidades, como a troca de informações baseadas em chips implantados sob a pele e plataformas de interação social envolvendo brincadeiras e jogos.

Os apresentadores do telejornal terminam a reportagem um tanto fascinados. Enquanto Annenberg diz espontaneamente “Eu não estou preparada para este futuro”, De Nuccio vê as novidades totalmente viáveis para o seu dia dia.

Em tom de brincadeira, ele diz:

“O lado bom é que não tem problema de esquecer crachá, chaves… o que é muito frequente comigo”.

O telejornal ‘Jornal Hoje’ é apresentado diariamente pela Rede Globo de televisão. O conteúdo é baseado em notícias do dia a dia e temas de interesse geral no Brasil e no mundo, além de reportagens e séries especiais.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br