Gestora de US$ 2 Trilhões em Ativos Planeja Lançar Corretora de Criptomoedas

(Foto: Shutterstock)

A Fidelity Investments, uma empresa com trilhões de dólares sobre sua gestão, planeja lançar uma corretora de criptomoedas, de acordo com anúncios de emprego descobertos pelo site Business Insider.

De acordo com um relatório do site, a Fidelity Investments, que gere US$ 2,5 trilhões, está à procura de um engenheiro DevOps que possa “ajudar a projetar, criar e implantar uma troca de ativos digitais para uma nuvem pública e privada .”

Citando fontes anônimas, o Business Insider adianta que a Fidelity deverá estar a trabalhar no projeto, que visa dar aos seus clientes a oportunidade de comprar e vender certas criptomoedas a cerca de um ano e, no momento, procura por talentos para avançar a operação.

Entre o perfil que a Fidelity Investments procura, encontra-se também alguém que possa desenvolver “serviços de custódia do mais alto nível para Bitcoin e outras moedas digitais.” Isto, na sua divisão de serviços de ativos financeiros, ligada às criptomoedas.

Atualmente, clientes da Fidelity Investments podem ligar a sua conta Coinbase à plataforma e ver o valor das suas carteiras por lá, mas acredita-se que a entrada da Fidelity com uma corretora no mercado possa vir a ser das maiores jogadas que uma firma de Wall Street já fez no mundo das criptomoedas.

Dave Weisberger, especialista no mercado das criptomoedas, disse ao Business Insider:

“A reputação da Fidelity de alcançar a melhor execução para seus clientes deve ajudar a legitimar esta classe de ativos.”

Esta nova plataforma iria colocar a Fidelity em competição direta com a Coinbase, a Robinhood, e com outros gigantes de Wall Street como a Goldman Sachs, como a Circle, financiada por esta, ter adquirido a Poloniex por US $400 milhões.

Atualmente não é ainda claro se a corretora de criptomoedas da Fidelity Investments iria se inserir na sua plataforma principal, ou se iria ser criada à parte. De qualquer modo, parece ser uma jogada criada para atrair investimento institucional para o mundo das criptomoedas, parecida à de empresas como a Coinbase e de outras corretoras.

A jogada, de acordo com Wiesberger, faz sentido (traduzido):

“Eles já têm muitos dos componentes: uma presença significativa no varejo de operadores ativos a menos ativos, uma área de corretagem de primeira linha que sabe contabilizar a custódia de ativos, operam um ATS (chamado ‘CrossStream’) e têm uma reputação de excelência e controle de risco em suas ofertas de produtos “

É de notar que Abigail Johnson, a CEO da Fidelity, é uma conhecida apoiante do mundo das criptomoedas. Como noticiado pelo Portal do Bitcoin, foi graças a Johnson que a empresa experimentou internamente minerar bitcoin.

 

BitcoinTrade

Comprar e vender Bitcoin e Ethereum ficou muito mais fácil. A BitcoinTrade é a plataforma mais segura e rápida do Brasil. Além disso, é a única com a certificação de segurança PCI Compliance. Acesse agora ou baixe nosso aplicativo para iOs ou Android: https://www.bitcointrade.com.br/