Gerente do BNDES participará de Conselho de Blockchain organizado pela OCDE

Programa do governo brasileiro estimula uso de blockchain na gestão pública
Imagem: Shutterstock

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) vai enviar uma gestora para participar de evento na França sobre Blockchain, organizado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). 

Conforme publicado, nesta quarta-feira (22), no Diário Oficial da União, a gerente do BNDES, Vanessa da Rocha Santos Almeida, foi autorizada pelo diretor Ricardo Wiering de Barros a se ausentar do país entre os dias 18 e 25 de fevereiro.

Almeida irá, então, para Paris para participar de uma reunião do “Blockchain Expert Policy Advisory Board” (Conselho Consultivo de Políticas para Especialistas em Blockchain), do qual ela é membro representando o Brasil.

Conselho de Blockchain

O Conselho Consultivo apoia a coordenação do trabalho da OCDE em Blockchain e outras tecnologias de contabilidade distribuída. Por meio desse trabalho se busca fornecer um ponto de referência global para os formuladores de políticas. O Conselho é liderado pelo Comitê de Mercados Financeiros (CMF) da OCDE em cooperação com o Comitê de Digital Política Econômica (CDEP).

A formação desse Conselho Consultivo de Blockchain, “reflete o programa de trabalho em expansão da OCDE que explora as implicações políticas dessa tecnologia disruptiva, trabalhando para ajudar governos e outras partes interessadas a colher seus benefícios, enquanto mitiga os riscos”. 

Compõem esse grupo representantes de 45 governos. Entre eles, países não membros da OCDE. Há também representantes da Comissão Europeia, do setor privado, e de órgãos da indústria e grupos da sociedade civil.

Brasil e Blockchain

A relação entre o BNDES e a tecnologia tem se tornado cada vez mais estreita. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social anunciou no mês passado a criação de um fundo voltado exclusivamente a investimentos em projetos IoT (Internet das Coisas).  Esse fundo pode ultrapassar a R$ 80 milhões em investimentos.

Não é só o BNDES, porém, que está de olho nas inovações tecnológicas, mas também o próprio governo que chegou a investir R$ 2 milhões na Blockchain da Receita Federal criada pelo Dataprev

A Blockchain tem chamado bastante a atenção do país que já cogita usar a tecnologia até mesmo para registro de aeronaves. O estudo foi apresentado pelo Superintendente de Tecnologia da Informação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), Gustavo Sanches, no evento “ICAO Blockchain Aviation Summit and Exhibition”, da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI), um órgão da ONU, que ocorreu no ano passado.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!