Funcionários do Banco Central participam de eventos sobre blockchain e finanças no exterior

Foto: Shutterstock

O Banco Central (Bacen) autorizou cinco funcionários a participarem de eventos no exterior relacionados à tecnologia blockchain e a finanças, segundo publicação no Diário Oficial da União (DOU) no dia 24 de outubro.

De acordo com o documento, assinado pela diretora do Banco Central Carolina de Assis Barros, os cinco funcionários estão autorizados a deixarem o país para os eventos que acontecem neste mês de novembro nos Estados Unidos, Espanha, Suíça e Colômbia.

Quatro funcionários não terão prejuízo no salário e demais vantagens de seus cargos, de acordo com a descrição do órgão.

Evento Blockchain

Segundo a publicação, Haroldo Jayme Martins Froes Cruz vai se ausentar entre os dias 09 e 14 de novembro para palestrar na “Convergence The Global Blockchain Congress 2019“, que acontece entre os dias 11 e 13 de novembro na cidade de Málaga, na Espanha.

De acordo com a nota da diretoria, a organizadora da conferência, a Comissão Europeia (European Commission), vai arcar com as despesas com passagens aéreas e estadia do funcionário. No Bacen ele atua como chefe de unidade no Sistema Integrado de Administração Financeira (SIAFI).

Eventos sobre Finanças e Economia

Já João Manoel Pinho de Mello, diretor de organização do Sistema Financeiro e de Resolução vai se afastar no período de 6 a 11 de novembro de 2019 para participar do “Corporate Finance Program Meeting”, em Palo Alto (EUA).

Fábio Claro Coimbra, líder da equipe especializada em governança do Bacen, vai participar do ‘Workshop on Compensation Practices at Financial Institutions e Compensation Monitoring Contact Group (CMCG) Meeting”.

O evento que acontece na cidade de Basiléia, na Suíça. Ele ficará afastado da instituição de 11 a 15 de novembro.

O Analista Fernando Augusto Ferreira Lemos, também vai ao exterior, em Washington (EUA) a fim de participar do “Seventh IMF Statistical Forum: Measuring the Informal Economy”.

O fórum é promovido pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). Lemos deixa o Brasil no período de 12 a 16 de novembro. Seu ônus porém é limitado. Ele terá que custear suas despesas.

Outro Analista do Bacen, Marcelo Cardoso Martinelli, fica ausente das suas atividades no Brasil no período de 13 a 17 de novembro. Ele vai participar do “XXXIII FLAR Conference for Central Banks and Official Institutions” na cidade de Cartagena, na Colômbia.

Diferentemente de Lemos, Martinelli terá suas despesas com passagens aéreas e estadia subsidiada pelo Bacen.

Banco Central e Blockchain

Em setembro, o Banco Central do Brasil anunciou um sistema baseado em blockchain para pagamentos instantâneos. A meta, segundo a instituição é substituir, gradualmente, o uso de ferramentas como TED e DOC.

A nova plataforma, ainda em desenvolvimento, vai conectar de forma direta, sem intermediários, diferentes bancos, empresas e pessoas — qualidade intrínseca da tecnologia que surgiu com o Bitcoin.

Segundo o Bacen, os pagamentos instantâneos serão feitos em alguns segundos e funcionarão por 24h todos os dias da semana.

Esse sistema já era previsto, conforme comentários passados do presidente da instituição, Roberto Campos Neto. Em março deste ano ele disse que “blockchain é meio barato, rápido e seguro de controlar operações”.

O lançamento da plataforma deve acontecer somente em novembro de 2020.


Compre Bitcoin na Coinext 

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!