Facebook compra startup de Blockchain especializada em contratos inteligentes, diz site

Facebook faz primeira aquisição no criptomercado (Foto: Shutterstock)

O setor de criptomoedas e blockchain do Facebook fez sua primeira aquisição. Segundo informações da Cheddar, a gigante integrou silenciosamente a maior parte da equipe de pesquisa da Chainspace, uma startup de blockchain especializada em desenvolvimento de contratos inteligentes e fundada por pesquisadores da University College London.

O site da Chainspace descreve seu projeto como “uma plataforma de contratos inteligentes em escala planetária” que usa uma “rede distribuída de blockchains para escalabilidade, velocidade e privacidade”.

Um banner no topo do site diz:

“Estamos felizes em anunciar que a equipe está mudando para algo novo. O código e a documentação da Chainspace ainda serão de código aberto, e todo o trabalho acadêmico publicado anteriormente permanece disponível.”

De acordo com a Cheddar, quatro dos cinco pesquisadores que estão por trás do whitepaper acadêmico da Chainspace estão se juntando ao time de blockchain do Facebook. Dois dos autores do whitepaper, Alberto Sonnino e George Danezis, já listam seu emprego como pesquisadores de blockchain no escritório de Londres do Facebook no LinkedIn.

Um porta-voz do Facebook confirmou que ex-funcionários da Chainspace estão trabalhando em sua divisão de blockchain:

“Como muitas outras empresas, o Facebook está explorando maneiras de alavancar o poder da tecnologia blockchain. Esta nova pequena equipe está explorando muitas aplicações diferentes. Não temos mais nada para compartilhar.”

De acordo com a Cheddar, o Facebook estava mais interessado na equipe de pesquisa da Chainspace do que na tecnologia da empresa, e o porta-voz da empresa negou ter adquirido a tecnologia da Chainspace.

Facebook, WhatsApp e o criptomercado

Em dezembro de 2018, a Bloomberg afirmou que o Facebook estaria desenvolvendo uma criptomoeda para ser usada dentro do Whatsapp, com foco no mercado indiano.

Os repórteres que assinaram a reportagem citaram fontes anônimas, mas ligadas ao projeto. Todas pediram para não serem identificados. A ideia, explicam, é desenvolver uma stablecoin que seja pareada com o dólar americano.

Ainda assim, o Facebook estaria longe de lançar a criptomoeda, porque ainda estaria trabalhando na estratégia de execução, o que engloba a custódia dos ativos e da moeda que seria usada para proteger o valor da stablecoin.

Na época, o porta-voz da empresa declarou à reportagem que o Facebook estava explorando maneiras de alavancar o poder da tecnologia blockchain.


Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!