Facebook caça profissionais de blockchain e anuncia mais cinco vagas

Facebook procurou Visa e Mastercard para falar sobre criação de criptomoeda, diz jornal
(Foto: Shutterstock)

O Facebook continua buscando profissionais para a sua equipe de blockchain e acaba de anunciar mais cinco vagas. Isto vem acontecendo desde o ano passado, quando publicou pela primeira vez as oportunidades para o novo setor.

As vagas publicadas na sexta-feira (29) no Linkedin são para Gerente de Produtos, Gerente de Operações e Negócios, Cientista de dados, Engenheiro de Software e Gerente de Desenvolvimento de Produtos. Todas as posições são para a sede da empresa em Menlo Park, na Califórnia (EUA).

As ofertas de emprego para blockchain reforça ainda mais os rumores de que o Facebook estaria trabalhando em uma criptomoeda para usar no WhatsApp — o Bloomberg pressupôs em dezembro do ano passado e, recentemente, o The New York Times também destacou essa possibilidade.

Só no último mês a página de carreiras da empresa publicou 20 vagas para o setor blockchain.

No entanto, mesmo que o projeto ainda não tenha sido confirmado pela empresa, a gigante das mídias sociais tem dado algumas pistas.

No início de fevereiro, o setor de criptomoedas e blockchain do Facebook se juntou à equipe de pesquisa da Chain Space, uma startup especializada em desenvolvimento de contratos inteligentes no ano passado.

CEO do Facebook quer encriptar dados

Outro ponto, é que Mark Zuckerberg, CEO da companhia, ultimamente tem falado muito sobre blockchain e criptomoedas. Mas alguns críticos acham que tudo não passa de uma estratégia para manter a empresa vinculada ao assunto, relatou a Coindesk.

Recentemente ele publicou um artigo chamado ‘Uma visão focada na privacidade para redes sociais’. Nele, Zuckerberg sugere uma mudança para adotar, de ponta a ponta, a criptografia nos dados dos usuários do Facebook, Instagram e WhatsApp.

Zuckerberg reflete sobre a perspectiva do Facebook usar um modelo de blockchain para permitir logins descentralizados sem que seus servidores ajam como autenticadores.

“As comunicações particulares das pessoas devem ser seguras. A criptografia de ponta a ponta impede que alguém – incluindo nós – veja o que as pessoas compartilham em nossos serviços”, diz um trecho do artigo.


3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!