Ex-líderes da Unick que impulsionaram a Moguro abandonam empresa, que deixa de pagar

Três ex-líderes da Unick Forex junto com Pablo Maestá, diretor da Moguro (Terceiro da esqueda pra direita)

Os clientes da MoGuRo Club começaram o ano novo já com atrasos em seus recebimentos. A cúpula da empresa, que foi abandonada pelas ex-lideranças da Unick Forex, culpa a operadora de pagamentos Urpay pelos saques bloqueados.

Depois da queda da Unick Forex, surgiu a MoGuRo, empresa que vem prometendo altos rendimentos por meio de cash back também com a venda de cursos online de investimentos. A fórmula é bastante semelhante daquela utilizada pela Unick. 

O problema, entretanto, é que a empresa que se autodenomina de Marketing Multinível já parece mostrar problemas. Os antigos líderes da Unick Forex que migraram para essa empresa já abandonaram o navio.

Rangel Andrade, triplo-diamante e um dos maiores líderes da Unick, que antes divulgava a MoGuRo por meio de seu canal no Youtube apagou todos os vídeos que se remetem a essa empresa.

O mesmo sucedeu com Eduardo Tamir da Silva, responsável pelo canal Efatá Bitcoin, que conta com mais de 35 mil inscritos. Ambos deletaram todos os vídeos com referência também à MoGuRo.  

A empresa que vinha remunerando seus clientes com o chamados binários, pelo qual a pessoa recebe por indicar novos entrantes na empresa, agora está tendo problemas em pagar seus clientes.  

Por meio de um vídeo veiculado no Youtube, o presidente da empresa Silveira Júnior; e o seu diretor de comunicações Pablo Maestá afirmaram, então, que o problema teria se dado por conta da Urpay.

Maestá argumentou que o travamento dos saques da MoGuRo foi devido a um provável erro no sistema da empresa de pagamentos, empresa que também era responsável pelo pagamento dos investidores da Unick Forex.

Da Unick Forex à MoGuRo

Segundo o diretor de comunicações da MoGuRO Club, alguns clientes que migraram da Unick para a essa empresa teriam aproveitado o mesmo login e conta que eram usados anteriormente. 

Ele disse que como algumas dessas contas estavam bloqueadas e os saldos estavam sendo capturados. A Urpay, então, acabava estornando os saques.

“Eles entravam na Moguro, era ativado e depois de alguns dias a Urpay estornava esse saldo de dentro da nossa plataforma, da nossa conta da Urpay. A gente pagava mas o dinheiro não entrava na conta”.

Maestá disse que tinha gente que “já bateu o teto de 200% e que a empresa vinha pagando”. O presidente da MoGuRo, porém, afirmou que todas as entradas feitas por meio da Urpay deram esse tipo de problema.

Silveira Júnior apontou que tudo vinha ocorrendo certinho e não tinha como saber sobre esse problema com a Urpay.

Essa não é primeira vez que uma empresa de Marketing Multinível joga a responsabilidade por falta de pagamento na empresa incumbida dessa tarefa. 

Coincidentemente, a Urpay já foi acusada pela Unick Forex de ser também culpada pelos atrasos que ocorriam naquela empresa. A questão, entretanto, é que a Unick deixou um prejuízo de quase R$ 12 bilhões aos seus investidores e hoje os seus dirigentes respondem ação por crime contra o Sistema Financeiro Nacional.


BitcoinTrade: Depósitos aprovados em minutos!

Cadastre-se agora! Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em menos de 5 minutos! Acesse: bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!