Como evitar a paranoia do preço e usar o Bitcoin como poupança

Como evitar a paranoia do preço e usar o Bitcoin como poupança
Foto: Shutterstock

Desde quando o Bitcoin foi precificado em Dólar, inúmeras tentativas de encontrar o seu “real valor” via análises gráfica ou fundamentalista foram feitas.

À parte minha opinião de que estas ferramentas são irrelevantes – no presente contexto – para o Bitcoin, no artigo de hoje gostaria de compartilhar uma ideia que tem sido muito efetiva para mim e acho que pode ser amplamente usada pela comunidade, especialmente para ajudar a propagar o uso do Bitcoin.

Spoiler alert: não é uma técnica para enriquecer rápido e nem de curto prazo. Sua eficácia vem com o tempo, com paciência e com disciplina. Não existe almoço grátis.

A nossa ansiedade como traders ou investidores nos leva à uma necessidade quase que continua de acompanhar o preço do Bitcoin em relação do Dólar, Real ou alguma outra moeda fiat.

Além do fato que pensando na real utilidade do Bitcoin e no longo prazo sua correlação com a moeda fiat é irrelevante – podemos tentar fugir desta paranoia dos preços aplicando a técnica deste estudo que fiz que sobre o uso do Bitcoin como poupança. Eu não faço trade com Bitcoin. Eu uso esta estratégia. Ela é o famoso HOLD, porém com aportes mensais. Em inglês, recebe o nome de “Staking Shatoshis”.

Se todo dia primeiro do mês, desde março de 2012, você comprasse a mesma quantidade de satoshis, ao momento de hoje você teria BTCs a um preço médio de US$ 2.027 – na queda de 2018 você não teria chegado nem perto do prejuízo! A escolha do dia primeiro é uma referência para o cálculo. Porém, qualquer outro dia propicia retornos semelhantes, não invalidando a estratégia.

Com a cotação atual, caindo quase 2.4% no momento que escrevo, um investidor de longo prazo estaria ainda com impressionantes 284% de rendimento. O CDI estaria próximo de 70%, quase a mesma coisa que a Bovespa.

No gráfico que trago como exemplo, as barras mostram os preços nos quais um investidor teria comprado Bitcoin e a linha laranja mostra o seu preço médio ao longo dos 7 anos, que são os US$ 2.027. Outra ponto para comparação: a média de 200 períodos do gráfico diário está em cerca de US$$ 4.440. O holder apenas sai ganhando e reduz o stress e paranoia de narração do preço.

Alguém poderia dizer: “Leandro, mas a escolha de 2012 é muito conveniente, faz a estratégia funcionar muito bem.”

Bem, para responder isso podemos considerar 2 pontos. Existem muitos dos chamados “early adopters” que tiveram a chance de conhecer a moeda muito cedo. O segundo ponto é que isto não invalida a estratégia, porque mesmo quem começou posteriormente a esta data também poderá usufruir das vantagens da mesma.

Vamos à prova? Não importa o ano no qual o investidor começou, mesmo que tenha sido no bear market de 2018, o holder estaria positivo em relação ao preço no momento em que eu escrevo este post em 20/05/2019.

Vamos aos dados:

Ano Média Retorno em 20/05/2019
2013  US$  2.292,83 239,7%
2014  US$  2.857,13 172,6%
2015  US$  3.186,79 144,4%
2016  US$  4.062,72 91,7%
2017  US$  5.401,31 44,2%
2018  US$  6.852,84 13,7%
2019  US$  4.247,92 83,4%

Espero que esta informação seja útil e te traga novos horizontes e ideias para o investimento em Bitcoin.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!