EUA prende 20 pessoas na Romênia acusadas de golpes com criptomoedas via eBay

EUA prende 20 pessoas na Romênia acusadas de golpes com criptomoedas via eBay
(Foto: Shutterstock)

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) extraditou 12 das 20 pessoas acusadas de fraudes online e lavagem de dinheiro com criptomoedas, segundo o órgão do governo americano divulgou na última quinta-feira (07).

De acordo com a nota, o grupo internacional de crime organizado realizava online leilões fraudulentos de vários produtos, principalmente automóveis, o que causou prejuízos de milhões de dólares a várias vítimas nos Estados Unidos.

O cartel internacional, formado por romenos, americanos e um búlgaro, tinha ‘sede’ na cidade de Alexandria, na Romênia. O grupo foi preso após uma operação conjunta da polícia americana e autoridades estrangeiras.

“Os réus supostamente orquestraram um esquema muito bem organizado e sofisticado para roubar dinheiro de vítimas inocentes nos Estados Unidos e depois lavar seus fundos usando criptomoedas”, disse Brian A. Benczkowski, Procurador Geral do DoJ, acrescentando:

“A Divisão Criminal e nossos parceiros na aplicação da lei vão perseguir com vigor os cibercriminosos que prejudicam o público americano, independentemente de onde esses criminosos possam residir”.

eBay, golpe e criptomoedas

Os sites usados para os falsos leilões eram plataformas populares como eBay e Craigslist, por exemplo, mas os itens anunciados não existiam.

Para dar mais ‘credibilidade’ e fazer com que o golpe parecesse um bom negócio, os criminosos contavam com a ajuda de fraudadores americanos (inclusive um deles já responde processo por golpe de phishing e lavagem de dinheiro com bitcoin). Eles recebiam o dinheiro da venda, convertia em criptomoedas e enviava às pessoas da quadrilha na Romênia.

Uma das táticas do cartel era fazer com o que os clientes acreditassem que eles eram militares americanos e que precisavam vender o item rapidamente.

O Procurador Robert M. Duncan comentou sobre as investigações:

“O caso vem de uma investigação de vários anos iniciada em Kentucky (estado americano), liderada pelo US Secret Service (USSS) — Serviço Secreto dos EUA —  em cooperação com vários parceiros locais, estaduais, federais e internacionais”.

O julgamento das 20 pessoas identificadas (15 romenos, quatro americanos e 1 búlgaro) terá início em 18 de junho de 2019. Outra data já agendada para dar prosseguimento é 07 de agosto de 2019, diz a nota.

“Esta é uma vitória compartilhada para a aplicação da lei em todo o mundo. Eu quero agradecer a mais de uma dúzia de agências de segurança em todo o mundo que nos ajudaram a investigar este caso, cada uma delas desempenhando um papel vital em seu sucesso”, disse o Diretor do USSS, Randolph D. Alles, popularmente conhecido como ‘Tex’.


Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!