EUA caçam golpistas que prometiam garantia de retorno em investimento com Bitcoin

EUA caçam golpistas que prometiam garantia de retorno em investimento com Bitcoin
(Foto: Shutterstock)

O departamento de Justiça dos Estados Unidos publicou um alerta sobre dois nigerianos que aplicavam golpes envolvendo bitcoin. De acordo com a nota da quarta-feira (24), eles têm 13 acusações de envolvimento no esquema fraudulento ligado à criptomoeda.

Segundo a acusação, homologada na Procuradoria dos EUA do Distrito de Oregon, os nigerianos Onwuemerie Ogor Gift, de 24 anos, e Kelvin Usifoh, de idade desconhecida, foram acusados pela primeira vez no dia 18 de abril por lavagem de dinheiro através de fraudes eletrônicas.

O caso havia sido investigado pelo FBI e a dupla está sendo procurada com a ajuda da Interpol, conforme publicação da mídia local Oregonlive, também na quarta-feira.

Golpe prometia até 50% de retorno

O esquema fraudulento praticado pela dupla serve de alerta para todo o mundo, inclusive para o Brasil, onde há várias plataformas suspeitas distribuindo retornos fora da realidade econômica do país.

O DoJ diz que o golpe praticado pelos nigerianos teve início com um site criado por eles, chamado ‘wealthcurrency.com’ (já fora do ar). A plataforma prometía a investidores de bitcoin retornos de 20 a 50%  a quem aplicava suas criptomoedas.

Os investidores eram persuadidos com a informação de que o risco de perda seria zero e as retiradas poderiam ser realizadas instantaneamente.

Os rendimentos, segundo eles, viriam de um ‘método único de negócio’’ que permitia uma constante alta taxa de ganhos. Conforme a nota, os golpistas também criaram outros sites adicionais para o mesmo esquema: boomcurrency.com (encerrado) e merrycurrency.com (ainda no ar).

Primeiras vítimas do golpe nos EUA

De acordo com as investigações, as primeiras vítimas da dupla surgiram entre dezembro de 2017 e junho de 2018. Foram três pessoas que caíram no golpe, uma de Oregon e duas da Califórnia, estados americanos vizinhos, inclusive.

Uma quarta vítima ainda teve sua imagem usada pelos golpistas para promover o negócio na internet. A Justiça dos EUA diz que assim que eles recebiam os bitcoins, rapidamente realizavam as transferências para suas carteiras e os convertia por Naira, que é a moeda oficial da Nigéria.

Segundo as autoridades, nesse período a dupla roubou cerca de 11 BTCs, aproximadamente R$ 220 mil com valores atualizados.

No entanto, a polícia acredita que há mais vítimas e que o valor roubado pode chegar a 50 BTCs aproximadamente R$ 1 milhão.

O caso está nas mãos de Quinn P. Harrington, procurador do Distrito de Oregon.

EUA pedem atenção a alertas de reguladores

Assim como a CVM brasileira tem alertado sobre empresas que não possuem autorização para distribuir valores mobiliários, o DoJ pede atenção a todos os alertas emitidos por estas instituições.

A Justiça americana diz para que todos considerem os avisos emitidos principalmente pelos departamentos da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) e também pela Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities dos EUA (CFTC).

As autarquias, inclusive a brasileira, seguem de olho em supostas fraudes de investimento envolvendo sites de consultoria e negociações relacionadas a criptomoedas.


Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!