Deputados da Venezuela Chamam Petro de Inconstitucional e de Fraude

Políticos venezuelanos participam de comissão (Foto: Divulgação)

A Assembleia Nacional da Venezuela declarou que a criptomoeda petro é inconstitucional. A moeda, lastreada na produção de petróleo do país, foi lançada no mês passado. Por meio de um comunicado público, os parlamentares disseram que a moeda digital é uma fraude e é inconstitucional, além de ameaça para os investidores.

De acordo com a CCN, os deputados criticaram a venda do token da criptomoeda, que já teria arrecadado US$ 735 milhões, segundo o governo venezuelano. Também condenaram a demanda forçada pelo petro, já que o regime de Nicolás Maduro planeja obrigar que negócios e até benefícios sejam pagos com a moeda virtual. Empresas estatais e companhias aéreas já são obrigadas a aceitar o petro.

Rafael Gusmán, presidente do comitê de finanças, não vê o petro como a solução dos problemas do país, carente, inclusive, de alimentos e remédios.

“Isso aprofunda a crise em que vivemos. O petro é mais um exemplo de corrupção”, afirmou.

O deputado Francisco Sucre apontou que os ativos nacionais não podem ser utilizados como garantia, o que faz com que a criptomoeda não possa estar lastreada nas reservas de petróleo. Na sua avaliação, a situação da Venezuela está ficando ainda mais comprometida pois ninguém conhece a origem dos investidores do petro e não há garantias de seu valor.

Sem poder

O lançamento do petro é alvo de inúmeras críticas, entre elas as de que o governo estaria usando a criptomoeda para mascarar sua péssima situação financeira e aumentar o controle sobre a população. A Assembleia Nacional, com maioria dos deputados na oposição ao governo de Nicolás Maduro, já manifestou-se sobre a ilegalidade da moeda. Porém, suas declarações, inclusive a da inconstitucionalidade do petro, têm efeito restrito.

Apesar de representar o poder legislativo da Venezuela, a Assembleia Nacional tem atuação somente pró-forma e não tem nenhum poder. Desde o ano passado, ela perdeu os poderes depois que o governo de Maduro convocou uma nova assembleia constituinte.

Desde então, é apenas a nova Assembleia pode “legislar sobre questões direcionadas diretamente para assegurar a preservação da paz, segurança, soberania, sistema socioeconômico, sistema financeiro, fins de Estado e a preeminência dos direitos venezuelanos”.

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br