Datarius – Banco de Criptomoedas P2P

Esta é uma publicação paga. O Portal do Bitcoin não endossa e não é responsável por nenhum conteúdo, precisão, qualidade, publicidade, produtos ou outros materiais nessa publicação.

Datarius é o primeiro criptobanco social baseado no sistema P2P. A equipe do projeto fornece acesso a um sistema descentralizado de serviços financeiros para uma ampla gama de pessoas: aqueles que já estão cientes do mercado de criptomoedas e aqueles que ainda desconfiam de tais serviços.

Outro objetivo do projeto é trazer o sistema de criptomoedas do espaço virtual para o “real” mercado de serviços financeiros, preservando as melhores características dos bancos tradicionais, mas acabando com práticas burocráticas e custos de serviços excedentes. Isso economizará até 80% nos serviços.

Como Funciona

Como uma plataforma P2P, o sistema permite que os usuários decidam se devem usar qualquer um dos serviços e aplicativos. Isso, por sua vez, permite reduzir quase completamente os custos de transação.

Datarius serve como um link direto entre credores, mutuários e serviços relacionados – gerentes, analistas, companhias de seguros, fundos, terminais de negociação.

A principal tarefa é fornecer pessoas de todo o mundo com acesso livre e igual ao número máximo de produtos financeiros. A principal missão é criar um produto financeiro transparente totalmente novo. Proporcionar ao cliente ferramentas claras e maiores oportunidades para garantir a liberdade de escolha e ação. Fornecer um alto nível de automação, o que ajudará a superar a estereotipidade clássica do sistema e dos serviços e a comunicação com o consumidor.

O Datarius busca demonstrar que a descentralização e a falta de fronteiras são benefícios, e que uma empresa financeira pode e deve ser um parceiro, um guia e um amigo.

Porque o Datarius é Única

O Datarius se tornará a primeira instituição financeira capaz de oferecer aos seus clientes uma gama de serviços financeiros implementados dentro de um sistema descentralizado.

A singularidade do criptobanco Datarius é que o projeto permite aos clientes obter serviços adaptados às suas necessidades.

Datarius operará com base no ecossistema P2P (peer-to-peer), onde os participantes da transação são usuários privados e não instituições bancárias.

Esta não é uma novidade no mercado financeiro, mas o sistema Datarius herdou os melhores traços de produtos bancários tradicionais, adaptando-os aos princípios de operação descentralizada do sistema.

Essa plataforma será uma solução perfeita para pessoas sem histórico de crédito, a quem os bancos tradicionais não pode fornecer propostas de empréstimo.

O projeto Datarius tem um valor global. Ele é projetado para superar as dições atuais conectadas ao uso de criptomoedas no mundo não-digital.

Ao contrário da maioria dos desenvolvedores que continuam promovendo a monopolização do mercado financeiro mundial por grandes players, a equipe Datarius pretende criar uma instituição financeira perfeita que adote todas as vantagens de organizações financeiras tradicionais, deixando para trás suas principais desvantagens: não transparência, imprevisibilidade, lobbyismo e encargos administrativos.

O modelo Datarius representa o sistema descentralizado em formato excepcional e completo. Inclui tecnologia blockchain que asseguram a gravação e o armazenamento seguro de informações. Isso exclui o possibilidade de alterar ou falsificar qualquer informação.

O uso de criptomoedas, que não requer controle central, bem como contratos inteligentes permite processar transações mais adequadamente e com segurança em comparação com acordos convencionais.

Token DTRC

Esta é uma chave de acesso exclusiva e o único instrumento para participar do sistema descentralizado do criptobanco Datarius. Toda a gama de produtos e serviços financeiros do ecossistema é baseada na interação direta de usuários entre si usando tokens DTRC.

Os produtos financeiros são formados por usuários do sistema com base em regras predefinidas. Os clientes independentemente estabelecem e aceitam termos de interações usando o token. Com a transição do Datarius para sua própria blockchain, o token DTRC será transferido em equivalente a 1:1.

Ao realizar operações internas do sistema usando o token DTRC, uma taxa de serviço de 0,02% a 0,15% do valor da transação é calculado e cobrado automaticamente.

A taxa é calculada usando algoritmos especiais, levando em consideração fatores como quantidade, tipo de operação, nível de risco, pontuação e tipo de usuários envolvidos.

Seguindo estritamente os princípios sociais e de liberdade de escolha, o Datarius habilita todos os detentores ativos do token DTRC a receber 65% das taxas e encargos diretamente. A distribuição será realizada anualmente, a partir de 2019, proporcionalmente ao número de tokens dos detentores.

ITO

A primeira rodada de investimentos já começou e irá até o dia 31/12. Quem comprar até essa data garantirá um desconto de 35%.

O ITO público está programado para começar em fevereiro e começará com um desconto regressivo de 30% durante as 48 primeiras horas.

Para mais informações sobre o projeto, acese: https://datarius.io/

Leia o Whitepaper: https://datarius.io/uploads/29410528a3c6d6a2717adcc9dc10192c.pdf