Criptomoedas atualmente não constituem uma ameaça à estabilidade monetária, diz G20

(Foto: Reprodução)

Os líderes do G20 reforçaram seu posicionamento anterior com relação às criptomoedas, em uma declaração conjunta depois da Cúpula do G20 em Osaka, em 29 de junho.

Na declaração, os líderes do G20 declararam que as criptomoedas atualmente não constituem uma ameaça à estabilidade monetária, e que a inovação tecnológica pode trazer benefícios importantes para a economia.

Os participantes também louvaram o trabalho contínuo do Conselho de Estabilidade Financeira e outros órgãos regulamentares com relação a estes ativos, e encorajou a reação multilateral quando necessário.

Os autores da declaração também reafirmaram sua determinação em atender à conformidade das atualizações da Força-Tarefa de Ação Financeira contra lavagem de dinheiro e financiamento terrorista através de criptomoedas. O documento ainda diz que os seus autores também pretendem liderar o comprometimento com o aprimoramento da cibersegurança.

Os conteúdos da declaração na maioria reafirmam aqueles contidos em comunicado conjunto publicado no site do Ministério das Finanças do Japão em 9 de junho, depois de um encontro do G20 que aconteceu em Fukuoka, no Japão.

Além disso, o texto ainda continha declarações sobre vários outros tópicos globais importantes, como combate à corrupção, à desigualdade e maior equilíbrio das condições de trabalho.

O G20 também reafirmou seu comprometimento com o debate global sobre as mudanças climáticas, por meio de iniciativas de financiamento público e privado.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!