Criptomoedas – Análise Semanal [1-14 Jan 2018]

Este relatório apresenta dados sobre as mudanças no mercado de criptomoedas durante o período 2017-2018, com ênfase especial na análise das mudanças ocorridas desde o início de janeiro de 2018, inclusive durante a última semana (8 a 14 de janeiro de 2018).

1. Análise geral de criptomoedas e de ativos digitais (por semana, mês, trimestre). Tendências de mercado.

1.1 Análise geral de criptomoedas e análise de mercado digital (por semana, mês).

Tabela 1.1. Tendências em capitalização do mercado de criptomoedas e principais criptomoedas entre 1 de novembro de 2017 a 14 de janeiro de 2018

Durante o período de 1 a 7 de janeiro de 2018, a capitalização de mercado total da criptomoedas aumentou significativamente, mas na semana passada foi observado um ajuste para baixo. No final, nas primeiras duas semanas de janeiro, o mercado de criptomoedas cresceu em $ 130 bilhões, de $ 612,9 bilhões para $ 744,3 bilhões (a partir de 14 de janeiro de 2018, 00:00 UTC, ver Tabela 1.1).

A Figura 1 mostra claramente uma queda acentuada na capitalização de mercado de criptomoedas total em 8 de janeiro de 2018. Essa diminuição foi causada pela exclusão dos indicadores de várias exchanges sul-coreanos para o cálculo dos dados estatísticos globais em média e resumidos pelo recursos do coinmarketcap.com, bem como uma série de eventos na Coréia do Sul. Mais informações detalhadas sobre esses eventos são apresentadas abaixo (na Tabela 1.6, figura 1.5).

Figura 1. Tendências na capitalização de mercado de criptografia total durante o período de 1 a 14 de janeiro de 2018

Fonte de dados: coinmarketcap.com

Assim, nas últimas duas semanas (1-14 de janeiro de 2017) houve redução na capitalização de mercado e preços das criptomoedas-chave: Bitcoin (-18%), Ripple (-33%), Bitcoin Cash (-3,5% ), Litecoin (-12,0%), NEM (-9%), Cardano (-14%) e Estelar (-5%), de acordo com os dados médios da Coinmarketcap. A queda no preço e a capitalização do Ripple foram especialmente notáveis, após um mês de crescimento rápido de $ 0,25 para $ 3,82 (ver figura 2).

Figura 2. Tendências de preços do Ripple de 1 a 14 de janeiro de 2018

Fonte de dados: coinmarketcap.com

A cooperação da Ripple com vários bancos aumentou o interesse nesse token no final de 2017, o que aumentou consideravelmente sua capitalização. No entanto, mais informações surgiram sobre o Ripple, o que o levou a um ajuste para baixo. De acordo com informações da Reuters, de acordo com uma declaração de reivindicação de duas empresas (Ripple e o consórcio R3 Holdco LLC) celebraram um acordo em setembro de 2016, dando à R3 o direito de comprar até 5 bilhões de XRP a um preço de $ 0,0085 por unidade em qualquer ponto antes de setembro de 2019. Deve também notar-se que a empresa Ripple depositou temporariamente 55 bilhões de fichas do XRP em uma conta de custódia, que foi congelada com a ajuda de contratos inteligentes, e esses tokens só serão liberados gradualmente à medida que a demanda por moeda crescer . A partir de janeiro de 2017, cerca de 38,7 bilhões dos 100 bilhões de XRP que foram criados nos estágios iniciais da existência do protocolo estavam em circulação. O token Ripple difere das criptomoedas descentralizadas, como o Bitcoin. Portanto, o token Ripple não pode ser considerado uma criptomoeda descentralizada. Você pode ler o que Joseph Young e Charlie Lee escreveram sobre esta situação no Twitter.

O preço da Ripple também sofreu uma máxima em 8 de janeiro de 2018, quando a Coinmarketcap excluía a negociação desse token nas exchanges sul-coreanas dos preços médios das criptomoedas, e uma vez que uma parcela considerável do volume de negócios neste token ocorre neste mercado de criptomoedas. O preço do XPR caiu de $ 3,20 para US 2,14 em um período de 11 horas.

Com o pano de fundo desses eventos e as principais flutuações no mercado de criptomoedas, o desempenho de vários garfos passou praticamente despercebido:

  • 31 de dezembro de 2017 – Bitcoin Uranium (BUM).
  • 2 de janeiro de 2018 – Bitcoin Cash Plus (BCP).
  • 12 de janeiro de 2018 – World Bitcoin (WBTC).

Houveram bastantes hard forks para o Bitcoin em 2017, desde os bem sucedidos Bitcoin Gold e Bitcoin Cash, até os menos conhecidos Dark, Z, Red, Planet, Scrypt, etc. É perfeitamente possível que o interesse em hard forks e outras criptomoedas possa crescer em 2018. Em particular, a informação surgiu que um hard fork chamado EtherZero (ETZ) ocorrerá na rede Ethereum no bloco 4936270. A data provisória é 19 de janeiro de 2018. Cada ETH será igual a 1 ETZ , mas 20 milhões de ETZ serão reservados para osubseqüente desenvolvimento. Todos os detentores de ETH receberão a mesma quantidade de ETZ.

Pode-se conjecturar que o preço da ETH começará a aumentar como resultado dessas notícias. Ao contrário da maioria dos criptomoedas no Top 10, o preço Ethereum não caiu na última semana, mas mostrou uma elevação de 34% no preço. O aparecimento de notícias sobre o apoio dos principais bancos para o hard fork poderia muito bem estimular um crescimento adicional no ETH (ver figura 3).

Figura 3. Tendências dos preços de Ethereum de 1 a 14 de janeiro de 2018

Fonte de dados: coinmarketcap.com

O índice Smith + Crown aumentou desde o início do ano de 27.543 para 33.556.

Para analisar a atividade de negociação nas trocas de criptomoedas, o índice ZAK-n Crypto é calculado (veja o Glossário). Os valores dos índices ZAK-4 Crypto e ZAK-8 Crypto são apresentados nas Tabelas 1.1, 1.2.a e 1.2.b. Por exemplo, em 4 de janeiro de 2018, os volumes de negociação de 24 horas (Volume 24h) para as quatro criptografia dominantes (Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash e Ripple) excederam $ 40 bilhões (Tabela 1.2.a). O valor do índice ZAK-4 Crypto igualou 8,1%, o que atesta a alta liquidez e o dinamismo do mercado das criptomoedas dominantes.

Tabela 1.2.a. Cálculo diário do índice de ZAK-4 Crypto (de 1º de janeiro de 2018 a 14 de janeiro de 2018)

Os volumes de negociação em 24 horas (Volume 24h) para as oito criptomoedas dominantes (Bitcoin, Ethereum, Bitcoin Cash, Ripple, Litecoin, NEM, Stellar e Cardano) totalizaram $ 20,1 bilhões no final da semana passada (Tabela 1.2.b) ou seja, 3,6% de sua capitalização de mercado. Os índices ZAK-4 Crypto e ZAK-8 Crypto são considerados mais detalhadamente nas Tabelas 1.2.a e 1.2.b.

Tabela 1.2.b. Cálculo diário do índice ZAK-8 Crypto (continuação da Tabela 1.2.а)

O alto volume de negociação (Volume 24h) em relação à capitalização de mercado contribui para aumentar a volatilidade e as mudanças de preços selvagens no mercado de criptografia.

Abaixo está uma análise das mudanças diárias nos preços Bitcoin, Ethereum, Ripple e Bitcoin Cash desde o início de janeiro (Tabelas 1.4.a, 1.4.b, 1.4.c e 1.4.d).

Tabela 1.4.a. Mudança diária no preço do Bitcoin (BTC), volume de negócios (Volume 24h) e capitalização em USD (de 1º de janeiro de 2018 a 14 de janeiro de 2018)
Tabela 1.4.b. Mudança diária no preço do Ethereum (ETH), volume de negócios (Volume 24h) e capitalização em USD (de 1º de janeiro de 2018 a 14 de janeiro de 2018)

Desde o início de janeiro (1º de janeiro de 2018), o preço do Ethereum aumentou de $ 755,76 para $ 1,366.77, enquanto o preço do Bitcoin caiu de $ 14.112,20 para $ 13.772 (Tabelas 1.4.a, 1.4.b). Em 10 de janeiro de 2018, o preço do Ethereum passou por $ 1.400 pela primeira vez. A este respeito, os preços mais altos para o Bitcoin ($ 17,579.60) e Ethereum ($ 1.432,90) foram registrados em 7 de janeiro de 2018 e 13 de janeiro de 2018, respectivamente. As maiores flutuações no intervalo diário (Gama) dos preços do Bitcoin ($ 2,502.40) e Ethereum ($ 250,90) foram observadas em 5 de janeiro de 2018 e 8 de janeiro de 2018, respectivamente. Assim, desde o início do ano, os preços do Bitcoin e Ethereum aumentaram em 13,8 e 167,29, respectivamente (ver Tabelas 1.4.a, 1.4.b).

Tabela 1.4.c. Variação diária no preço do Ripple (XRP), volume de negócios (Volume 24h) e capitalização em USD (de 1º de janeiro de 2018 a 14 de janeiro de 2018)
Tabela 1.4.d. Variação diária na taxa de câmbio do Bitcoin Cash (BCH), volume de negócios (Volume 24h) e capitalização em USD (de 1º a 14 de janeiro de 2018)

Os motivos da mudança nos preços do Ripple e do Bitcoin Cash após o dia 8 de janeiro de 2018 foram apresentados acima. No final, o índice geral da variação do preço do Bitcoin Cash a partir de 1º de agosto de 2017 foi igual a 6,72 (o preço de $ 380 no final do dia de 1º de agosto de 2017 foi considerado como base para o cálculo), ou seja, durante o período após o hard fork do Bitcoin e do surgimento do Bitcoin Cash, seu preço aumentou 572%, com a maior parte desse crescimento desde o início de novembro.

Desde o início de 2017 até 14 de janeiro de 2018, Ripple cresceu 292,1 vezes (ver Tabela 1.4.c).

A Tabela 1.5 fornece uma lista de eventos, informações sobre as quais surgiram durante a semana passada, o que poderia afetar as taxas de câmbio das criptomoedas específicas e o mercado em geral.

Tabela 1.5. Eventos que podem ter influenciado as taxas de câmbio de criptomoedas.

1.2 Tendências do mercado

As tendências semanais de criptomoedas e de ativos digitais de 1 de outubro de 2017 a 14 de janeiro de 2018 são apresentadas como gráficos (Fig. 1.1-1.5) *.

Tabela 1.6. Legendas e descrições dos gráficos

No início da semana passada, a Coinmarketcap.com excluiu os volumes de negociação de uma série de exchanges sul-coreanas de suas análises, especificamente as de Bithumb (a segunda maior exchange do mundo), Coinone e Korbit. Além disso, os resultados comerciais da Upbit e da Coinnest também não são mais considerados. Como resultado, os indicadores de quase todas as criptomoedas e ativos digitais mudaram, causando uma onda de vendas e uma queda significativa na capitalização total de criptomoedas.

O principal motivo para que essas exchanges terem sido excluídas dos cálculos dos valores médios de criptomoedas (moedas e tokens) foi o desvio significativo de seus preços de outros criptomoedas globais e a possibilidade limitada de revenda (arbitragem de câmbio) de criptomoedas em conexão com os rigorosos requisitos de registro em exchanges sul-coreanas. No entanto, deve notar-se que a participação do mercado sul-coreano cresceu consideravelmente durante 2017 e representa cerca de 20% do volume mundial de negociação de criptomoedas.

Figura 1.1. Capitalização de mercado de total de criptomoedas *

* Dados diários médios (de acordo com os dados de coinmarketcap.com).

A Figura 1.1 mostra um gráfico das alterações semanais do mercado de criptomoedas de 1 de outubro de 2017 para 14 de janeiro de 2018. Durante esse período, a capitalização de mercado aumentou de $ 146,9 bilhões para $ 725 bilhões, um crescimento de quase 4.000% em relação ao início de 2017. Durante a primeira semana de janeiro de 2018, a capitalização total do mercado ultrapassou $ 800 bilhões pela primeira vez, mas na semana seguinte (8 a 14 de janeiro de 2018) a capitalização de mercado total diminuiu de $ 822.5 bilhões para $ 725 bilhões (a partir de 14 de janeiro de 2018, com base nos números médios da coinmarketcap.com).

Figura 1.2. Mudanças na capitalização de mercado

Apesar do crescimento significativo na capitalização de mercado de criptomoedas no terceiro trimestre de 2017 e ao longo de todo o ano, o mercado é suscetível a flutuações súbitas e drásticas. A maior taxa de crescimento no quarto trimestre de 2017 foi de cerca de $ 200 bilhões, ou 54%, durante a semana de 17 a 24 de dezembro de 2017.

Durante a primeira semana de janeiro, a capitalização de mercado aumentou em aproximadamente 250 bilhões, ou 44%, mas na semana seguinte, uma queda de aproximadamente 100 bilhões foi observada (com a devida conta dos dados diários médios).

Figura 1.3. Número de criptomoedas e ativos digitais

O número total de criptomoedas e ativos digitais listados nas exchanges cresceu desde o início de outubro de 1.091 para 1.391. Seu número aumentou 36 em apenas uma semana, de 1.355 para 1.391. A média de criptomoedas e a capitalização de ativos digitais aumentaram de $ 134,7 milhões para $ 521,2 milhões ao longo do período analisado.

Figuras 1.4 e 1.5. Previsão da capitalização de mercado total de criptomoedas.

Algumas previsões foram feitas recentemente, que vão das pessimistas às otimistas, em relação às mudanças esperadas no mercado de criptomoedas em 2018 (por exemplo, Goldman Sachs, analista da Wall Street Tom Lee, John McAfee, etc.). No entanto, a conclusão inevitável é que muito dependerá dos processos de regulação estaduais nos principais países com uma indústria de criptomoedas desenvolvida, como Japão, EUA, China e Coréia do Sul.

O mercado permanece muito sensível às notícias relacionadas ao processo de regulamentação. Por exemplo, uma série de notícias da semana passada da Coreia do Sul relacionadas ao pedido do país para que a comunidade mundial restrinja as negociações em criptomoedas (Tabela 1.5), os bancos sul-coreanos deixando de operar trocas sul-coreanas (Tabela 1.3) e, finalmente, a publicação do chefe do Ministério da Justiça da Coréia do Sul sobre a intenção de proibir completamente a negociação em criptomoedas no país, levou a uma redução na capitalização de mercado total da criptomoedas. Mesmo o segundo anúncio oficial, que se seguiu quase imediatamente após o primeiro, de que o Ministério da Justiça não coordenou suas ações com outros ministérios e agências governamentais, e o surgimento de notícias de que a Coréia do Sul gostaria de cooperar com a China e o Japão na regulamentação do mercado de criptomoedas não mudou a situação.

Autores:
Professor Dmitrii Kornilov, Doutor em Economia, Membro da Academia Russa de Ciências Naturais e Leading Analyst at ICOBox (LinkedIn, Twitter); Dima Zaitsev, PhD em Economia, Head of International Public Relations and Business Analytics Department Chief na ICOBox (LinkedInTwitter); Nick Evdokimov, Co-Founder da ICOBox (LinkedinTwitter); Mike Raitsyn, Co-Founder da ICOBox (LinkedInTwitter); Anar Babaev, Co-Founder da ICOBox (LinkedIn, Twitter); Daria Generalova, Co-Founder da ICOBox (LinkedIn);Traduzido por Mikael Araújo (LinkedInTwitter)

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!