Criança de 8 anos explica blockchain para plateia de 600 adultos na Espanha

Sofia Casero no palco da conferência (Foto: Divulgação)

Sofía Casero, uma menina de 8 anos, abriu um fórum na Espanha explicando o que é blockchain para cerca de 600 pessoas que participavam do evento.

O encontro, chamado Talent Woman, aborda o talento feminino em crianças e adolescentes incentivando a seguirem suas vocações em ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Esta foi a primeira edição da conferência e foi realizada nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro no Centro de Exposições e Conferências de Málaga (FYCMA), na Espanha.

Sofía está na 3ª série. Entre seus hobbies estão a ginástica rítmica, canto em coral e leitura. Apesar de sua pouca idade, Sofia está muito interessada em tecnologia, diz o site do evento, que anunciou e menina como um das principais palestrantes.

Acompanhada por sua mãe, Carmen Chicharro, que trabalha em infraestruturas baseadas em blockchain, a pequena Sofia comparou um blockchain ao Parcheesi, uma adaptação americana do jogo de tabuleiro indiano Cruz e círculo Pachisi.

Segundo o La Vanguardia, Sofia estava no palco com a mãe, Carmen, quando começou explicação. 

Blockchain para crianças

Carmen Chicharro garantiu que Sofía, ao ouvir sua conversa sobre o assunto, começou a fazer perguntas, e pediu-lhe que explicasse o que ela estava falando tanto, então ela decidiu explicar o conceito comparando-o com gamão.

Não se trata de um explicação técnica, mas de uma alusão ao que uma criança pode captar de um mecanismo tão complexo.

Entre as semelhanças pelas quais Sofia entendeu o que é o Blockchain é o fato de que aqui também há ‘peças’, que são chamados de “tokens”, e regras, onde ela deu o exemplo de que “quando você come um, você conta vinte “, o que na cadeia de blocos seria chamado de “contrato inteligente”.

Ele também apontou que todos os “jogadores” têm que concordar com os “jogos”, que no Blockchain é conhecido como “consenso”.

De acordo com o 20minutos, Casero indicou que “apenas dez de cada 100 meninas estão envolvidas em tecnologia” e acrescentou uma crítica sobre o tabu de que algumas áreas são exclusivas para ‘meninos’:

“Eles acreditam que esta área é apenas para meninos. Devemos ter em mente que é o futuro. Temos a oportunidade de estudá-la para avançarmos em seus processos”.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br