Corretora Japonesa é hackeada e perde R$ 120 milhões em criptomoedas

(Foto: Shutterstock)

Bitpoint, uma exchange de criptomoedas do Japão, foi hackeada e teve perdas de US$ 32 milhões em criptoativos.

De acordo com uma reportagem da CoinDesk Japan na sexta-feira (12), a Bitpoint suspendeu todos os serviços, incluindo negociação, depósito e retirada de todos as criptomoedas depois de notar um saque irregular na sua carteira.

Ainda não está claro neste estágio quais tipos de ativos foram perdidos, a corretora oferecer negociação em cinco moedas: bitcoin, bitcoin cash, ether, litecoin e XRP.

A empresa controladora da bolsa, a Remixpoint Inc., disse em um anúncio que, do montante roubado, R$ 90 milhões (US$ 23 milhões) pertenciam a seus clientes.

Esse não é o primeiro roubo em exchanges japonesas. Em setembro de 2018, a Zaif, que também é licenciada sob a Agência de Serviços Financeiros do Japão, foi hackeada em US$ 60 milhões.

No início do ano passado, a Coincheck também foi roubada, resultando no roubo de mais de US$ 520 milhões em criptomoedas.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!