Coinbase diz que Ethereum Classic sofre ataque de 51%; ETC nega

Coinbase diz que Ethereum Classic sofre um ataque de 51%; ETC nega
(Foto: Shutterstock)

A Coinbase, maior exchange de criptomoedas dos Estados Unidos, afirmou que detectou um ataque de 51% na cadeia blockchain da Ethereum Classic, que incluiu um gasto duplo” no sábado. Tudo indica que o ataque ainda está em curso. Nesta segunda-feira, a empresa publicou texto no Medium para explicar o caso:

“Para proteger os fundos dos clientes, paramos imediatamente os movimentos desses fundos no blockchain da ETC. Após esse evento, detectamos 8 reorganizações adicionais que incluíram gastos duplos, totalizando 88.500 ETC (~ US $ 460.000).

Na conta oficial da ETC no Twitter, as informações são diferentes. Os responsáveis negaram os ataques e afirmaram que a Coinbase deveria ter entrado em contato antes de divulgar as informações.

“Em relação aos recentes eventos de mineração. Podemos ter uma ideia de onde veio o hashate. ASIC fabricante Linzhi confirmou testes de novas máquinas de 1.400 / Mh ethash #projectLavaSnow
– Provavelmente selfish mining (não 51% de ataque)
– Gastos duplos não detectados”

A corretora Poloniex seguiu o mesmo procedimento da Coinbase e também desabilitou o acesso às carteiras. Pelo Twitter declarou:

“Devido a um potencial ataque de 51%, as carteiras ETC foram desativadas e não serão reativadas até amanhã (no mínimo). Atualizaremos este tópico quando tivermos um cronograma mais firme para reativar os depósitos e as retiradas. A Poloniex não foi afetada e os fundos estão seguros”.

Após a publicação da Coinbase, a Ethereum Classic ampliou a queda e é negociada a US$ 5, com desvalorização de 7,2% no dia.

Os ataques

Quando alguém detém a maioria da capacidade de processamento de uma rede de uma blockchain (mais de 50% da taxa de hash), ele se torna capaz de reverter transações, lucrar com elas, e ainda manter unidades da criptomoeda consigo.

No início de dezembro, foi a vez da criptomoeda Vertcoin (VTC), segundo uma publicação feita no domingo (02) no Medium por um especialista em segurança. O roubo pode chegou a US$ 100 mil, cerca de R$ 380 mil.

O mesmo aconteceu com o Bitcoin Gold. No início de setembro a Bittrex, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, anunciou a retirada do suporte para o BTG.

O motivo, segundo um comunicado da exchange, foi o acontecimento de uma série de gastos duplos devido a um ataque de 51%, como explicou Nesbitt.

Os casos da Verge e da Monacoin aconteceram de forma semelhante e o desfecho também foi o mesmo.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br