Cboe reenvia proposta de ETF de Bitcoin para aprovação da SEC

(Foto: Shutterstock)

A Cboe voltou a enviar a sua proposta de ETF de Bitcoin à SEC, a Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos, nesta tarde de quinta-feira (31), uma semana após a empresa ter retirado.

A notícia foi dada via Twitter por Gabor Gurbacs, líder da VanEck, que junto com a SolidX formou o produto da Cboe BZX Exchange.

“A mudança de regra proposta pela VanEck/SolidX para o ETF Bitcoin foi entregue pela CBOE. Trabalho duro de todas as equipes envolvidas”.

Se aprovada na SEC, a Cboe BZX Exchange poderá rastrear e operar bitcoins como fundos de índices comercializados como ações (da sigla ETF para Exchange Traded Funds).

Essa nova modalidade de investimento é uma das mais esperadas por investidores e pela comunidade de criptomoedas.

Muitos acreditam que isso trará mais dinheiro para a criptoeconomia, principalmente vindas de instituições financeiras e investidores tradicionais e, assim, se criaria um mercado com maior liquidez.

Vai e vem de propostas

A Cboe havia registrado o mesmo pedido em junho do ano passado e desde então a SEC tem prorrogado ao máximo o prazo para resposta, que se encerra no dia 27 de fevereiro deste ano.

Depois de ter o primeiro pedido de ETF de Bitcoin rejeitado, a Bitwise, empresa que gerencia fundos no mercado de criptomoedas, registrou uma nova solicitação na SEC no dia 10 de janeiro.

A Cboe, percebendo que neste início de ano praticamente todo o governo dos Estados Unidos se encontrava paralisado por causa de questões orçamentárias, viu que a SEC não agiria tão cedo e retirou a proposta.

Gurbacs, na ocasião, disse que o pedido tinha sido “temporariamente retirado”, enquanto Jan van Eck, CEO da empresa, dizia que a proposta havia sido retirada e que seria apresentada em uma data posterior após novas reuniões com a SEC.

Ambos discursos foram confirmados nesta tarde, porém, se houve nova conversa com a SEC isto não foi divulgado.

Até o fechamento desta matéria, o reenvio da proposta não gerou alteração nos mercado e o Bitcoin continua operando por volta dos US$ 3.450.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil. Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!