Buscas Pelos Termos ‘Bitcoin’ e ‘Criptomoeda’ Caem; ‘Blockchain’ se Mantém

(Foto: Pixabay)

Ao que tudo indica, a vontade de buscar empregos que remuneram com Bitcoin ou com outras criptomoedas reduziu consideravelmente, de acordo com dados publicados recentemente pelo site especialista em empregos, Indeed, segundo informou o News Bitcoin.

Isto pode ser reflexo da baixa no mercado de criptomoedas. Estes tipos de buscas tiveram aumento constante ao longo do ano passado. Muitos sonhavam com uma carreira cujos salários eram pagos em Bitcoin e que na ocasião mostrava-se muito promissora.

De acordo com os dados, as buscas pelo termo “Bitcoin” atingiram o pico de 39 buscas por milhão na primeira semana de dezembro de 2017. Alguns dias depois as buscas pela palavra ‘criptomoeda’ atingiu 46 por milhão também.

Em seguida, e até meados de março deste ano, as buscas “Bitcoin” caíram 76%, e “criptomoeda”, 41%.

Esses números não são diferentes se comparados ao acesso nos sites de exchanges. De acordo com uma outra publicação, a ferramenta de inteligência de mercado Similarweb informou que o número total de visitas na Coinbase despencou 49% em fevereiro. A Kraken registrou uma queda de 56%.

A Binance sofreu uma baixa de acessos de 54%, de um pico de 191,5 milhões para apenas 87,3 milhões. A Bitfinex caiu 48% em fevereiro, com apenas 18,3 milhões de visitas, em comparação com 35,4 milhões em janeiro e 59,3 milhões em dezembro de 2017. Ainda segundo a estatística, o interesse é maior em corretoras que oferecem contratos futuros (CFD).

Enquanto as pesquisas por ‘bitcoin’ e ‘criptomoeda’ caíram consideravelmente, o interesse por ‘blockchain’ permanece relativamente alto. Com 47 buscas por milhão, está só um pouco abaixo do seu pico que aconteceu no final de fevereiro.

Andrew Flowers, economista do Indeed Hiring Lab, que é uma equipe de economistas que auxilia na recolocação profissional, fez uma reflexão sobre o assunto:

“Esse equilíbrio no interesse pela ‘blockchain’ é talvez um sinal de que os candidatos a emprego acreditam que as empresas não-financeiras buscarão por esta tecnologia, mesmo que elas associam as criptomoedas como uma moda passageira. Queira ou não, blockchain é visto pelos candidatos a emprego como uma inovação viável, com ou sem criptomoedas”.

Do outro lado, empresas querem explorar as capacidades de desenvolvimento derivadas da tecnologia por trás do Bitcoin. Assim, a maioria das vagas anunciadas informa que será um diferencial candidatos com habilidades tecnológicas relevantes, segundo dados divulgados no início deste ano.

Leia também: Bitcoin Fecha 1º Trimestre com Queda de 50%

 

BitcoinTrade

BitcoinTrade é a plataforma mais segura do Brasil para comprar e vender Bitcoin e Ethereum, junte-se agora a mais de 135 mil clientes satisfeitos. Gerencie também suas moedas digitais utilizando nosso aplicativo para dispositivos com iOS ou Android. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!