BNDES divulga lista com seis startups de blockchain e criptomoedas que vai apoiar

BNDES divulga lista com seis startups de blockchain que vai apoiar
Edifícios da Petrobrás e do BNDES no Rio de Janeiro (Foto: Rodrigo Soldon)

O Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) divulgou na terça-feira (19) a lista das startups selecionadas que vai apoiar através do ‘Programa BNDES Garagem’. Dentre as escolhidas, seis projetos blockchain vão fazer parte da ação.

O programa do BNDES é dividido em dois módulos: Programa de Criação e Programa de Aceleração. Enquanto um é focado em ideias e desenvolvimento de produto, o outro vai abordar negócios já em fase de tração, diz o site da instituição.

Contudo, o foco central de ambos programas é desenvolver e fomentar o empreendedorismo no Brasil com apoio a startups e estruturar um centro de inovação no Rio de Janeiro.

Programa de Criação

Para o módulo Criação, cujo programa terá início em 20 de maio de 2019, quatro startups do setor de blockchain foram selecionadas. São elas: Bizanc (São Paulo) Lookforme (Paraná), Amachains (Pará), Mileto (Rio de Janeiro).

O Programa de Criação visa ajudar empreendedores na criação de empresas a partir de ideias ou projetos inovadores, apoiando o desenvolvimento do produto mínimo viável (MVP), a validação de problema e solução e o lançamento da startup para os clientes no mercado.

Programa de Aceleração

Para o Programa de Aceleração, foram escolhidas duas startups com foco em blockchain: QR Capital (Rio de Janeiro) e Owldocs (São Paulo). O início do Programa está previsto para 08 de abril de 2019.

Por meio do Programa de Aceleração, o BNDES quer ajudar essas startups a crescerem e ganharem escala, oferecendo acesso a uma ampla rede de mentores, potenciais investidores e parceiros.

Além disso, o programa quer fomentar a geração de negócios entre as aceleradas e as empresas parceiras da instituição, trazendo inovação para todas as partes interessadas no processo.

Apoio e parceiros

As startups selecionadas não vão receber investimento em dinheiro. Segundo o regulamento, apenas as do Programa de Aceleração com residência em cidades fora da Região Metropolitana do Rio de Janeiro são elegíveis a ter hospedagens e passagens aéreas parcialmente custeadas.

Contudo, as startups vão ter workshops presenciais, conteúdo, acompanhamento no dia a dia, acesso à rede de mentores e parceiros, segundo o Programa.

Além destes benefícios, as empresas também terão direito a um escritório completo (coworking) no Rio de Janeiro.

A iniciativa do BNDES tem como parceiros a aceleradora ‘Liga Ventures’ e a ‘Wayra’, um hub de inovação da Vivo e da Telefônica.

Exchange descentralizada foi selecionada

Luiz Menniti, diretor de marketing da exchange descentralizada Bizanc, uma das startups selecionadas para o Programa Criação, falou, via WhatsApp, ao Portal do Bitcoin.

“Ficamos realmente muito felizes com a notícia de seleção do BNDES Garagem e estamos muito agradecidos por todas as pessoas que nos ajudaram e apoiaram desde o processo de criação da Bizanc até hoje”.

Menniti disse que o principal objetivo da empresa é fornecer tecnologia e acesso a nova economia financeira descentralizada (Decentralized Finance – DeFi).

Ele acrescentou que a Bizanc tem como foco a atividade de trading, tokenização de ativos, pagamento e mercado de balcão (P2P) de ativos estritamente digitais.

O diretor fez questão de parabenizar a equipe.

“Um parabéns especial ao time pelo grande feito e estamos muito ansiosos para iniciar e aprender com esse ecossistema promovido pelo BNDES”.

Fintech se esforçou e foi aprovada

A fintech QR Capital foi uma das selecionadas no Programa Aceleração. Em nota enviada à imprensa, a empresa explicou que o processo seletivo, entre outras coisas, exigiu a produção de dois vídeos de defesa (pitchs) e a apresentação do projeto numa entrevista.

Fernando Carvalho, CEO da startup, disse no comunicado que o Programa Aceleração será oportuno também por aproximar a empresa de investidores na próxima rodada de capitalização.

“Para a QR, é antes de tudo um reconhecimento, diante da seriedade e da importância do programa dentro do cenário de startups no Brasil. É uma ótima oportunidade de acelerar o projeto, um primeiro movimento para ter acesso a investidores e venture capital para uma rodada de capitalização já planejada em 2019” , escreveu Carvalho.

Sobre o BNDES

O BNDES é um dos maiores bancos de desenvolvimento do mundo e, hoje, o principal instrumento do Governo Federal para o financiamento de longo prazo e investimento em todos os segmentos da economia brasileira.

De acordo com o site da instituição, o órgão dispõe de diversas linhas de financiamento e produtos para apoiar a inovação de empresas de todos os portes e setores, tornando-as mais eficientes e competitivas.

Além disso, investe em inovação também via participação acionária e via fundos de investimento.


Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!