Blockchain precisa chegar na indústria ou vai se tornar inexpressiva, diz CEO do Alibaba

Executivo da multinacional chinesa, Jack Ma (Foto: Divulgação)

Jack Ma, cofundador e CEO da empresa chinesa de comércio eletrônico, Alibaba Group, disse que Inteligência Artificial (AI), Tecnologia Blockchain e Internet das Coisas (IoT) podem se tornar inexpressivas se não atingirem a indústria manufatureira.

“AI, Blockchain e IoT serão tecnologia sem sentido, a menos que possam promover a transformação da indústria manufatureira e a evolução da sociedade em direção à inclusão nas novas tecnologias”, disse Ma durante sua participação na Conferência Mundial de Inteligência Artificial, em Xangai, na China, nesta segunda-feira (17).

A maioria das grandes empresas e governos consideram as três tecnologias a base para a construção da quarta revolução industrial. Somente a indústria manufatureira da China está avaliada em cerca de US$ 3,1 trilhões, além de EUA e outras grandes economias que no mesmo setor também geram vários trilhões de dólares.

Nos últimos anos, a indústria de fabricação inteligente cresceu exponencialmente à medida que grandes empresas de varejo começaram a explorar várias formas inovadoras de reduzir custos e melhorar a eficiência no processo de fabricação com tecnologias emergentes.

E, desta forma, essas indústrias começaram a eliminar erros manuais e caminharam em busca da perfeição dos hardwares e de uma produção mais eficiente através da robótica, mudando, assim, drasticamente seus maquinários.

Desde o surgimento do conceito de aplicação de sistemas descentralizados nas indústrias no início de 2016, muitas startups e fintechs estabeleceram seu foco na utilização do blockchain para reconstruir o sistema das cadeias de suprimento visando a imutabilidade, relata a CCN.

Em termos de escalabilidade e adoção, segundo o site, a tecnologia blockchain ainda está em sua infância, com redes peer-to-peer (P2P) públicas atualmente sendo capazes de lidar com cerca de 10 a 50 transações por segundo.

Além do setor financeiro, a manufatura continua sendo o maior mercado que as tecnologias emergentes podem atingir. AI, IoT e blockchain já foram testadas no ​​setor manufatureiro, mas ainda não demonstraram todo o seu potencial.

De acordo com Ma, cujo patrimônio líquido é de US$ 35,9 bilhões, se o blockchain pode ser usado em grande escala como a tecnologia primária de processamento de dados descentralizado por empresas na indústria manufatureira, então os sistemas descentralizados verão a verdadeira adoção dominante fora do âmbito das finanças.

Ma é o maior investidor individual do Grupo Alibaba com 9% das ações. A empresa é responsável por 60% do volume de entregas no país.

Já existem existem projetos baseados no Ethereum (ETH), como o VeChain (VET), WaltonChain (WTC) e redes de prova de participação (proof-of-stake ou PoS) como Cardano e EOS que permitiriam que desenvolvedores e empresas construíssem aplicativos para promover a transformação da indústria de manufatura.

No entanto, as empresas têm que estar cientes que a princípio, considerando as fases de implementação, essas novas tecnologias ainda serão menos eficientes que as tradicionais plataformas centralizadas, pelo menos em suas fases iniciais.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br